Arquivo mensal: outubro 2017

Spurs (4-0) @ Magic (3-1) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Orlando Magic – Temporada Regular

Data: 27/10/2017

Horário: 21h00 (Horário de Brasília)

Local: Amway Center

Onde assistir: NBA League Pass

Após vencer o Miami Heat na última quarta-feira (25), o San Antonio Spurs segue na Flórida para enfrentar o Orlando Magic. A equipe de Gregg Popovich, que está no meio de uma série de quatro jogos longe do AT&T Center, tenta manter a invencibilidade na temporada regular enfrentando um dos times que mais está surpreendendo até agora, ocupando a liderança da Conferência Leste. Mesmo sem poder contar com Kawhi Leonard e Tony Parker, o alvinegro tem em Dejounte Murray e LaMarcus Aldridge suas duas armas para frear o início explosivo dos adversários. Em contrapartida, os mandantes já tiveram dois jogadores que anotaram 41 pontos nesta temporada: Aaron Gordon e Nikola Vucevic, ambos contra o Brooklyn Nets, mas em noites diferentes. A baixa do lado texano fica por conta de Joffrey Lauvergne, que torceu o tornozelo na vitória sobre o Toronto Raptors e não atuou no triunfo sobre o Miami Heat. Os exames médicos descartaram fraturas, mas o pivô francês continua com dores o bastante para afastá-lo por mais uma noite. Com isso, David Bertans deve ganhar alguns minutos de quadra.

PG – Dejounte Murray

SG – Danny Green

SF – Kyle Anderson/Rudy Gay

PF – LaMarcus Aldridge

C – Pau Gasol

Fique de Olho – Gregg Popovich tem a fama de recuperar atletas em baixa na NBA, e Rudy Gay não é uma exceção à regra. O ala, que já chegou a integrar a seleção dos Estados Unidos, chegou ao Spurs com certa desconfiança. Vindo do banco, seu desempenho tem agradado até agora. O jogador tem médias de 14,8 e quatro rebotes em 26 minutos por exibição na temporada. Sem Kawhi Leonard, machucado, é boa opção entre os reservas.

PG – D.J. Augustin

SG – Evan Fournier

SF – Terrence Ross

PF – Aaron Gordon

C – Nikola Vucevic

Fique de Olho – Orlando Magic e Golden State Warriors são os únicos times com três jogadores com uma média de pelo menos 20 pontos. Na Flórida, Evan Fournier é um deles. Comparado aos seus números na carreira, o francês elevou seu desempenho nesta temporada. Suas médias, que eram de 1,.4 pontos, neste ano subiram para 21,5 pontos, 4,8 rebotes e quatro assistências por exibição. Vale destacar os 28 pontos, seis rebotes, quatro assistências e três roubos que anotou no último compromisso do time, contra o Brooklyn Nets.

Spurs (4-0) @ Heat (2-2) – Ainda Invictos

117×100

O San Antonio Spurs iniciou a sua série de quatro partidas fora de casa contra o Miami Heat, e apesar de alguns problemas, saiu vitorioso ao bater o adversário pelo placar de 117 a 100, nessa quarta-feira (25). Veja, a seguir, os principais destaques da partida:

Aldridge, mais uma vez, foi o cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Partida atípica

O Spurs teve bastante dificuldade para manter o ritmo durante o jogo e diversas vezes não conseguiu administrar a vantagem construída. Apesar de permitir que o Heat encostasse no placar, o time texano aliou experiência e defesa e se manteve na liderança, garantindo a vitória.

Rudy Gay fez grande partida (Reprodução/nba.com/spurs)

Minutos importantes

Dejounte Murray teve sua partida mais discreta na temporada e registrou apenas três rebotes e três assistências, sem nenhum ponto, com seis erros nos arremessos de quadra. Seu companheiro Kyle Anderson, por outro lado, teve uma excelente desempenho, com 12 pontos e dez rebotes, um duplo-duplo expressivo. Os dois garotos aproveitam ao máximo os minutos recebidos com as ausências de Tony Parker e Kawhi Leonard, e todo esse tempo de jogo junto com o time titular é crucial para o desenvolvimento dos dois, que têm enorme potencial.

Manu Nostálgico

Manu Ginobili teve outra atuação excelente e mais uma vez mostrou sua capacidade de atuar em alto nível, mesmo com a idade avançada. O argentino cortou e atacou a cesta muito bem e criou boas oportunidades para seus companheiros, além de ter acertado duas bolas de três pontos cruciais para garantir a vitória.

