Spurs (23-5) @ Rockets (21-8) – Pai do Texas

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif102×100rockets

Em mais uma partida emocionante contra o rival texano, o San Antonio Spurs cortou uma vantagem de 13 pontos nos últimos minutos e assegurou mais uma vitória ao, fora de casa, bater o Houston Rockets pelo placar de 102 a 100, nessa terça-feira (20). Foi a 15ª vitória do alvinegro atuando fora de casa na temporada, o que mantém o time como dono da melhor campanha longe de seus domínios. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

San Antonio Spurs v Houston Rockets

Kawhi Leonard e Patty Mills foram responsáveis por 34 pontos (Reprodução/nba.com/spurs)

Com emoção

Os clássicos com o Rockets nesta temporada têm sido testes para cardíacos. Nessa terça, não foi diferente. Com as trocas de liderança desde o início, o Spurs foi para o intervalo com sete pontos de vantagem após ter aberto dez durante o segundo quarto. Na volta dos vesto[arops, o Rockets entrou ligado e passou a comandar o jogo, abrindo 13 pontos faltando menos de 4:30 para o fim. Foi aí que apareceram os arremessos de longe, com Patty Mills virando com apenas 12 segundos no relógio. Manu Ginobili ainda errou dois lances-livres para dar mais emoção ao confronto. Na última bola, James Harden tentou para três e errou.

Manu foi decisivo (Reprodução/nba.com/spurs)

Banco importante novamente

O Rockets estava jogando em sua casa, em frente à sua torcida, e o jogo estava praticamente ganho. Foi quando Gregg Popovich – ao ver seus titulares não corresponderem a altura – sacou Pau Gasol para colocar Manu Ginobili, fazendo o time ficar mais baixo e mais perigoso nos arremessos de três. E não deu outra. o argentino marcou 12 pontos – todos em bolas do perímetro -, foi responsável por uma importante roubada de bola e deu o passe para Patty Mills marcar a cesta da vitória. Mais uma vez, o banco do Spurs correspondeu às expectativas, assim como o técnico, que soube lidar com os momentos finais do jogo e mostrou porque é um dos melhores da NBA.

Vitória imprescindível

Ao vencer o Rockets fora de casa, o Spurs, além de quebrar o que era a atual maior sequência de vitórias da NBA (dez seguidas), se mantém apenas um jogo e meio atrás do Golden State Warriors na briga pela primeira posição na Conferência Oeste.

O resultado empurrou o time da casa para o quarto lugar, empatado com o Los Angeles Clippers. Com isso, o alvinegro aumentou a sua vantagem para dois jogos e meio.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 21 pontos, 5 rebotes, 5 roubos de bola e 4 assistências

Lamarcus Aldridge – 17 pontos, 10 rebotes e 5 assistências

Patty Mills – 13 pontos e 2 roubos de bola

Manu Ginobili – 12 pontos, 4 rebotes, 3 assistências e 3 roubos de bola

Danny Green – 12 pontos e 2 roubos de bola

Pau Gasol – 10 pontos e 10 rebotes

Houston Rockets

James Harden – 31 pontos, 10 rebotes e 7 assistências

Trevor Ariza – 16 pontos, 6 rebotes e 4 roubos de bola

Eric Gordon – 13 pontos e 4 assistências

Nenê – 10 pontos e 7 rebotes

Sam Dekker – 10 pontos e 7 rebotes

Anúncios

Publicado em 21/12/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. O game winner do Mills foi uma jogada coletivamente muito interessante porque Kawhy congestionou completamente o garrafão do rockets com sua infiltração e Ginobili, percebendo isso, foi muito rápido ao simular outra infiltração, mantendo o amontoado lá dentro, antes de passar a bola para o perímetro.

    Mas a melhor da noite foi quando estava 96-91. Ginobili rouba a bola do Harden, tem um corredor pela frente, com Parker e Leonard em disparada contra apenas 1 defensor do Rockets, e o que ele faz? Breca diante do Beverley, espera passar toda a manada desesperada do rockets voltando e acha o Danny Green todo tranquilão indo sozinho pra matar uma bola de 3 numa transição a lá Warriors.

    É muita sabedoria!

    Tudo bem, ele já está velho e perdeu dois lances livres no final só para enfartar o torcedor do Spurs, mas é o maior QI de basquete da liga, é muito importante tê-lo no time!

  2. Vitória maiúscula. Spurs arrasador e imbatível de quartos períodos reapareceu. Foi lindo de se ver.

    Inferno do terceiro período também reapareceu. Esse é o verdadeiro Spurs, o que entrega jogos no terceiro período e não no primeiro como vinha sendo haha.

    Ponto negativo para Leonard que pelo segundo jogo seguido espancou o aro. Spurs tb não conseguiu minimizar o Harden, que fez o que quis, mas controlamos bem o resto só time. Mills está sendo o segundo principal jogador do time n temporada e poucos notam ou falam disso.

  3. Que surpresa, aos poucos o time está se encaixando hauhaa ótima vitória

  4. Vitória monstro mesmo..
    O Ginobili é um gênio mesmo, tirando algumas vezes que comete umas jogadas estranhas, mas é fera demais..
    Mills importantíssimo para a equipe, Green resolvendo nas bolas de três..
    O KL que tá amassando o aro mesmo, era tão cirúrgico, não sei o que acontece..
    Mas vejo melhora no time sim, evoluindo bem..

  1. Pingback: Spurs (23-5) @ Clippers (21-8) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (24-6) @ Blazers (13-19) – De volta aos trilhos | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (48-13) vs. Rockets (44-19) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  4. Pingback: Prévia de Spurs x Rockets – Semifinal do Oeste | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s