Spurs (1) vs. Rockets (1) – Na mesma moeda

 

121×96

Após perder o jogo 1 por 27 pontos, o San Antonio Spurs recebeu recebeu novamente o Houston Rockets nesta quarta-feira (3), pela semifinal da Conferência Oeste, e derrotou o rival texano por 121 a 96. Apesar da vitória, o destaque negativo fica por conta da lesão de Tony Parker, que está fora do resto da temporada. Confira, a seguir, como foi o duelo:

Leonard e Parker foram os principais pontuadores da equipe (Mark Sobhani/NBAE via Getty Images)

Más notícias primeiro

Uma das piores coisas que poderiam acontecer ao Spurs nestes playoffs ocorreu nessa quarta. Ao executar um arremesso de dentro do garrafão, Tony Parker caiu de mau jeito e teve de ser retirado de quadra pelos companheiros. Momentos mais tarde foi divulgado pela equipe que o armador não voltaria mais para o jogo. Segundo Gregg Popovich, a situação era feia.

Dito e feito. Parker precisará por cirurgia e não volta mais às quadras nesta pós-temporada. O armador francês rompeu tendão do quadríceps na queda, que ocorreu na metade do último quarto. De acordo com o jornalista Michael C. Wright, da ESPN americana, o atleta passou por exames de ressonância e precisará ser operado. A franquia de San Antonio divulgou um comunicado oficial na tarde desta quinta-feira oficializando a informação.

Parker já tem 34 anos e há quem afirme que seu afastamento das quadras pode ser definitivo. O armador terminou o jogo com 18 pontos e quatro assistências, atingindo também a marca de 4.000 pontos na carreira e, ao lado de LeBron James, se tornou o único jogador a atingir tal marca somada à de mil assistências nos playoffs. Confira o lance aos 1:55 do resumo abaixo.

Dejounte Murray e Patty Mills são os cotados para assumir a vaga de Parker no time.

Gasol dominou os rebotes (Mark Sobhani/NBAE via Getty Images)

O jogo

Não há quem não ficou mordido ou preocupado diante da atuação da equipe no primeiro jogo contra o Rockets. Afinal, perder de 27 pontos em casa não é algo que se vê todo dia. Até Tim Duncan, astro recém aposentado, foi visto nos treinos tendo uma conversa particular com o ala-pivô LaMarcus Aldridge.

A equipe pareceu que acordou do pesadelo do dia 1º de maio, abrindo logo no início 30 a 5 no placar. Muito disso por conta da defesa aplicada em James Harden, que praticamente foi anulado. Foi na terceira parcial que o alvinegro conseguiu abrir sua maior vantagem na partida até então. Mas foi também quando o Barba resolveu aparecer para o jogo. Pelo lado do Spurs, o ala-armador Jonathon Simmons voltou a apresentar bom desempenho na parcial, ajudando o time.

No último quarto, Harden e Leonard começaram no banco, mas logo vieram à quadra. Como no resto da partida, o ala do Spurs prevaleceu sobre o rival.

Ryan Anderson foi o encarregado da pontuação do time de Houston em noite em que seu principal cestinha havia sido anulado. Mas não foi o bastante para colocar a equipe no jogo.

No geral, a equipe de San Antonio mostrou o que se espera de um time comandado por Gregg Popovich. O jogo não ficou apenas centrado em Leonard. Foram utilizadas movimentações sem bola, trabalho coletivo e passes precisos que culminaram em cestas. Até então, o Rockets havia marcado pelo menos 100 pontos em todos os jogos de playoffs deste ano.

Defesa!

Já dizia o sábio: ataque vence jogo, defesa vence campeonato. Todos os atletas marcados por Kawhi Leonard na primeira metade de partida não pontuaram quando defendidos pelo astro do Spurs. Vale destacar também o volume de jogo do Rockets, que ficou mais distribuído graças à forte marcação do ala em Harden, que teve atuação bem abaixol, anotando apenas 13 pontos e convertendo somente três dos 17 arremessos de quadra que tentou.

Destaque também para o empenho defensivo de Pau Gasol. O pivô vinha de atuações bem abaixo do esperado, mas conseguiu se redimir e, apesar de fazer apenas seis pontos, contribuiu com 13 rebotes, sendo sete defensivos, e quatro tocos. Para os problemas que Popovich tem de encontrar um companheiro à altura de Aldridge, esta foi uma boa solução.