O ala-armador terminou a partida com 14 pontos, três rebotes e uma assistência, com um aproveitamento de 50% nos arremessos de quadra e 40% nas tentativas de longa distância.

Mostrando serviço

Rudy Gay, mais uma vez, apareceu bem na partida e foi o líder da segunda unidade. A contratação deixou certa parte da torcida com um pé atrás, mas o ala mostrou, nos últimos jogos, mudança de postura e vontade de se adaptar ao time, colaborando para o sucesso. Contra o Heat, foram 22 pontos, quatro assistências, três rebotes e duas roubadas de bola, com 75% de aproveitamento nos arremessos de quadra para o reforço do Spurs.

Investimento bem feito

LaMarcus Aldridge mais uma vez liderou o Spurs e teve seu primeiro jogo de 30 pontos nessa temporada. O ala-pivô teve ótima atuação e abusou dos pivôs do Heat, que, sem poder contar com Hassan Whiteside, não conseguiu parar o jogador. Foram 31 pontos, sete rebotes e um toco, com 60% de aproveitamento nos arremessos de quadra. O astro está com atuações dignas da renovação recebida, e isso é um ótimo sinal para a torcida do alvinegro.

Destaques da partida:

San Antonio Spurs:

LaMarcus Aldridge – 31 pontos e 7 rebotes

Rudy Gay – 22 pontos, 4 assistências, 3 rebotes e 2 roubos

Manu Ginobili – 14 pontos e 3 rebotes

Kyle Anderson – 12 pontos e 10 rebotes

Miami Heat:

Tyler Johnson – 23 pontos e 3 assistências

James Johnson – 21 pontos, 9 rebotes e 4 assistências

Goran Dragic – 20 pontos

Spurs manda Tony Parker para a G-League

O San Antonio Spurs anunciou na manhã dessa quarta-feira (26) que o armador Tony Parker irá integrar a lista de jogadores inscritos para participar do training camp do Austin Spurs, time da G-League, a liga de desenvolvimento da NBA, filiado à franquia texana.

Machucado, Parker vai treinar em Austin (Reprodução/nba.com/spurs)

O armador sofreu uma lesão no tendão do quadríceps da perna esquerda ainda nos playoffs da temporada passada e só voltou a participar de treinos com contato neste mês. A intenção é que Parker apenas participe dos treinos em Austin e não chegue a jogar pela G-League.

É esperado que Parker, por conta do longo período em que ficou afastado, participe dos treinamentos apenas para recuperar sua forma física. O armador, porém, deve retornar à equipe apenas no fim de novembro, pois Popovich não quer agravar a lesão. Por isso, o técnico pretende esperar a recuperação total do tendão da perna esquerda do francês.

Os treinos serão no AT&T Center durante a sequência de quatro jogos fora de casa do Spurs.

Parker irá para a sua 18ª temporada na NBA. Na carreira, o armador possui médias de 16,2 pontos e 5,8 assistências por exibição, além de possuir um prêmio de MVP das Finais.

 

Spurs (3-0) @ Heat (2-1) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Miami Heat – Temporada Regular

Data: 25/10/2017

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: American Airlines Arena

Onde assistir: ESPN e NBA League Pass

O San Antonio Spurs começou a temporada com o pé direito e, após três vitórias consecutivas, dá início a uma série de quatro partidas fora de casa contra times da Conferência Leste. O primeiro desafio é na Flórida, contra o Miami Heat, que apesar de tropeço em seu primeiro jogo vem de duas vitórias seguidas. Kawhi Leonard e Tony Parker ainda são desfalques para os texanos, enquanto os mandantes não contarão com Hassan Whiteside e, talvez, Dion Waiters.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Dejounte Murray

SG – Danny Green

SF – Kyle Anderson

PF – LaMarcus Aldridge

C – Pau Gasol

Fique de Olho – Apesar de o cestinha do Spurs ser LaMarcus Aldridge, o jogador com as performances mais importantes e inesperadas é Dejounte Murray. O armador quer aproveitar a chance como titular e deve mais uma vez ser protagonista na criação de jogadas. Até aqui, o jovem tem médias de 13,3 pontos, 9,7 rebotes e 4,7 assistências em 26,7 minutos por partida.

