Spurs (57-17) vs Warriors (61-14) – Derrota decepcionante

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif98×110

O San Antonio Spurs recebeu o Golden State Warriors na noite dessa quarta-feira (29) e acabou derrotado pelo placar de 110 a 98. Vamos, a seguir, aos destaques da partida.

Golden State Warriors v San Antonio Spurs

Tony Parker saiu zerado do duelo, enquanto Curry foi decisivo (Reprodução/nba.com/warriors)

Grande início

Com um começo avassalador, o Spurs abriu 15 a 0 sobre o Warriors e viu o time da Califórnia ruir no primeiro quarto. Ao fim do primeiro período, o placar mostrava 33 a 17 para os texanos. Porém, a partir daí, o jogo mudou completamente, e o alvinegro – que estava dando uma aula de basquete – começou a cometer diversos erros e deixou o oponente gostar do jogo. Os visitantes foram encostando aos poucos, e ao fim do primeiro tempo, a equipe de San Antonio vencia apenas por três pontos. Os comandados de Gregg Popovich estavam atônitos, não conseguiam reagir, e a marcação dos líderes da Conferência Oeste, que inicialmente estava frágil, se tornou assustadora, impedindo que os mandantes pontuassem com facilidade. Com tudo isso ocorrendo e as principais astros do Spurs em péssimo momento, o Warriors tomou a frente no duelo pra não mais perdê-la. O alvinegro até ameaçaram uma reação, mas nada parecia funcionar, e ao fim do terceiro período a vantagem californiana já era de sete pontos. O que parecia ser uma ótima noite se tornou um pesadelo irreversível. Stephen Curry e companhia tiraram uma vantagem de 22 pontos rapidamente e ainda venceram por 12. Fim de jogo e uma grande decepção para a torcida da casa, que agora vê a primeira posição da classificação geral da NBA como um sonho distante.

Para preocupar

Golden State Warriors v San Antonio Spurs

Leonard estava em uma noite pouco inspirada (Reprodução/nba.com/warriors)

O Spurs parecia estar bem encaixado e vivendo ótimo momento após vencer com facilidade o Cleveland Cavaliers e começar voando contra o Warriors. Contudo, isso tudo se tornou uma grande preocupação: o time de San Antonio não teve resposta aos ajustes feitos por Steve Kerr no duelo dessa quarta e saiu derrotado do AT&T Center mesmo com a ausência de Kevin Durant. Se por um lado isso cria um grande receio para a torcida, talvez por outro tenha sido bom para mostrar que o time ainda tem muito a melhorar e que não será fácil chegar à final da NBA.

Os adversários começaram a entender como o alvinegro flui seu ataque e perceberam que se Kawhi Leonard não jogar bem, o time geralmente não consegue ter uma boa atuação. É hora de acertar esses erros e encontrar saídas rumo a futuros encontros na pós-temporada, corrigindo-os para o time não morrer na praia como nos últimos anos.

Não tem vida fácil

Nada de moleza pro Spurs nos próximos jogos. Depois de ser derrotado pelo Warriors, o time texano cai na estrada para enfrentar o Oklahoma City Thunder de Russell Westbrook e companhia. Os jogadores terão de dar uma resposta à torcida e a eles próprios, afinal, já que, após o revés, o time saiu bastante abatido e com poucas certezas sobre o que ocorreu. Será mais uma partida difícil em que o Mr. Triple Double irá mais uma vez mostrar que é verdadeiramente candidato ao prêmio de MVP e seguir buscando por melhores colocações.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 19 pontos, 7 rebotes e 5 assistências

LaMarcus Aldridge – 17 pontos, 6 rebotes e 4 tocos

Pau Gasol – 18 pontos, 8 rebotes e 5 assistências

Danny Green – 16 pontos, 6 rebotes, 3 assistências e 2 roubos de bola

Golden State Warriors

Stephen Curry – 29 pontos e 11 assistências

Klay Thompson – 23 pontos

David West – 15 pontos, 5 assistências e 4 rebotes

Andre Iguodala – 14 pontos, 6 rebotes e 2 roubos de bola

Anúncios

Publicado em 30/03/2017, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 20 Comentários.

  1. Time começou voando, depois começou o show de horrores.. Esse tipo de derrota faz diferença nos offs, principalmente podendo pegar o GSW na final da conferência.

    Sem muitas palavras: AMARELOU.

  2. Difícil explicar ou tentar entender o que aconteceu. Talvez o time tenha se desconcentrado depois do começo avassalador e não conseguiu mais retomar mesmo sendo um grupo experiente. O que não tem explicação é a falta de empenho e defesa inexistente nos três períodos finais. Nem falo do ataque, pq venho falando desde a temporada passada, ataque dos Spurs é horrível.

    Spurs se entregou de um jeito poucas vezes já visto, não teve reação. Bateu como quis no começo, tomou um golpe e caiu.

