Spurs (2) @ Grizzlies (1) – Noite desfavorável

 

94×105

Após vencer em casa os dois primeiros jogos da série, o San Antonio Spurs viajou até o Tennessee e foi derrotado pelo Memphis Grizzlies nesta quinta-feira (20) por 105 a 94. O técnico adversário, David Fizdale, optou por reintegrar aos titulares o ala-pivô Zach Randolph, fator fundamental para a construção do resultado. Confira, a seguir, os destaques do duelo:

Zach Randolph voltou ao quinteto titular do Grizzlies (Foto: Reprodução/NBA Twitter)

O feitiço, contra o feiticeiro

Decidido a provar o valor do Grizzlies em casa, o técnico David Fizdale fez duas alterações no time titular: tirou Wayne Selden e JaMychal Green e colocou James Ennis e Zach Randolph. A titularidade do ala-pivô foi de vital importância por um simples motivo: com ele em quadra, LaMarcus Aldridge e Dewayne Dedmon foram obrigados a atacar a cesta de longe.

A presença de Z-Bo também dificultou as infiltrações de Kawhi Leonard e Tony Parker. Isso fez com que a equipe tivesse maior controle das cestas do Spurs na defesa, enquanto no ataque Randolph contribuía taticamente com arremessos embaixo do com aro e movimentações que permitiam com que Marc Gasol, por exemplo, arriscasse chutes de longa distância.

Mas, apesar de controlar o jogo ainda no início e não deixar com que o Spurs deslanchasse, o grande triunfo foi mesmo no terceiro quarto, quando a equipe conseguiu abrir boa vantagem, o que obrigou a Gregg Popovich mudar todos os cinco jogadores que estavam em quadra. Não adiantou. O time mandante conseguiu abrir 18 pontos, sendo que, até então, nenhuma das equipes tinha conseguido abrir mais do que seis pontos. A intensa defesa fez com que Kawhi Leornad tivesse atuação abaixo do esperado, com mérito para o empenho do Grizzlies.

Dedmon teve dificuldades (Joe Murphy/NBAE via Getty Images)

Manu histórico

Ao entrar em quadra nesta quinta-feira (20), Manu Ginobili chegou à marca de 200 jogos de playoffs. É a primeira vez na história em que uma escolha de segunda rodada do Draft atinge este número. Em toda a história da NBA, o argentino fica atrás apenas de nomes como Derek Fisher, Tim Duncan, Robert Horry, Kareem Abdul-Jabbar, Kobe Bryant, Shaquille O’Neal, Tony Parker, Scottie Pippen e LeBron James.

No jogo anterior, o armador francês Tony Parker também atingiu números históricos. Ao anotar 15 pontos, o camisa 9 do alvinegro texano se tornou o nono cestinha da história da pós-temporada da NBA, atrás apenas de Michael Jordan, Kareem Abdul-Jabbar, Kobe Bryant, LeBron James, Shaquille O’Neal, Tim Duncan, Karl Malone e Jerry West.

Próximos duelos

Confira abaixo o calendário de confrontos da série entre San Antonio Spurs e Memphis Grizzlies:

15/04/2017 – Spurs 111 vs 82 Grizzlies
17/04/2017 – Spurs 96 vs 82 Grizzlies
20/04/2017 – Spurs 94 @ 105 Grizzlies
22/04/2017 – Spurs @ Grizzlies
25/04/2017 – Spurs vs Grizzlies
27/04/2017 –  Spurs @ Grizzlies (se necessário)
29/04/2017 – Spurs vs Grizzlies (se necessário)

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 18 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

LaMarcus Aldridge – 16 pontos e 11 rebotes

Kyle Anderson – 15 pontos e 3 assistências

Patty Mills – 11 pontos

Memphis Grizzlies

Mike Conley – 24 pontos e 8 assistências

Marc Gasol – 21 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

Zach Randolph – 21 pontos e 8 rebotes

James Ennis – 12 pontos

Anúncios

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Também é redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 21/04/2017, em Playoffs 2017, Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Preocupante demais. Zach, de novo ele, nenhum jogador além do cp3 nos causa tanto estrago.

  2. O técnico dele conseguiu criar fatos novos, com a questão da arbitragem e começando como titular, o Zach, que resultou na anulação de alguns jogadores diante de um adversário, e pressão de temperatura de jogo acima no normal.

    Vejo o Spurs bem superior, mas terá que entrar com outra postura no jogo 4.

  3. raphaelcastrosouza

    Não dá para jogar Aldridge e Gasol juntos ao mesmo tempo em quadra, quando Zbo também estiver. Pois o Gasol é muito mole para marcar. O Ginobili não está acertando nada na série, chega a estar pior que o Parker.

    • Não me parece tão simples. É uma formação que teria dificuldade de defender o jogo de garrafão do Grizzlies, mas no ataque saberia espaçar mais a quadra e jogar até com os 5 abertos. Spurs soube criar os arremessos após Grizzlies fechar o garrafão, só não os converteu em quantidade suficiente, enquanto Grizzlies acertou tudo. Spurs tem respostas de sobra para um garrafão congestionado.

  4. Alex jose dos Santos

    Meu deus já que o garrafão ta tumultuado e forte deles sobra o perímetro de 3 será possível ta na cara eles são fortes apenas lá dentro hora de usar o perímetro. ..

  1. Pingback: Spurs (2) @ Grizzlies (1) – Primeira rodada dos playoffs | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (2) vs Grizzlies (2) – Primeira rodada dos playoffs | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (3) @ Grizzlies (2) – Primeira rodada dos playoffs | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s