PG – Goran Dragic

SG – Dion Waiters/Wayne Ellington

SF – Josh Richardson

PF – James Johnson

C – Jordan Mickey

Fique de Olho – Com a participação de Dion Waiters ainda incerta, Wayne Ellington pode ter a chance de mostrar serviço na ausência de seu companheiro. Em sua última partida, contra o Atlanta Hawks, o ala atuou por 24 minutos e registrou 20 pontos, dois rebotes e duas assistências.

Spurs (3-0) vs Raptors (2-1) – Invencibilidade intacta

 

101×97

O San Antonio Spurs recebeu o Toronto Raptors nessa segunda-feira (23), em partida de duas equipes até então invictas na temporada. Mesmo sem dois de seus principais jogadores – Kawhi Leonard e Tony Parker, que estão no departamento médico – o time texano venceu os visitantes por 101 a 97 com ótimo desempenho do quinteto titular. Veja, a seguir, os destaques do duelo:

Em destaque, os quatro protagonistas da vitória do Spurs sobre o Raptors (Reprodução/NBA Twitter)

Sem Parker e Leonard, sem problemas

Nesta temporada, o Spurs ainda não pôde contar com dois de seus principais jogadores, mas o técnico Gregg Popovich não vê isso como um problema. Pelo contrário: os desfalques são tidos como oportunidades para outros atletas mostrarem trabalho. Sem Leonard, LaMarcus Aldridge passou a ser o protagonista da equipe. E, ao contrário do que aparentou nas últimas temporadas, o ala-pivô demonstra estar se sentido à vontade com a responsabilidade. O camisa #12 foi responsável por 20 pontos, oito rebotes e três assistências na vitória sobre o Raptors. Nas três partidas até agora, ele apresenta médias de 24,3 pontos e 9,3 rebotes por exibição.

Sem Parker, Murray aproveita os minutos (Reprodução/NBA Twitter)

Outro que tem agradado e ganhado tempo de quadra sem Parker é Dejounte Murray. Sem o francês, o jovem se tornou o titular na criação de jogadas da equipe. O armador vem surpreendendo e colecionando elogios, tanto por parte da imprensa como de torcedores e pessoas internas na franquia texana.

“Eu só quero ganhar. Eu tenho essa vontade dentro de mim, está no meu DNA. Eu simplesmente faço qualquer coisa para vencer. Se eu não marcar ponto, eu vou atrás do rebote. Se eu não pegar o rebote, eu vou tentar facilitar ou vou tentar defender intensamente. Isso é o tipo de coisa que você tem que ter”, disse Murray, que terminou a partida com 16 pontos, 14 rebotes e seis assistências, em declaração após o jogo.

Tá saindo da jaula o monstro!

Não é de hoje que a relação entre Serge Ibaka e Aldridge não é boa. Os pivôs se estranharam restando 3:40 para o fim do último quarto e levaram falta técnica após empurra-empurra contido pela turma do “deixa disso”. Os dois permaneceram em quadra.

Sorte do Spurs. Logo em seguida, em bela jogada individual, Aldridge deixou Ibaka para trás e conseguiu uma cesta e arremesso de bonificação a poucos momentos do fim. O pivô do Raptors acabou caindo e cometendo sua sexta e derradeira falta no jogo. O ala-pivô do alvinegro, por outro lado, comemorou com euforia e gritou olhando o adversário caído ao chão.

Erros e mais erros

Esta foi a partida em que o Spurs mais cometeu turnovers até agora na temporada. Ao todo, foram 20 desperdícios de bola, contra 14 dos oponentes. Apesar disso, a equipe conseguiu administrar o placar e não teve grandes problemas. No entanto, é preciso ficar de olho. Vacilar com equipes como o Golden State Warriors e Houston Rockets, por exemplo, pode custar caro no fim das contas. Nesta segunda-feira, foram quatro somente nos quatro minutos iniciais. A média nos primeiros jogos da campanha era de apenas 11 erros do tipo.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 20 pontos, 8 rebotes e 3 assistências

Danny Green – 17 pontos, 8 rebotes e 5 tocos

Dejounte Murray – 16 pontos, 14 rebotes e 6 assistências

Rudy Gay – 11 pontos e 5 rebotes

Kyle Anderson – 10 pontos e 4 rebotes

Toronto Raptors

DeMar DeRozan – 28 pontos, 4 assistências e 3 roubos de bola

Serge Ibaka – 13 pontos e 4 rebotes

CJ Miles – 13 pontos

Jakob Poeltl – 10 pontos e 12 rebotes