    Até Green ressurgiu, chamou a responsabilidade. Mas Parker não, parece doente em fase terminal, só esperando pra morrer, cada partida é pior que a anterior.

    O que aconteceu com o Kahwi foi fruto da marcação. Ele não é um jogador com um grande Arsenal ofensivo como é um Kevin Durant por exemplo e mesmo se fosse, ser marcado o tempo todo por klay e draymond não seria uma tarefa fácil. Aconteceu nos offs passados quando ele foi firmemente marcado pelo Roberson, Spurs não fez nada e o resto da equipe também não.

    Faltou alguém pra colocar a bola debaixo do braço e organizar o time. Faltou armador, coisa que vem faltando a tempos. Pop jamais deveria ter colocado Kyle nesse jogo, não tinha explicação, a partir do momento em que ele entrou tudo desandou, nada é por acaso, ainda mais por ter entrado em quadra no mesmo momento em que Gasol entrou. Os dois jogadores mais softs e lentos da NBA ao mesmo tempo, castigo veio.

    • Giu o melhor analista do blog!

      Parker dá pena, parecia calouro quando tentava suas infiltrações, era contestado com uma facilidade ridícula.

      Ele é uma lenda, mas está na hora de se aposentar, virou a âncora do time. O Pop faz tudo para mudar suas funções,mas não está dando resultado, como conseguiu com o Gasol.

      O coletivo é bom, mas não vai suprir certas deficiências que vem desde da temporada passada, mesmo com uma melhoria pequena.

      A esperança para os playoffs se resume ao 1 quarto demonstrado se repita e sorte, porque nossas deficiências estão claras e como neutralizar o Kahwi tb.

  3. San Antonio Falcons ontem uhauhauha

    • Agora que passou a raiva, posso falar. Tipo o Falcons mesmo, mas pior um pouco.. Uma equipe do calibre do Spurs tomar a virada no fim do jogo, forçando a prorrogação até vá lá… Mas tomou a virada já no início do 3º quarto.. E isso foi inadmissível.

  4. Discordo bastante dos comentários acima.

    1) Não lembro bem quando foi a última vez que o Spurs “amarelou”, geralmente esse termo é usado quando a pessoa não consegue explicar, taticamente, o que aconteceu, aí apela pro emocional. É um elenco veterano, com todos os tipos de títulos possíveis nas mais diferentes situações, não é o Clippers ou o Raptors. Perdeu porque não encontrou respostas a tempo, faz parte do jogo, Warriors é um timaço!

    2) A única coisa que não gosto no ataque do Spurs é o fato de estarem usando muito mais isolação (com Leonard ou Aldridge) do que antigamente, mas mesmo isso é compreensível porque a qualidade do jogo de costas pra cesta do Aldridge é imensa e Leonard está impossível nesta temporada. Quanto à implicância com Gasol, Kyle e Tony Parker, é só birra moralista de quem precisa achar um culpado. Gasol e Kyle foram bem. Se Parker fizer 20 pontos no próximo jogo, aí o culpado voltará a ser “Green errando bola de 3”, “Gasol não querendo nada com nada”, etc, enfim, falta coerência e argumento.

    Dois palpites para explicar o resultado (um tático e um técnico): foi significativa a quantidade de tempo em que nosso aro ficou desprotegido. Warriors é o time mais difícil de marcar na liga porque expõe o cobertor curto: Spurs apertou o perímetro para frear os arremessos de 3 e topar as trocas, mas assim abriu a porteira para as infiltrações. O que teve de bandeja fácil pro Warriors no 2º tempo não foi brincadeira. Dedmon, nosso melhor defensor de garrafão, não é tão produtivo no ataque, do contrário talvez roubasse mais minutos do Gasol.

    A questão técnica é que os 22 pontos de vantagem que o Spurs abriu no primeiro quarto foram superdimensionados, já que muitos arremessos difíceis (Green pós-drible, Aldridge de 3) estavam caindo, era razoável supor que iriam parar de cair. Do outro lado, isso aconteceu no BANCO do Warriors, visto que Iguodala e David West ficaram O JOGO INTEIRO acertando arremesso com mão na cara (o 2º time do Spurs estava marcando bem), foi tenso, é muito arremesso forçado caindo. Mérito deles!

    • Defender Parker e Kyle com o argumento de que quem o crítica é birrento moralista não merece ser levado a sério. Você parece ser uma pessoa inteligente, apesar de claramente não aceitar estar errada nunca e achar que tem todas as respostas sempre. Argumente sem atacar.

