Spurs (4) @ Grizzlies (2) – Próxima parada: Houston

 

103×96

O San Antonio Spurs voou até o Tennessee e encerrou a série com o Memphis Grizzlies pela primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste ao vencer o oponente por 103 a 96, na noite dessa quinta-feira (27). Na próxima fase, os comandados de Gregg Popovich têm pela frente o Houston Rockets, rival texano. Confira, a seguir, os destaques do duelo:

Respeito mútuo entre Carter e Parker, fundamental no jogo (Joe Murphy/NBAE via Getty Images)

O jogo

A derradeira partida foi acirrada do começo ao fim. Ora o Grizzlies abria dez pontos, ora o Spurs abria sete ou oito de vantagem. Tony Parker anotou 15 ainda na primeira metade, enquanto Mike Conley era quem mais dava trabalho do outro lado. Logo no início, as duas equipes cometeram bastante turnovers, o que proporcionava pontos fáceis do outro lado.

Houve certo domínio do Grizzlies antes e pouco depois da volta dos vestiários. No fim do terceiro quarto, com lance de quatro pontos de Manu Ginobili, o Spurs conseguiu passar à frente mais uma vez. A equipe texana chegou a perder por dez pontos de diferença, mas conseguiu uma sequência de 15 a 0 na segunda metade do terceiro período.

Kawhi Leonard, mesmo com forte marcação, conseguiu achar espaço e construir importantes jogadas individuais, colocando o time no jogo. No último quarto, o Grizzlies ficou na liderança por boa parte da parcial, até que o Spurs conseguiu se recuperar quando o ala decidiu colocar a bola debaixo do braço e começou a ditar o ritmo. Sob o comando de seu astro, o time texano obteve uma corrida de 15 a 4, fundamental para a construção do resultado final.

Leonard brilhou de novo (Joe Robbins/NBAE via Getty Images)

O que fica de lição

O Spurs venceu o jogo e passou para a próxima fase. Mas, ainda há lições para se tirar mesmo na vitória e ajustes que devem ser feitos, como o jogo de garrafão. O ala-pivô LaMarcus Aldridge precisa de uma dupla que o ajude a pontuar na área pintada e brigar pelos rebotes. Popovich testou Dewayne Dedmon, titular nos jogos 1, 2 e 3, e David Lee, titular a partir do jogo 4, além de usar Pau Gasol no decorrer de todas as partidas. Nenhum conseguiu convencer 100%.

Lee é quem foi melhor e talvez seja o mais técnico entre eles. No jogo 6, não teve medo de disputar bolas no garrafão contra os adversários. Gasol, por sua vez, já teve dias melhores na liga. No último confronto da série, o pivô espanhol não conseguiu converter nenhuma cesta e contribuiu apenas com quatro rebotes nos 20 minutos em que esteve em quadra.

Ainda que nos números o Spurs tenha dado uma lavada sobre o Grizzlies, os rebotes do adversário ficaram muito concentrado na dupla de pivôs.

No fim das contas, foram 46 rebotes texanos, contra 28 da equipe de Memphis.

Obrigado, Vince Carter

Jogador mais velho da liga, Vince Carter atuou no jogo 6 como se os 40 anos de idade não importassem. E, de fato, não incomodaram. Até briga com Leonard Carter arrumou. O ala aguentou a responsabilidade de ser titular e, logo no primeiro quarto, causou bastante estrago à defesa de Gregg Popovich. Ainda não há informações a respeito do futuro do astro, mas é bem possível que esta tenha sido sua partida de despedida das quadras.

Lance livre ganha jogo

E, nesse caso, ganha série de playoff também. É possível dizer que, ao errar o terceiro lance livre após acertar os dois primeiros restando poucos segundos para o fim, Mike Conley decretou a vitória texana. O lance ainda rendeu um contra-ataque rápido com bandeja e mais dois pontos para Tony Parker, que abriu vantagem de seis pontos para o Spurs.

Além do destaque negativo para Conley, fica o positivo para Leonard. O ala foi praticamente impecável em toda a série, tendo convertido 9-9 no jogo 1, 19-19 no jogo 2, 4-4 no jogo 3, 8-8 no jogo 4, 7-8 no jogo 5 e 12-13 no jogo 6. Ou seja, foram 59 arremessos de um ponto convertidos em 61 tentativas do astro do alvinegro, aproveitamento de 96,7%.

Próxima parada: Houston

01/05/2017 – San Antonio Spurs vs Houston Rockets, às 22h30
03/05/2017 – San Antonio Spurs vs Houston Rockets, às 22h30
05/05/2017 – San Antonio Spurs @ Houston Rockets, às 22h30
07/05/2017 – San Antonio Spurs @ Houston Rockets, às 21h
09/05/2017 – San Antonio Spurs vs Houston Rockets (se necessário)
11/05/2017 – San Antonio Spurs @ Houston Rockets (se necessário)
14/05/2017 – San Antonio Spurs vs Houston Rockets (se necessário)

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 29 pontos, 9 rebotes, 4 assistências e 3 roubos de bola

Tony Parker – 27 pontos e 4 assistências

LaMarcus Aldridge – 17 pontos e 12 rebotes

Patty Mills – 10 pontos

Memphis Grizzlies

Mike Conley – 26 pontos e 5 assistências

Marc Gasol – 18 pontos, 6 assistências e 5 rebotes

Zach Randolph – 13 pontos e 11 rebotes

Vince Carter – 12 pontos e 4 rebotes

James Ennis – 11 pontos e 3 rebotes

Anúncios

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Também é redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 28/04/2017, em Playoffs 2017, Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. Achei o Memphis um ótimo teste.. Uma das melhores defesas da nba. Só que concordando com o texto acima falta algum companheiro pra aldrigde.. Lee se esforçou e jogou bem os jogos.. E o Green precisa melhorar.. Sua defesa está ótima no perímetro.. Mas está muito inconstante nas bolas de 3.. Sendo assim pop finalizou muito dos jogos com Parker e Mills juntos.. Apesar de tudo.. Go spurs.. Vamos tentar.. Pq não é impossível. Obs. Ótimo ver o Parker assim.. Leonard. Que homem.. E aldrigde apesar não está indo bem o ofensivamente.. Se esforçou além do normal na defesa.

