Spurs (57-16) vs Cavaliers (47-26) – Aula de basquetebol

 103×74

Após bater o New York Knicks no sábado, o San Antonio Spurs recebeu o Cleveland Cavaliers no AT&T Center nessa segunda-feira (27) e, sem dificuldades, superou o atual campeão da NBA por 103 a 74. Com o triunfo, o time texano chega à quinta vitória seguida, enquanto a equipe de Ohio teve seu segundo tropeço consecutivo, caindo para a segunda posição da Conferência Leste, atrás do Boston Celtics. Veja, a seguir, os destaques da noite,

Kawhi ampliou a vantagem no estouro do cronômetro (Reprodução/facebook.com/spurs)

Escola Popovich

Quem pôde assistir ao duelo entre Spurs e Cavaliers viu um exemplo de postura que um candidato a campeão da NBA precisa ter. E não, não se tratou da franquia de Cleveland, atual dona do título da liga, e sim da equipe mandante. Nem o mais otimista torcedor poderia prever que o alvinegro passaria com tamanha tranquilidade por LeBron James e companhia.

Lance de Ginobili levantou o público (NBA/Mark Sobhani/Getty Images)

Para concretizar a vitória, o Spurs contou com outro elemento fundamental além do desempenho dos seus atletas: os ensinamentos do técnico Gregg Popovich. A mão do treinador foi de fundamental importância para a vitória texana, que começou a ser construída no segundo quarto, quando a diferença a favor dos mandantes começou a crescer. Um nome ilustra bem o que Pop passa nos treinos é o do Kawhi Leonard. O astro dos mandantes tinha a missão de contribuir com a pontuação da equipe e ainda tinha a responsabilidade de anular LeBron James. As duas tarefas foram concluídas com êxito.

Contudo, não é só de talentos individuais que se faz o estilo Popovich. O coletivo é tão importante quanto. Com exceção às transições rápidas e aos contra-ataques, praticamente todos os jogadores em quadra pegavam na bola em cada posse do alvinegro de San Antonio. Jogadas rotativas, uso de corta-luz, movimentação sem bola e ampla visão de jogo são alguns dos aspectos que podemos destacar.

Enquanto isso, do outro lado da quadra, nomes importantes como Kyrie Irving e Kevin Love foram meros coadjuvantes e tiveram rendimento bem abaixo do esperado. O time do Cavs esteve perdido e desperdiçou diversas oportunidades de ataque.

A importância do banco

Outra característica do Spurs é a profundidade do banco de reservas. Com as mais diversas nacionalidades e modos de jogo à disposição, Gregg Popovich mostrou que é possível montar vários quintetos funcionais. Resultado: entra um, sai outro, e o time se mantém o mesmo. Prova da importância disso está nos números. Ao fim do primeiro tempo, os suplentes texanos já haviam marcado mais de 20 pontos com Manu Ginobili, David Lee, Pau Gasol e Patty Mills, enquanto os do Cavs zeraram, deixando a responsabilidade nas costas dos titulares.

Mão torta

Nem tudo foi perfeito para o time do Spurs. Aliás, para nenhuma das equipes. Afinal, ambas tiveram aproveitamento bem abaixo do normal nos chutes de longa distância. Para efeitos de comparação, o primeiro arremesso de três pontos de San Antonio só foi convertido quando Pau Gasol veio à quadra. Antes dele, Leonard, Green e até Aldridge arriscaram bolas de longe e não tiveram êxito. Ao todo, 7-26 para o alvinegro, aproveitamento de 26,9%, enquanto o adversário teve 4-26, com 15,4% de aproveitamento. Amassaram o aro!

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 25 pontos, 6 rebotes, 6 assistências e 3 roubos de bola

LaMarcus Aldridge – 14 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Pau Gasol – 14 pontos e 4 rebotes

Manu Ginobili – 12 pontos e 3 rebotes

Dewayne Dedmon – 8 pontos e 13 rebotes

Cleveland Cavaliers

LeBron James – 17 pontos, 8 assistências e 8 rebotes

Tristan Thompson – 11 pontos e 7 rebotes

Anúncios

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Também é redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 28/03/2017, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 16 Comentários.

  1. Aula mesmo. Nada é mais bonito na NBA que os Spurs trocando passes com efetividade como ontem.

    Se conseguir uma regularidade jogando pelo menos perto disso não tem pra ninguém na NBA.

