Spurs (2) @ Rockets (2) – A chuva

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif104×125

O San Antonio Spurs esteve novamente no Toyota Center, dessa vez para a quarta partida da série válida pelas semifinais da Conferência Oeste, contra o Houston Rockets, nesse domingo (7),  e saiu derrotado pelo placar de 125 a 104. Agora, com quatro jogos disputados, o confronto está empatado em 2 a 2. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Spurs não teve resposta para Harden (Bill Baptist/NBAE via Getty Images)

Chuva de três

Se existe algo que vem definindo a série é a quantidade de bolas de três acertadas pela equipe de James Harden. Enquanto na primeira partida e na quarta o Rockets acertou 44,1% dos tiros do perímetro e venceu com folga, em contrapartida nos jogos 2 e 3 o time de Houston converteu 31,6% e foi derrotado com facilidade. O termômetro da semifinal do Oeste é o número de tiros de longa distância que os comandados de Mike D’Antoni acertam. Nesse domingo, foram 19 cestas do tipo, contra apenas sete do alvinegro de San Antonio.

Simmons se destacou (Jesse D. Garrabrant/NBAE via Getty Images)

Transição defensiva

“Se você tivesse visto clipes da nossa transição defensiva, você teria trocado todos os jogadores e me demitido”. Essa foi a frase de Gregg Popovich ao ser questionado sobre a atuação de sua equipe após o jogo. Cometendo muitos turnovers e não recompondo defensivamente da maneira correta, o Spurs sofreu com a correria e com os passes em transição do Rockets, que mantinha a desorganizada defesa alvinegra correndo atrás da bola no perímetro até encontrar um jogador mais livre para o arremesso.

Banco por banco

Se existe algo que o Spurs geralmente pode se orgulhar é de seu banco, um dos melhores da liga. Muitas partidas da equipe são vencidas com atuações de Patty Mills, Manu Ginobili ou de algum outro reserva, como Jonathon Simmons. Entretanto, o Rockets vem mostrando que sua segunda unidade não fica atrás, principalmente na produção ofensiva.

Enquanto, na série, em quatro jogos, o banco alvinegro manteve média de 41,5 pontos por exibição, o do rival registra 35, diferença de só 6,5 pontos por duelo. Com Nenê, Lou Williams e Eric Gordon, os dois últimos bons arremessadores do perímetro, o ritmo ofensivo é mantido mesmo quando James Harden descansa, principalmente nas bolas de três.

Próximo compromisso

O Spurs volta a jogar nesta terça-feira (09), em casa, pelo quinto jogo da série.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Jonathon Simmons – 17 pontos e 4 rebotes

Kawhi Leonard – 16 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

LaMarcus Aldridge – 16 pontos e 5 rebotes

Patty Mills – 10 pontos e 5 assistências

Houston Rockets

James Harden – 28 pontos, 12 assistências e 5 rebotes

Eric Gordon – 22 pontos

Trevor Ariza – 16 pontos, 6 rebotes e 5 assistências

Ryan Anderson – 13 pontos e 4 rebotes

Anúncios

Sobre Vinicius Nordi Esperança

Mestrando da UFSCar. Desenvolvedor web. Spursnático e Palmeirense sofredor. email: viniciusnordiesperanca@gmail.com

Publicado em 08/05/2017, em Playoffs 2017, Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. raphaelcastrosouza

    Você percebe de cara que a coisa vai desandar quando o pior defensor deles, o barba, marca o Gasol e este não consegue se impor, fala sério, nas situações que o barba teve que marcar o Algridge os pontos foram capitalizados. Fora isso não teve muito o que fazer com essa quantidade de bolas de 3 certas. Gasol até melhorou na defesa, mas se não consegue pontuar é melhor deixar o Deadmon em quadra. Não sei se é orientação do pop, mas quando ele pega na bola nem olha para o aro mesmo na linha de lance livre e sendo marcado pelo barba. Agora quem vencer o próximo jogo provavelmente passará.

  2. O título deveria ser: ” Um flerte absoluto com a eliminação”!
    Na minha opinião a equipe não entrou para vencer e sim com o regulamento debaixo do braço para ver no que ia dar.
    NBA não é como o futebol, que é um jogo lento, permitindo tempo de sobra para uma recuperação.
    Há mais de 20 anos, os Spurs apresenta o mesmo problema de sempre, que é se acomodar com vantagens adquiridas. Ginobili disse que o jogo 5 será o jogo 7, mas creio que se ele fosse mais inteligente, saberia que o jogo 4 que foi o jogo 7. Se os Spurs ganhasse asseguraria uma vaga virtual na final, podendo fechar a série mais tranquilo. Agora como perdeu vai para um sufoco e pressão em casa, para ter mais desgastes e chegar em jogo 6 ou 7, totalmente exausto.

    Quem agradece é Golden State, que nada a braçadas e torce para que seu advserário chegue arrasado!!!

  3. Pois eh, gasol muito mal, ginobli irregular ..
    Spurs com jogadas individuais, parou de fazer aquela rotação que consagrou o time.
    Muitos erros bobos, passes, turnover .. enfim
    esperar p ver
    Precisamos de um excelente armador p ano q vem
    Cp3 ou WB ?

  1. Pingback: Spurs (2) vs. Rockets (2) – Semifinal do Oeste | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (3) vs. Rockets (2) – | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (3) vs. Rockets (2) – No sufoco | Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (3) @ Rockets (2) – Semifinal do Oeste | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s