Spurs (18-5) @ Bulls (12-10) – Sem recorde

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif91×95

Terminou a invencibilidade do San Antonio Spurs longe do AT&T Center. Nessa quinta-feira (8), a equipe texana visitou o Chicago Bulls e foi derrotada pelo adversário pelo placar de 95 a 91, perdendo seu primeiro jogo na estrada na temporada. Vamos aos destaques da partida.

Mills fez a parte dele (Reprodução/nba.com/spurs)

Mills fez a parte dele (Reprodução/nba.com/spurs)

Fim do sonho

O Spurs chegou a Chicago depois de ter vencido os 13 primeiros jogos que fez como visitante no campeonato. Com isso, estava a apenas uma vitória de igualar o melhor começo na estrada da história da NBA, e a somente três de empatar com a melhor sequência fora de casa da história da liga profissional americana. Por isso, a derrota para o Bulls foi um balde de água fria para quem esperava a franquia texana batendo os recordes.

Leonard fez bom jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

Leonard fez bom jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

Roteiro repetido e bronca

Pelo segundo jogo seguido, o Spurs começou o jogo muito mal. A péssima atuação do time texano no primeiro tempo fez que com o Bulls chegasse a abrir 18 pontos de vantagem no terceiro quarto. Porém, diferentemente da vitória sobre o Minnesota Timberwolves – quando Gregg Popovich tirou os titulares de quadra logo nos primeiros minutos da partida – dessa vez a reação do alvinegro não foi suficiente para que a vitória viesse. Por isso, o treinador foi duro nas críticas aos seus comandados.

“Os caras ganham muito dinheiro para estarem prontos para jogar. É o seu trabalho. Se você é encanador e não faz seu serviço, você não consegue um emprego. Não acho que um encanador precise de um discurso motivacional. Se um médico falha em uma operação, ele não será mais médico. Se você é um jogador de basquete, tem de estar pronto. Se chama maturidade. É o seu trabalho”, disse Pop, criticando o começo ruim.

Sempre eles

As únicas boas notícias do jogo foram as atuações de Kawhi Leonard e Patty Mills. Os dois, destaques do Spurs neste começo de temporada, foram muito bem novamente. O ala titular deixou a quadra com 24 pontos, oito rebotes e cinco assistências, enquanto o armador australiano, que saiu do banco, contribuiu com 16 pontos e duas roubadas de bola.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 24 pontos, 8 rebotes e 5 assistências

Patty Mills – 16 pontos e 2 roubos de bola

Pau Gasol – 13 pontos, 10 rebotes e 3 assistências

LaMarcus Aldridge – 10 pontos, 6 rebotes e 4 tocos

Chicago Bulls

Dwyane Wade – 20 pontos, 5 assistências e 5 rebotes

Jimmy Butler – 13 pontos, 9 rebotes, 4 assistências e 2 roubos de bola

Rajon Rondo – 12 pontos, 10 rebotes, 9 assistências e 2 roubos de bola

Taj Gibson – 12 pontos, 5 rebotes e 2 tocos

Robin Lopez – 12 pontos e 4 rebotes

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 09/12/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 20 Comentários.

  1. Normal perder em Chicago, mas o time precisa começar menos sonolento. Até metade da temporada já deve ter um encaixe melhor.

    De positivo a defesa continua mantendo os caras abaixo de 100.

    • Pode até ser normal, mas não da forma que foi. Perdi a conta de tantos erros ofensivos (alguns bizarros por sinal).

      O que adianta segurar os caras lá atrás e não fazer a nossa parte lá na frente?

      Foi isso que faltou nesse jogo. Bastava fazer o feijão com arroz.

      Essa conversa de manter o adversário abaixo dos 100 não é argumento nenhum, aliás, é uma piada. Podem segurar abaixo dos 50, que não fará muita diferença se não formos efetivos e aproveitarmos as oportunidades no ataque.

      Com exceção do Kawhi, dá sono ver os outros jogadores em quadra.

      Parker e Ginobili parecem duas galinhas, só sabem ciscar.

      Aldridge? Sem comentários. A cota dele é de um ou dois jogos bons a cada 5 disputados.

      Já o Gasol, quando vejo ele no banco com aquele cara de c*, com a mão no queixo, não sei se dou risada ou se choro.

      • Ser uma das melhores defesas é realmente uma piada. Não tem nada de positivo nisso, aliás, ideal é fazer 130 e levar 129, nos playoffs isso vai dar muito certo!

      • Gênio, em que momento eu falei que ter uma das melhores defesas da liga é uma piada? Eu disse que não adianta só defender e não fazer a nossa parte lá na frente. Você assistiu aos últimos jogos da equipe? Viu o sofrimento que passamos em vários deles, justamente por não aproveitar as chances ofensivas e matar o jogo? Difícil discutir com torcedor que acha normal uma derrota pra um time que só tem dois jogadores bons!