    É preciso falar de Parker, mais uma vez foi horrível e hoje está em diversos sites de rumores, boatos e até notícias um interesse dos Spurs em Derrick Rose, e ai, seria uma boa?

    • Sério isso? Ahhh se ele conseguisse ser 50% DAQUELE Rose MVP. Maaaassss…

    • O Rose é bom jogador quando saudável. Contudo, não acho uma boa, pois para trazê-lo na certa o Spurs teria que se desfazer do Mills, o que prejudicaria o banco. Imagina Parker e Rose de armadores? Teria que ter mais uns 3 armadores no elenco, já que o Parker vive lesionado, que na verdade é até bom, e o Rose tem aquele histórico de lesões. Só seria aceitável se o Spurs estivesse disposto a negociar o Parker, o que é difícil infelizmente.

      • Tudo isso aí que voce falou..espero que nao venha e que mills ainda “more” aqui por “alguns” anos !
        Alem de acha-lo fominha !

      • Parker vai se aposentar no fim da temporada. É obrigação dele. Spurs não pode se apegar a um ídolo que não contribui mais. Rose não tem perfil de jogador que o Pop gosta, principalmente fora das quadras, não acredito que venha. Jeff Teague estará disponível no mercado ao fim da temporada, seria um nome bem melhor.

  2. Spurs deu show. Me lembrem do último jogo que Irving não conseguiu dois dígitos em pontos. Danny Green foi demais na marcação, cada tocaço!

  3. O time nas últimas partidas melhorou muito e ontem foi 10, bem tranquilo.
    Lembrou o time quando foi campeão dá última vez.

  4. As pessoas que teimam em ficar de fru fruzada,citando bla bla e “nao pode ganhar titulo todo ano”,foi um recado : isso aí é o spurs que a gente ama/torce ! A reclamação segue na falta de identidade !
    Carai ! Até chorei ,ontem ! O time degolou em quadra ! Gasol ta num processo de regularidade positiva até na transição ! David lee tava pra cair em equipes menores e olha bem o gáz do cara ! O jogo foi o tipico exemplo do que é o “tal” do spurs !
    Agora,muito satisfeita com o green defensor ,porem tristinha com a baixa produtividade de arremessos dele . Mas me lembrou bowen e barry ,foi lindo ver a dedicaçao dele ! Na defesa ontem , ele tava igual aquele gremlin eletrico e por ser “verde”,acho que ele quem interpretou (rsrsrsrs )
    Sabe,eu vislumbrei um sexto , la no jogo em cleveland e não vi o cleveland de sempre ,nesse jogo,o spurs frustrou qualquer poderio . A defesa esteve digna de uma muralha de lamina !
    Agora, se alguem aqui anotou a placa,fala , vou la “ter aula com esse cara,agora” ! Uhsshuhaahu

    Mimizeiros , olhem e chorem , isso aí é spurs .

  5. Não sei se foi um rumor ,o lance dele estar insatisfeito,porem,de uma vez por todas,deve ter ficado muito claro na visão de aldridge,que nao existe superman no basquete e que se ele vislumbra um titulo ou dois,tres,quatro , cin… que ele ta no lugar certinho e que no spurs,todo mundo vira super heroi de equipe !
    Ontem foi dado um baile e nesse,não se dança sozinho !

  6. Excelente jogo, principalmente atrás e na transição, só castigamos o aro nas bolas de 3.
    Se conseguíssemos um armador top que se encaixe no jogo, o spurs seria invencível.

  7. raphaelcastrosouza

    um armador que valeria muito o esforço para contratar seria o CP3. Daria um up enorme no time.

    • Carlos Antunes

      E ele tá com vontade de vir.. aposenta logo a camisa do TP9 e manda ele pro Sixers que eu pago a passagem. Pra esse time só tá faltando um armador. Sigo sonhando com o Teodosic, mas alguma coisa a direção tem que arrumar pra posição um 1, se não, vamos passar a temporada toda ganhando jogos e na hora do vamos ver, morrer na praia pro Clippers

    • CP3 vai renovar e ter o maior contrato da liga.

      E sempre se machuca também. Eu gostaria é de ver o John Wall nos Spurs. Tem muito o estilo da franquia.

  1. Pingback: Spurs (57-16) vs Warriors (60-14) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (57-17) vs Warriors (61-14) – Derrota decepcionante | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s