Spurs (20-5) vs Celtics (13-12) – Tabu mantido

 108×101

Na madrugada dessa quinta-feira (15), o San Antonio Spurs recebeu o Boston Celtics no AT&T Center e venceu o oponente pelo placar 108 a 101. O líder da equipe texana no confronto foi Kawhi Leonard, que contou com a ajuda dos veteranos do elenco para concretizar a vitória. Foi o 11º triunfo seguido sobre os adversários. Confira, a seguir, como foi o duelo:

Voz da experiência

Como já era de se esperar, Kawhi Leonard foi o destaque do duelo. Contudo, mesmo com seus 26 pontos e seis assistências, o ala não resolveu tudo sozinho. Muito pelo contrário. O torcedor que estava com saudades de ver aquele Tony Parker de antigamente pôde ter um pouco de nostalgia dos melhores dias do armador. O francês fez 16 pontos e distribuiu sete assistências. Deixando os números de lado, o camisa #9 fez o que se espera dele: atacou, organizou, arremessou e assumiu a responsabilidade diante de um time que estava sem seu principal jogador: Isaiah Thomas. Prova disso foram os dez pontos que anotou só no último quarto. Como se não bastasse, converteu oito dos 15 arremessos de quadra que tentou. E não foi só da dupla que foi construída a vitória texana. Pau Gasol foi importante nome no triunfo, tendo contribuído com um double-double de 17 pontos e 13 rebotes.

Fazendo as pazes em casa

Esta foi a terceira vitória seguida do Spurs no AT&T Center após mau início em casa. O Spurs está com sete vitórias e quatro derrotas no Texas depois de igualar um recorde da NBA com uma marca de 40-1 na última temporada. A equipe estava focada em manter a boa fase como visitante. Após ter vencido os 13 primeiros jogos que fez como visitante na temporada, o time texano caiu diante do Chicago Bulls. Antes disso, estava a apenas um triunfo de igualar o melhor começo na estrada da história do campeonato, e a somente três de empatar com a melhor sequência fora de casa da história da liga profissional americana.

Garçons

Um número que chamou a atenção no duelo contra o Celtics foi a quantidade de assistências. Retomando um pouco, ao todo a equipe distribuiu 38 assistências na vitória sobre o Brooklyn Nets. Contra o Celtics, foram mas 33 passes para cesta. O líder foi Tony Parker, com sete. Em seguida, temos Kawhi Leonard e Pau Gasol, com seis, Manu Ginobili e Davis Bertans, com quatro, David Lee, com três, Patty Mill,s com duas, e Danny Green, com uma.

Folga para os “tiozinhos”

Quem viu o jogo pôde notar a ausência de um importante nome: LaMarcus Aldridge. Embora não seja tão velho assim, com só 31 anos, o ala-pivô ganhou a noite de folga e não foi à quadra contra o Celtics. Foi seu segunda dia de descanso na temporada – a primeira foi no dia 30 de outubro, na vitória sobre o Miami Heat. Ao todo, ele, Parker, Gasol e Ginobili perderam oito jogos combinados de repouso na campeonato. Só o argentino ausentou-se três vezes.

Folgas de lado, Aldridge foi substituído por David Lee, que foi bem e mostrou serviço, anotando oito pontos e dez rebotes. Com isso, o ala-pivô se tornou o 88º jogador na história da NBA com dez mil pontos e sete mil rebotes na carreira. Com a vitória, o time de San Antonio está com 11 triunfos em 13 jogos contra as equipes da Conferência Leste.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 26 pontos e seis assistências

Pau Gasol – 17 pontos, 13 rebotes e seis assistencias

Tony Parker – 16 pontos e sete assistências

Manu Ginobili – 12 pontos e quatro assistências

Boston Celtics

Avery Bradley – 25 pontos, dez rebotes e seis assistências

Jae Crowder – 15 pontos e seis rebotes

Al Horford – 13 pontos, cinco rebotes e quatro assistências

Marcus Smart – 11 pontos e seis assistências

Anúncios

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Também é redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 15/12/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Não jogava havia uns cinco dias e ainda ganha folga (tirando o fato de não estar jogando nada). Realmente, Pop não é mais o mesmo.
    O time começou bem a partida, ligado no ataque e frouxo na marcação e assim seguiu até o final. David Lee marca melhor que o Aldridge e nesse ponto o fato do gordinho soneca não ter jogado foi até melhor.
    O número expressivo se assistências não foram meroa números frios, o time realmente movimentou bem a bola. Dedmon tb foi muito bem no ataque. Boa partida do time. Pena que o Bertans caiu de rendimento de algumas partidas para cá, justo quando achei que ele ia entregar.

    Ah, e o Kyle foi Kyle. Ninguém bate bola com tanta elegância e eficiência como ele.

  1. Pingback: Spurs (20-5) @ Suns (8-17) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s