  2. Muito boa serie do Parker. Média de 16 pontos! Amargos irão chamar isso de sorte e coisa de leitor de Box Score. Chegamos onde era obrigação, agora continuar a briga pela final.

  3. Carlos Antunes

    E o Tony Parker hein?? Esse cara nos enganou a temporada inteira, e agora apresentando esse nível de performance?? Que lambisgoia!! Vi até uma estatística que a NBA deu, que essa seria a melhor porcentagem da carreira em playoffs de FG% do francês, (78,6% de aproveitamento)… Acordou pra vida!! Tomara que continue assim, pq se não fosse ele, não teria passado. Que time encardido esse Memphis!!
    Gostei da participação do Lamarcus na série. Se desgastou demais na marcação dos dois pivôs, mas mesmo assim contribuiu com rebotes e pontos.. mostrou até uma surpreendente raça em alguns momentos.
    Destaque negativo na minha opinião, o Gasol mais velho, apagado, displicente, sem confiança… Triste!

    • Carlos, o Tony Parker não enganou ninguém durante a temporada. Ele tem 34 anos e o sistema ofensivo do Pop já não o coloca como playmaker principal, posto que Kawhy e Aldridge assumiram. Ou seja, ele arremessa muito menos do que arremessava e infiltra menos do que infiltrava. Não é tanto uma questão de qualidade , é que ele participou menos do jogo nesta temporada. Não há problema algum nisso: é uma questão geracional, de passar o bastão mesmo, coisa que ele, Ginobili e Duncan fizeram com enorme dignidade.

      Isso não significa que ele seja “imprestável, defunto, ex-jogador”, etc, muito pelo contrário. Continua tendo um controle de bola fantástico, sabe absolutamente tudo sobre ritmo de jogo (cadenciar ou acelerar as posses), tem um arremesso de média distância muito acima da média e em geral erra muito pouco (o ass/to dele é um dos melhores da liga). Nunca foi bom defensor (mas é esperto, não erra rotação nem nada) e não vai mais infiltrar loucamente a cada posse de bola, mas não é à toa que o Pop ainda o mantém no time titular.

      Spurs tem muito poder de fogo. Grizzlies se preocupou bastante com Leonard e Aldridge. Sobrou espaço pro Parker e ele correspondeu, como sempre fez (e me parece bem óbvio que jogadores mais velhos dessa categoria TEM SIM um “modo playoff” e se poupam/são poupados na temporada regular). Enfim, transmitimos o recado para os próximos adversários: se dobrarem no Leonard sempre, outro irá puni-los. Não somos o Thunder!

      • Carlos Antunes

        Oi Carol.. acho suas análises precisas, mas só queria deixar claro que quando eu disse que “esse cara nos enganou o ano inteiro”, não falei de uma forma pejorativa, até escrevi “lambisgoia” pra da uma descontraída… rsrs…
        Lógico que a idade pesa e seria injusto da minha parte esperar as mesmas atuações de 10 anos atras. TP9 foi um dos maiores jogadores que eu vi jogador nessa posição.
        Eu disse “enganou” pq ele realmente me enganou mesmo, ele deu uma segurada pra chegar bem onde realmente importa, se poupou, e é ótimo que ganhemos mais um pra ajudar na pontuação… pensei que realmente era ladeira abaixo!! Surpresa maravilhosa ver ele atuando assim!!

      • Pode crer!! Justíssimo!

  4. Tony parker jogou muito bem essa serie contra o Menphis Ta ai a resposta em quadra
    Nos ajudou muito nesse ultimo.jogo.principalmente p fechar a serie !!
    De todos, acho q o gasol eh o q está mais abaixo da media ..nenhum lance de tecnica ..faz o basico só …
    Tomara que ginobli cresça tb
    Vamos ver agora contra houston..

  5. raphaelcastrosouza

    Foi uma partida dura digna de playoffs. O Parker jogou bem sim essa série, tomara que continue com essa vontade, vejam as últimas 2 temporadas, 3 com essa, que ele vinha mal e não tem desculpa de não ser mais pontuador, pois vide o Duncan que não era mais a chave do ataque, contudo era fundamental na defesa. Agora vem outra pedreira com o barba jogando muito. Penso que o Dedmon será importante na disputa pelos rebotes ofensivos, visto que o Rockets coleta vários. E com uma defesa forte o barba pode dar aqueles vários turnovers, cabe ao Spurs aproveitá-los.

    • Mas o Duncan SEMPRE foi exímio defensor, era uma de suas principais características. Parker nunca foi bom defensor.

  1. Pingback: Prévia de Spurs x Rockets – Semifinal do Oeste | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (0) vs Rockets (0) – Semifinal do Oeste | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s