      • Rondo, Butler e Wade… não é algo que parece piada, é alguém pelo visto.

    • Achei que tu ia sair da tua bolha depois desse jogo, mas essa tua vontade de ser “o diferentão” tá beirando o ridículo. “Normal”… Já pode fazer parte do tem zorra total.

  2. Gostei das palavras do técnico, perfeito!

  3. Aproveitamento do Aldridge nos arremessos foi péssimo e realmente o ínicio ruim atrapalhou demais o time a buscar virar o placar, Simmons também não conseguiu impor seu ritmo de jogo e errou e se atrapalhou muito…

  4. O cara não assiste o jogo (tenho certeza absoluta que não assistiu) e vem dizer que a defesa foi positiva. Quem foi negativo foi o ataque dos Bulls, erraram diversas bolas fáceis, diversos arremessos livres. Butler principal arremessador esteve muito mal.

    Saia do mundo paralelo, seja no esporte ou na vida. Comentarista de futuro se chama vidente, já viu algum vidente realmente acertar?

    • Sim, claro, os Bulls erraram diversas cestas 4 contra 1, a defesa não vale de nada mesmo, só demérito dos caras.

      Já ouviu falar da “prognóstico”?

      “que traça o provável desenvolvimento futuro ou o resultado de um processo.”

      É diferente de ser vidente, mas essa palavra só deve existir no meu mundo paralelo.

      Abraços, Vuvuzela.

      • Prognóstico é feito com base em análise de casos parecidos. Todo caso de time jogador um basquete medíocre só acabou em mais mediocridade.

        Abraços doutor.

      • Giu: Desiste de tentar argumentar com esse cara. Ele não tem capacidade mental para enxergar o que a maioria vê, infelizmente.

  5. Esse jogo não assisti, mas pelo o que o próprio Pop falou da pra ver como foi sofrido novamente.. E não acho normal perder em Chicago HOJE.

    O desempenho de vários está muito abaixo..

    Era um bom momento pra ter o recorde…

  6. Aldridge devendo demais, um cara que ganha 20 milhões por temporada, um dos maiores salários da NBA, jogando pior do que qualquer reserva? Pior que jogadores de rotação? Um jogo bom e dois ruins? Faz faltas ridículas na defesa, velocidade zero de defesa lateral.. Gasol faz jogos bons (a média é um bom / um ruim, melhor que o Aldridge), é inteligente nos passes e movimentação, mas já sente o peso da idade, não dá para exigir do cara mais que 28 / 30 minutos por jogo. Não acho que dá para jogar com os dois ao mesmo tempo, a defesa sempre fica muito vulnerável, são sempre os piores momentos do Spurs nos jogos.

  7. Eu avisei ontem, esta equipe não tem o DNA de um Spur. Equipe parece sem motivação, sem vontade, sem tesao de fazer a coisa acontecer. Pop mostrou porque é uma lenda imortal do basquete, ao citar a questão da grana em comparação a outras profissões. Sinto que na janela do início do ano, algumas pessoas perderão seus empregos.
    Não é normal, perder para uma equipe tão fraca como Chicago que apesar de bons nomes, definitivamente está bem longe de ser uma potencia atual, sem falar que até o Lakers bateram eles em Chicago, jogando apenas o básico.
    Ninguém é corneta aqui, somos apenas torcedores conscientes, de uma equipe que vem decepcionando grandiosamente o Pop. Eu não estranharia que ele demitisse alguém em janeiro, para dar um lição e um alerta definitivo ao grupo.
    Outra questão, Simmons faz o básico, meu querido, ontem certamente vc entrou na lista negra do Pop. Boa viagem a D League, meu velho.
    Solução para este time? Chamar um psicólogo para descobrir a razão de tanto desanimo, tanta desatenção no começo dos jogos. Um time que chuta menos de 30 por cento, no primeiro quarto, por várias noites, merece tomar uma surra.

  8. Depois desse comentário do Pop eu acredito que, ou as coisas mudam ou muitos vão perder o emprego.

  9. Não assisti o jogo, mas lendo a materia e os comentário dei para ter uma noção do jogo.
    Nessa temporada esperava mais do Aldridge.
    Apos uma temporada de adaptação, pensei que ele e o Kawai seriam os caras do time.
    Mas parece que o Aldridge esta forçando sua saida do time.
    Outro pontos que tinha pensado e como fica fraca a defesa com Gasol e Aldridge juntos.
    Gosto do Gasol no ataque, distribui bem o jogo mas na defesa não esta muito bem.
    Hoje tem jogo e esperamos vencer sem susto.
    Abraço a todos!

  1. Pingback: Spurs (18-5) vs Nets (6-15) – Temporada regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (20-5) vs Celtics (13-12) – Tabu mantido | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (23-6) @ Clippers (22-8) – Chance perdida | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s