Arquivo diário: 09/03/2017

Spurs (50-13) @ Thunder (35-29) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Oklahoma City Thunder – Temporada Regular

Data: 09/03/2017

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: Chesapeake Energy Arena

Onde assistir: NBA League Pass

O San Antonio Spurs, segundo colocado na Conferência Oeste, visita o Oklahoma City Thunder, sétimo, em uma possível prévia para os playoffs desta temporada. Vindo de nove vitórias consecutivas, melhor sequência da NBA, o time texano poupou Kawhi Leonard da vitória sobre o Sacramento Kings, na noite anterior, somente o lesionado Kyle Anderson deve ser baixa. A equipe visitante, por sua vez, tem todo o elenco à disposição.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (1-0):

31/01/2017 – Spurs 108 x 94 Thunder

No primeiro duelo da temporada, o Spurs venceu com grande atuação de Kawhi Leonard, que deixou a quadra com 36 pontos, oito rebotes e quatro assistências.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – LaMarcus Aldridge

C – Dewayne Dedmon

Fique de Olho – Depois de ser poupado da vitória sobre o Kings, Kawhi Leonard volta para comandar o ataque do Spurs e provavelmente marcar Russell Westbrook, um de seus maiores adversários na briga pelo prêmio de MVP do campeonato. Na temporada, o ala tem médias de 26,3 pontos, seis rebotes e 3,4 assistências em 33,7 minutos por exibição.

PG – Russell Westbrook

SG – Victor Oladipo

SF – Andre Roberson

PF – Domantas Sabonis/Taj Gibson

C – Steven Adams

Fique de Olho – Reforço do Pelicans para a reta final da temporada, Taj Gibson é um daqueles jogadores físicos de garrafão que costumam dar trabalho para o Spurs. Desde que chegou, o ala-pivô tem médias de 7,4 pontos e 4,6 rebotes em 23,2 minutos por jogo.

Anúncios

Spurs (50-13) @ Kings (25-39) – Mais emoção

 

https://i0.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif114×104

Nessa quarta-feira (8), o San Antonio Spurs recebeu o Sacramento Kings e venceu o duelo por 114 a 104 em mais uma partida com muita emoção. Com o resultado, o alvinegro se mantém na briga pela ponta da Conferência Oeste. Vamos aos destaques do jogo.

Sacramento Kings v San Antonio Spurs

David Lee teve provavelmente sua melhor atuação pelo Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Começo difícil

Nos últimos confrontos tem sido assim: o Spurs começa sonolento, vê o adversário abrir uma grande diferença e precisa correr atrás do resultado. Não foi diferente nessa quarta. A única diferença é que dessa vez o susto foi maior. Sem Kawhi Leonard e LaMarcus Aldridge – poupados – o time texano viu o Kings abrir grande vantagem logo nos primeiros minutos. A diferença chegou a ser de 28 pontos no segundo período. Dessa forma, a única saída era tentar cortar a diferença aos poucos. E foi o que a equipe conseguiu fazer!

Com grandes atuações de Manu Ginobili, David Lee e Patty Mills, o Spurs foi para o intervalo “apenas” 15 pontos atrás e, a partir daí, tudo começou a se encaixar. A defesa, que havia sofrido 63 pontos até o intervalo, levou apenas 41 nos dois últimos períodos e deu ao time a tranquilidade para buscar a vitória. No fim do terceiro quarto, o alvinegro já havia empatado o jogo e foi batalhando aos poucos pra conseguir virar. Contudo, empatava e via o time californiano tomar a dianteira novamente. Porém, com muito suor e gana de vencer, a equipe texana passou à frente faltando aproximadamente seis minutos para o fim para não mais ficar atrás, saindo vencedora de mais um embate emocionante nos últimos dias.

Sacramento Kings v San Antonio Spurs

Ginobili teve atuação determinante (Reprodução/nba.com/spurs)

No Leonard, No Aldridge.. No problem!

Sem Leonard e Aldridge, poupados, o Spurs contou com grande atuação de David Lee, Manu Ginobili e Patty Mills, assim como com três bolas de longa distância de Danny Green no fim da partida, que deram a liderança e a folga no placar. Na reta final, o que havia sido uma desvantagem de 28 pontos acabou se tornando em uma vantagem de dez! Grande trabalho dos comandados de Gregg Popovich, que soube colocar em quadra a melhor formação para poder lidar com a enorme diferença no marcador.

Diferencial vindo do banco

Tanto Manu Ginobili como Patty Mills vieram do banco de reservas e tiveram grande participação na vitória da equipe texana. Foram 19 pontos, quatro rebotes, cinco assistências e três roubadas de bola para o ala-armador argentino, enquanto o armador australiano contribuiu com 17 pontos e dez assistências.

Outro nome que se destacou muito nem entrou em quadra. Sim, estou falando de Gregg Popovich, que encontrou numa formação baixa com Patty Mills, Manu Ginobili, Danny Green, Jonathon Simmons, e David Lee o método mais eficaz de conter o adversário, chegando ao fim da partida com dez pontos de vantagem. Que homem!

Mais história

A virada sobre o Kings foi a maior do Spurs desde a temporada de 2000/2001 e a maior desde 2014, quando o time texano tirou uma vantagem de 21 pontos do Phoenix Suns. Outro fato curioso: a vitória foi a primeira na história do alvinegro em que o time vence após estar perdendo por 20 pontos no primeiro quarto! Nessa quarta, ao fim da parcial, a equipe texana perdia por 22. Além disso, os comandados de Gregg Popovich chegaram novamente à marca de 50 vitórias na temporada regular, aumentando ainda mais o recorde com 18 anos seguidos.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 19 pontos, 5 assistências, 4 rebotes e 3 roubos de bola

David Lee – 18 pontos, 10 rebotes e 2 tocos

Patty Mills – 17 pontos e 10 assistências

Jonathon Simmons – 14 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Danny Green – 14 pontos

Sacramento Kings

Tyreke Evans – 26 pontos, 4 assistências e 2 roubos de bola

Skal Labissiere – 15 pontos e 6 rebotes

Kosta Koufos – 12 pontos e 10 rebotes

Buddy Hield – 11 pontos e 2 rebotes