Próximos duelos

Confira abaixo o calendário de confrontos da série entre Spurs e Rockets:

01/05/2017 – Spurs 99 vs 126 Rockets
03/05/2017 – Spurs 121 vs 96 Rockets
05/05/2017 – Spurs @ Rockets
07/05/2017 – Spurs @ Rockets
09/05/2017 – Spurs vs Rockets
11/05/2017 –  Spurs @ Rockets (se necessário)
14/05/2017 – Spurs vs Rockets (se necessário)

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 34 pontos, 8 assistências, 7 rebotes e 3 roubos de bola

Tony Parker – 18 pontos, 4 assistências e 3 rebotes

LaMarcus Aldridge – 15 pontos, 8 rebotes e 2 tocos

Jonathon Simmons – 14 pontos

Danny Green – 12 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Houston Rockets

Ryan Anderson – 18 pontos e 8 rebotes

Eric Gordon – 15 pontos e 3 rebotes

Clint Capela – 14 pontos e 3 rebotes

James Harden – 13 pontos, 10 assistências e 7 rebotes

Patrick Beverley – 12 pontos e 3 assistências

Anúncios

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Também é redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 04/05/2017, em Playoffs 2017, Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 12 Comentários.

  1. Carlos Antunes

    E agora meus amigos, como esse time vai se virar sem o francês?? Quando o cara consegue uma sequência de jogos no mais alto nível, vem o pior. Que merda viu?? Ele nunca teve um corpo muito resistente, pelo contrário, sempre foi muito frágil, e não tem jeito, a idade chega pra todos e vai ficando cada vez mais difícil… alguns conseguem prolongar um pouco mais a carreira, outros não. É uma pena… uma tristeza enorme! Pra alguns leitores que pediam por B. Forbes e o D. Murray no lugar dele antes de se machucar, tá aí, ótima oportunidade pra ver.
    Infelizmente, na minha opinião, será o fim da linha… resta desfrutar mais alguns jogos antes da pausa até outubro. Boa sorte aos meninos que vão entrar e tomara que pelo menos mostrem alguma coisa com que possamos nos animar pro futuro.

    • Muito otimismo e pessimismo ao mesmo tempo jovem. Parker não conseguiu uma sequência jogando no mais alto nível, fez bons jogos intercalando com jogos horríveis, em nenhum momento foi regular. A tristeza que fica é que nesses bons jogos ele ajudou muito, mas não se sabe quando eles podem acontecer.

      Mesmo sem Parker ou qualquer outro jogador à exceção de Kahwi, o Spurs pode vencer o rockets.

      Murray jogou como um gigante contra o cavs em Cleveland, depois, Pop sacou ele. Acho que ele não jogará. Pop colocará alguém improvisado ou o próprio Ginobili pra armar.

      O que não pode acontecer é o grupo se abater e achar que não vai dar sem Parker. Nem entrar mal no primeiro período como fez no primeiro jogo e em 80℅ dos jogos da temporada regular, porque se eles abrirem larga vantagem não vai dar pra tirar de novo.

  2. Empatamos a serie, jogo 2 mudou de figura e melhoramos bastante.
    Agora que veremos que Spurs eh esse sem Tony Parker ..
    De qq forma, tentaremos vencer uma lá em houston e vencer as restantes em casa

  3. Alex Santos

    A verdade é que Parker vinha bem nos últimos jogos desda a rodada contra Memphis agora tem ginobili e mills como armadores hora de chmar a responsabilidade

  4. O engraçado que teve gente xingando o Tony durante toda temporada e agora estão aqui lamentando kkkkkkkkkk. Hipocrisia?
    Eu não vejo como um problema, Tony Parker contribuía bastante, mas nada que o menino Murray e Mills não possam PROPORCIONAR.
    Temos que confiar nos substitutos e ter a certeza de que Houston e Warriors não são este bicho papão que se pinta e que depende muito de nós.
    O Oeste é muto selvagem, vc se mata para passar do jogo físico do Memphis, aí pega um Houston dinamico, cheio de bolas de três, depois ainda tem que pegar o melhor trio da NBA atual, cheio de infiltrações e chutes espetaculares.
    No Leste, CAVS nada de braçadas contra babas como Boston, Wizards, Raptors, Pacers e etc…
    GO SPURS GO!!!!

  5. Caio Rosso

    Acho q com essa contusao é certeza q o CP3 vai vir para o Spurs na proxima temporada,Ñ só pela contusao mas sim tbm pela saida do P.Mills que acho q vai ocorrer por ele ser FA.

    • Gostaria que viesse o CP3, mas tem o CAP, não está claro a vontade dele de sair do LAC.
      Acho mais provável o retorno do George Hill.

  1. Pingback: Spurs (1) @ Rockets (1) – Semifinal do Oeste | Spurs Brasil

  2. Pingback: Como fica a rotação sem Tony Parker? | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (2) @ Rockets (1) – Semifinal do Oeste | Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (2) vs. Rockets (2) – Semifinal do Oeste | Spurs Brasil

  5. Pingback: Spurs (3) @ Rockets (2) – Semifinal do Oeste | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s