    • A última vez? Foi aquele jogo contra o OCK nos Playofss passado, onde eles abriram uma diferença enorme e só quando começaram a poupar que o Spurs reagiu, baixando para uns 10, 12. Amarelou significa que o time tremeu, por isso, com certeza não é comum acontecer com os Spurs, pois sabemos a frieza dos caras. Mas.. Nesse jogo onde a diferença chegou a 22, torcida eufórica, a confiança foi lá em cima, a partir do momento no finzinho do 1º quarto onde os caras começaram a matar umas bolas, e já no início do 2º, onde os caras destruíram, os caras ficaram nervosos (aí entra o amarelou). Se perderam..

      Sobre o Kyle, ele só melhorou no último quarto, mas quando entrou, não lembro se no fim do 1º ou início do 2º, ele foi péssimo, foi onde os caras foram tirando a vantagem.
      Parker marcar 20 pontos? Pra ele fazer isso e dar assistências, tem que jogar os 40 minutos…RS

    • eu falei brincando, é basquete, 20 pontos se tira em 3 minutos de desatenção fácil fácil.

  5. Vou repetir o que disse outro dia. Spurs não será campeão. Jogadores não conseguiram encontrar uma regularidade, maioria é 8 ou 80, em um jogo muito bem, no outro muito mal. O meio termo seria o sonho. Nós playoffs é preciso que todos estejam bem, senão em todos os jogos, mas na maior parte da série.

    Pendando nisso devo dizer que Kyle e Tony foram os únicos a encontrar essa regularidade, um foi ruim e inútil toda a temporada, o segundo foi deprimente e não jogou nada durante toda a temporada.

    #paz

  6. pauloricardo09

    O Spurs até começou bem, com muitos rebotes ofensivos e explorando a principal fraqueza do Warriors que é o garrafão defensivo (tanto que rapidamente o Kerr sacou o Pachulião da massa), mas aos poucos o Warriors pegou no ritmo deles e comandou o jogo, Kawhi bem marcado foi discreto e passou mais a bola, destaque para o Iguodala (que cresceu muito na falta do KD), pro Curry e pro D-West que ajudou o time a completar os pick and rolls e a fazerem um ótimo segundo tempo, que venha o OKC sexta agora…

  7. raphaelcastrosouza

    Nem tanto ao mar e nem tanto a terra, o time veio de um bom resultado contra o Cavs, ou a vitória sobre eles foi só um acidente de percurso? O Spurs jogou mal por 3 períodos isso é fato. Quanto ao Parker, ele não fez nada que já não vinha fazendo nas últimas temporadas, ou seja, nada. O time é muito bom sim, é só ver em quantas partidas jogou com menos 2, leia-se Parker e Green, e ganhou. Contudo, para ganhar o anel é preciso muito mais. Não existe a menor chance ao meu ver que o Spurs se livre do Parker devido ao jeito como a franquia trata os jogadores que foram importantes, isso é ruim, mas é o jeito Spurs de ser, e é também devido a isso o respeito que possui como franquia.

  8. Poderia citar que com o “durão”,metemos 29 no barraco deles e agora ta 2×1 pro spurs .
    Eu tbm ja acho que com tony parker jogando de forma oca,nao tem titulo .
    Até o gil usou o verbo haver sem “h” , mas acertou em cheio em citar gasol e kyle anderson (autista) , em um mesmo rodizio.
    Tambem me lembro quando o time perdeu o segundo jogo das finais do ultimo titulo e todo mundo achou que ia ser um sacode em miami .
    Prefiro observar os proximos capitulos , pois não torço pra new york .
    Mas alguem da um croissant indigesto pro parker e deixa o time pro mills e “ascendaimos-vos-pos” uma vela grandona pra kyle anderson se apaixonar por skate,bingo ou outro time ,pois está “em franca evolução” .
    Warriors tomou virada na final,fica como exemplo,que nada na nba agora é super,façamos o dever de casa e bola pra frente !
    Sim,foi foda !

  9. Time para final de Oeste no máximo, não dá pra cobrar como adversário do Warriors (com Durant). Temporada que vem vai ser contender de fato, pode apostar.

    E ainda creio que 57 vitórias numa era com TD já seria ótimo, sem ele então…

    • Carlos Antunes

      Se não pegar o Clippers, pode até ser… kkkk
      Ainda me recuperando da frustração daquela noite, sobrou até pra mulher que tá sem falar comigo até hoje!!
      Tony Parker, que homem maravilhoso, que atuação “gostosa”..

      • Senti uma entidade de romulo menfonça,aí… rsrsrs

      • Carlos Antunes

        Ah com certeza leona.. hahaha.. o mito Rômulo Mendonça ainda diria que hoje as 21h na espn, veremos toda a sedução francesa marcando com todo vigor e imponência o jovem armador número 0 do time de OKC… me engraviiiiiiiida Tony Parker!!

  1. Pingback: Spurs (58-17) @ Thunder (43-32) – Que virada! | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (57-17) @ Thunder (43-31) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  3. Pingback: Prévia de Warriors x Spurs – Final do Oeste | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s