Arquivo mensal: novembro 2017

Spurs (11-6) vs Hawks (3-14) – Vinte vezes freguês

96×85

Na noite dessa segunda-feira (20), o San Antonio Spurs recebeu o Atlanta Hawks e venceu o adversário pelo placar de 96 a 85. O triunfo foi o vigésimo seguido da equipe texana contra o oponente jogando no AT&T Center. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Forbes tem se estabelecido na rotação (Reprodução/nba.com/spurs)

Sempre ele

Como virou costume nesta temporada, LaMarcus Aldridge foi o grande destaque do Spurs na noite. Apesar da pontuação relativamente baixa dos dois times no jogo, o ala-pivô deixou a quadra com um duplo-duplo de respeito: foram 22 pontos e 11 rebotes em 39 minutos. O camisa #12 converteu 11 dos 24 arremessos de quadra que tentou na partida.

Aldridge voou novamente (Reprodução/nba.com/spurs)

Ajuda das alas

Os dois alas titulares do Spurs tiveram boas atuações no jogo contra o Hawks. Danny Green voltou a ser o principal ajudante de Aldridge no quinteto inicial e deixou a quadra com 14 pontos e oito rebotes em 30 minutos, convertendo quatro dois oito tiros de três pontos que tentou. Além dele, Kyle Anderson teve mais uma atuação completa e eficiente, registrando 13 pontos, dez rebotes e seis assistências em 30 minutos e acertando cinco de seus oito arremessos de quadra.

Imortal

Mesmo aos 40 anos de idade, Manu Ginobili ainda consegue ser um dos melhores jogadores do Spurs em quadra em determinadas partidas. Nessa segunda-feira, contra o Hawks, o ala-armador argentino registrou 16 pontos e três assistências em 26 minutos, convertendo sete dos 11 arremessos de quadra que tentou. Ele foi o cestinha da unidade reserva e o segundo maior pontuador do time, ficando atrás só de Aldridge.

Rotação gorda

Com novos jogadores à disposição, Gregg Popovich tem deixado bastante gente jogar para escolher sua segunda unidade. Contra o Hawks, sete reservas tiveram tempo de quadra: além de Ginobili, que jogou 26 minutos, Bryn Forbes jogou 20, Dejounte Murray jogou 15, Rudy Gay jogou 13, Joffrey Lauvergne jogou sete, Davis Bertans jogou cinco e Brandon Paul jogou quatro.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 22 pontos e 11 rebotes

Manu Ginobili – 16 pontos e 3 assistências

Danny Green – 14 pontos e 8 rebotes

Kyle Anderson – 13 pontos, 10 rebotes e 6 assistências

Atlanta Hawks

John Collins – 21 pontos, 9 rebotes e 2 tocos

Taurean Prince – 18 pontos e 8 rebotes

Dennis Schroder – 14 pontos, 9 assistências, 3 rebotes e 2 roubos de bola

Dewayne Dedmon – 11 pontos, 9 rebotes e 2 tocos

Marco Belinelli – 11 pontos e 2 roubos de bola

Anúncios

Spurs (10-6) vs Hawks (3-13) – Temporada regular

San Antonio Spurs x Atlanta Hawks – Temporada Regular

Data: 20/11/2017

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,21 (favorito) x Hawks 4,41

Quatro colocado na Conferência Oeste mesmo ainda sem ter escalado Tony Parker e Kawhi Leonard, lesionados, na temporada, o San Antonio Spurs recebe o Atlanta Hawks, um dos piores times da liga, para tentar manter a campanha positiva. A equipe texana também não pode contar com o novato Derrick White, outro machucado. Os visitantes, por sua vez, têm Isaiah Taylor como desfalque e DeAndre’ Bembry, Luke Babbitt, Mike Muscala e Miles Plumlee como dúvidas.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Patty Mills

SG – Danny Green

SF – Kyle Anderson

PF – LaMarcus Aldridge

C – Pau Gasol

Fique de Olho – De volta ao cargo de pivô titular depois de perder a posição para Dewayne Dedmon na reta final da última temporada, Pau Gasol tem conseguido boas atuações para tentar justificar a generosa renovação salarial que fechou com o Spurs. Até aqui, nesta campanha, o pivô espanhol tem médias de 10,7 pontos e 8,2 rebotes em 25,4 minutos por exibição.

PG – Dennis Schroder

SG – Kent Bazemore

SF – Taurean Prince

PF – Luke Babbitt

C – Dewayne Dedmon

Fique de Olho – Com boas atuações na última temporada, Dewayne Dedmon conquistou a torcida do Spurs, que lamentou sua saída do time. Até aqui, em sua primeira campanha pelo Hawks, o pivô tem médias de 10,5 pontos e 8,3 rebotes em 23,9 minutos por exibição.

Spurs (10-6) vs Thunder (7-8) – Bipolaridade

104×101

Nessa sexta-feira (17), o San Antonio Spurs recebeu o Oklahoma City Thunder e venceu o adversário pelo placar de 104 a 101. O alvinegro teve grandes dificuldades até a metade do segundo quarto, quando chegou a estar perdendo por 23 pontos de diferença, mas mostrou poder de reação para finalizar com o triunfo. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Green e Aldridge foram os destaques da equipe (Reprodução: nba.com/spurs)

Green e Aldridge foram os destaques da equipe (Reprodução: nba.com/spurs)

Verde é a cor mais quente

Um fato que poucos estão comentando, mas que vem ajudando o Spurs a se manter em quarto em uma Conferência Oeste recheada de super times é a significativa melhora ofensiva de Danny Green. Com as ausências de Kawhi Leonard e Tony Parker, dois dos três melhores jogadores da equipe, o ala-armador vem sendo arma importante no ataque. Contra o Thunder, o camisa #14 anotou 17 pontos, sendo segundo cestinha do time. Além disso, anotou seis rebotes, quatro assistências, quatro roubadas de bola dois tocos, sendo talvez, o destaque da equipe no jogo.

