Spurs (26-6) vs Suns (9-23) – Panela velha…

 119×98

Três dias depois de superar o Chicago Bulls na noite de Natal, o San Antonio Spurs recebeu o Phoenix Suns no AT&T Center e venceu o adversário por 119 a 98, nesta quarta-feira (28). Com Kawhi Leonard poupado por conta de problemas estomacais, o time texano contou com a pontuação de LaMarcus Aldridge mais uma vez e com a experiência de veteranos, com destaque para Manu Ginobili. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto:

Criticado, Parker foi um dos destaque do Spurs (Mark Sobhani/spurs.com)

Criticado ultimamente, Parker foi um dos destaques do Spurs (Mark Sobhani/spurs.com)

Sem Leonard, sem problemas

Kawhi Leonard foi poupado por conta de problemas no estômago. Na carreira, o ala já ficou fora de quatro jogos devido a isso. Porém, apesar do camisa #2 ser o principal pontuador e a referência defensiva da equipe, é possível dizer até que o desfalque não foi tão sentido assim. Isso porque o alvinegro contou mais uma vez com a experiência para bater o Suns.

Começando por Aldridge, que, mesmo após rumores de que o ala-pivô queria sair do Spurs, não se deixou levar pelos boatos e está honrando a camisa texana. Prova disso são os últimos jogos. O ala-pivô teve uma de suas melhores atuações com a camisa alvinegra diante do Bulls. Depois, contra o Suns, o camisa #12 foi responsável por 27 pontos, oito rebotes e duas assistências e mais uma vez teve aproveitamento invejável nos arremessos de quadra> 10-12.

Aldridge foi o cestinha do jogo com 27 pontos (Mark Sobhani/spurs.com)

A voz da experiência

Mas não é só de Aldridge que se faz um Spurs vencedor. Muito pelo contrário. Com primeiro tempo abaixo do rendimento do alvinegro, o jogo foi para o intervalo com o Suns vencendo por 64 a 58. Contudo, foi no segundo tempo que as coisas melhoraram. Manu Ginobili, que até então estava zerado na partida, começou a incendiar o time com defesa agressiva, roubos de bola, arremessos de três pontos e assistências. Detalhe: o argentino também contagiou a equipe com três tocos, algo incomum do seu feitio, principalmente se levarmos em consideração seus 39 anos de idade. “Espero que ele possa andar amanhã”, brincou Aldridge, após a atuação do camisa #20.

Bastante criticado ultimamente por conta de seu rendimento, Tony Parker provou pelo segundo jogo seguido que seu status de ídolo texano tem fundamento. O francês de 34 anos anotou 20 pontos e três assistências. Por fim e não menos importante está Pau Gasol. O espanhol de 36 anos fez um double-double, com 16 pontos e dez rebotes.

Além deles, David Lee, de 33 anos, pode não ser tão velho assim, mas já tem vasta experiência na NBA – até já foi foi eleito All-Star quando atuava pelo New York Knicks. O ala-pivô saiu do banco e anotou 12 pontos e três rebotes em 16 minutos.

Quem manda

O início da partida não foi dos melhores, mas o Spurs mostrou porque é uma ameaça em jogos no AT&T Center. Na temporada passada, por exemplo, o alvinegro chegou à impressionante marca de 40 vitórias e apenas uma derrota jogando em seus domínios. O triunfo sobre o Suns fez com que o time atingisse seis vitórias seguidas sob seu mando.

Para isso, precisou virar o jogo que era dominado pelo Suns. Ao todo, foram sete reviravoltas no placar até o Spurs fazer 30 a 16 no último quarto. Vale lembrar que foi a primeira vez na temporada que a equipe atuou sem Leonard, substituído por Kyle Anderson entre os titulares.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 27 pontos e 8 rebotes

Tony Parker – 20 pontos e 3 assistências

Pau Gasol – 16 pontos e 10 rebotes

Manu Ginobili – 12 pontos, 3 assistências, 3 rebotes, 3 tocos e 2 roubos de bola

David Lee – 12 pontos e 3 rebotes

Danny Green – 11 pontos e 4 roubos de bola

Phoenix Suns

 T.J. Warren – 23 pontos e 6 rebotes

Brandon Knight – 14 pontos e 5 assistências

Eric Bledsoe – 13 pontos e 3 assistências

Marquese Chriss – 13 pontos

Anúncios

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Também é redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 29/12/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Eu disse em novembro e vou repetir agora, que chegue logo Janeiro para podermos ver mais uma boa partida do Parker, pois não passa de uma por mês.

    Aldridge muito bem nos últimos jogos. Já Mills, perdeu a mão, caiu muito o aproveitamento e pontuação. É uma pena que o grupo oscile tanto, menos mal que temos grupo.

    Ahh é o Kyle, jogou 22 minutos e pontuou ZERO, não podemos negar que ele tá evoluindo a passoa largados como se esperava.

  2. Antes, quando eu via esses bons jogos do Parker, eu me enchia de esperança pensando: “Agora vai, ele vai desencantar!”. Que nada. Isso aí é só lampejo.

  1. Pingback: Spurs (26-6) vs Blazers (14-20) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (27-6) vs Blazers (14-21) – Virada dos criticados | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (31-8) @ Suns (12-27) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s