Aldridge foi o cestinha da partida (Reprodução/nba.com/spurs)

Inconstância

Em geral, o Spurs sempre tem duas fases durante uma mesma partida: o caos total e o basquete fino. Sem Kawhi Leonard, que muitas vezes conseguia segurar as pontas do time quando o mesmo entrava em seus piores momentos, esse tipo de variação fica muito mais evidente. Contra o Thunder, os comandados de Gregg Popovich chegaram a perder por 23 pontos de diferença, na metade do segundo quarto, em casa.

Essa inconstância do time em jogos de playoffs pode ser irreversível se mantida. Contudo, caso a equipe consiga demonstrar o basquete que apresentou posteriormente após chegar na margem de 23 pontos atrás do placar, será uma das grandes equipes da NBA.

Próximos passos

O Spurs descansa durante dois dias para no dia 20 enfrentar o Atlanta Hawks, novamente em casa.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 26 pontos e 9 rebotes

Danny Green – 17 pontos, 6 rebotes, 4 assistências, 4 roubos de bola e 2 tocos

Pau Gasol – 14 pontos, 8 rebotes e 4 assistências

Kyle Anderson – 10 pontos e 6 assistências

Oklahoma City Thunder

Carmelo Anthony – 20 pontos e 6 rebotes

Paul George – 18 pontos, 7 rebotes, 6 assistências e 3 roubos de bola

Steven Adams – 16 pontos e 8 rebotes

Russell Westbrook – 15 pontos, 9 rebotes e 9 assistências

Spurs (9-6) vs Thunder (7-7) – Temporada regular

San Antonio Spurs vs Oklahoma City Thunder – Temporada regular

Data: 17/11/2017

Horário: 23h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: ESPN e NBA League Pass

Após perder para o Minnesota Timberwolves e sofrer a quarta derrota em sete partidas fora de casa, o San Antonio Spurs volta aos seus domínios para enfrentar o Oklahoma City Thunder e o mais novo Big Three da NBA, composto de Russell Westbrook, Paul George e Carmelo Anthony.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Patty Mills

SG – Danny Green

SF – Kyle Anderson

PF – LaMarcus Aldridge

C – Pau Gasol

Fique de Olho – Substituto de Kawhi Leonard no time titular, Kyle Anderson vem fazendo bom trabalho pelo Spurs. Nesta sexta-feira, o ala terá a difícil missão de segurar Paul George.

PG – Russell Westbrook

SG – Andre Roberson

SF – Paul George

PF – Carmelo Anthony

C – Steven Adams

Fique de Olho – Parte do Big Three mais badalado da NBA, Paul George é ameaça para qualquer defesa. Com 21,9 pontos por jogo, o ala será uma pedra no sapato de Kyle Anderson.

Spurs (9-6) @ Wolves (9-5) – Nova derrota na estrada

86×98min

Após vencer oDallas Mavericks em clássico texano, o San Antonio Spurs embarcou para seu segundo compromisso fora de casa em dois dias. Na partida, contra o Minnesota Timberwolves, o alvinegro até começou bem, mas vários erros e a falta de gás durante o jogo prejudicaram time, que saiu derrotado por 98 a 86. Veja, a seguir, os destaques do confronto:

San Antonio Spurs v Minnesota Timberwolves

Spurs não conseguiu vencer o Wolves (David Sherman/NBAE via Getty Images)

Bom Início

O Spurs começou bem o jogo e, apesar de alguns erros, venceu o primeiro quarto, e parecia destinado a mais uma vitória. A partir daí, uma série de erros e a aparente falta de gás prejudicaram a equipe, que saiu de quadra derrotada pelo Timberwolves.

Aldridge em ação (Jordan Johnson/NBAE via Getty Images)

Padrão de erros

As derrotas do Spurs na temporada 2017/2018 da NBA parecem seguir sempre um mesmo padrão. Quase todas vieram fora de casa, em jogos com bastante erros por parte dos texanos, tanto no ataque quanto na defesa. Dessa vez não foi diferente: o time de San Antonio desperdiçou muitas bolas ofensivas contra o Timberwolves e não se comunicou bem defensivamente, possibilitando assim a vitória dos adversários no fim.

Faltou gás

A partida foi definida no segundo quarto, quando o Spurs perdeu por 20 pontos. No terceiro, as duas equipes foram bem parelhas. Porém, no último, os texanos pareciam, em diversos momentos, prestes a iniciar uma sequência para retomar a liderança e sair com a vitória. Porém, para cada boa jogada no ataque havia uma ruim na defesa; Assim, o time cansou e teve pernas o bastante para ir atrás do resultado.

Destaques da partida:

San Antonio Spurs:

LaMarcus Aldridge – 15 pontos, 10 rebotes e 3 assistências

Pau Gasol – 13 pontos, 8 rebotes e 4 assistências

Patty Mills – 13 pontos e 5 assistências

Bryn Forbes – 8 pontos

Minnesota Timberwolves

Karl-Anthony Towns – 26 pontos, 16 rebotes e 2 tocos

Jeff Teague – 16 pontos e 6 assistências

Nemanja Bjelica – 11 pontos, 4 rebotes e 2 assistências