Spurs (12-3) @ Hornets (8-6) – Vitória na colmeia

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif119×114

Nessa quarta-feira (23), o San Antonio Spurs visitou o Charlotte Hornets e venceu o adversário pelo placar de 119 a 114. Com o resultado, o time texano chegou aos 80% de aproveitamento na temporada e ocupa a terceira colocação na Conferência Oeste, 1,5 jogos atrás do Los Angeles Clippers, que aparece em primeiro. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Danny Green foi decisivo (Reprodução/nba.com/spurs)

Danny Green foi decisivo (Reprodução/nba.com/spurs)

Recuperados

Após passarem boa parte do início da temporada machucados, Tony Parker e Danny Green mostraram sua importância na hora de decidir a vitória sobre o Hornets. O armador francês deixou a quadra com 11 pontos e três assistências em 28 minutos e, no último período, quando Kemba Walker ameaçava tomar controle do jogo, forçou um turnover do adversário e converteu uma bola de três importantíssima para que a vitória fosse garantida. O ala-armador, por sua vez, contribiu com 16 pontos e três rebotes em 29, convertendo quatro dos sete arremessos de longa distância que tentou – duas quando o Spurs mais precisava.

Leonard brilhou como sempre (Reprodução/nba.com/spurs)

Leonard brilhou como sempre (Reprodução/nba.com/spurs)

Característica

Nos 11 primeiros jogos da temporada, o recorde de assistências do Spurs foi as 25 na vitória sobre o Golden State Warriors. Agora, com o quinteto titular finalmente conseguindo se entrosar, esse número foi superado três vezes: foram 29 na vitória sobre o Sacramento Kings, 30 na vitória sobre o Los Angeles Lakers e 28 na noite dessa quarta-feira.

Agarrou a chance

Com Dewayne Dedmon ainda se recuperando de uma torção no joelho esquerdo, Davis Bertans voltou a receber minutos e fez sua melhor partida com a camisa do Spurs. Foram 11 pontos e três bolas de três convertidas – melhores marcas de sua carreira até aqui – em três tentadas em apenas dez minutos.

Recorde mais perto

Com a vitória sobre o Hornets, o Spurs está invicto nos oito primeiros jogos que fez como visitante neste campeonato, marca que já entrou para a história.

O número já igualou o melhor início da história do time texano na estrada, obtido na temporada 2010/2011. O próximo jogo fora de casa será nesta sexta, contra o Boston Celtics.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 30 pontos, 5 assistências e 4 rebotes

LaMarcus Aldridge – 23 pontos, 7 rebotes e tocos

Danny Green – 16 pontos e 3 rebotes

Tony Parker – 11 pontos e 3 assistências

Charlotte Hornets

Kemba Walker – 26 pontos, 9 rebotes e 7 assistências

Frank Kaminsky – 13 pontos, 8 rebotes e 5 assistências

Nicolas Batum – 13 pontos, 7 rebotes e 5 assistências

Marco Belinelli – 12 pontos e 4 rebotes

 

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor do LANCE!Net desde 2013, três anos após ter sido estagiário do Diário LANCE!. Neste meio tempo, foi repórter de automobilismo na agência mob36, redator do UOL Esporte e colunista no Basketeria.

Publicado em 24/11/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Realmente foi bom jogo ofensivo que por vários momentos lembrou o melhor Spurs de temporadas atrás. Já defensivamente… Nos momentos em que tínhamos uma sequência ruim no ataque o Hornets sempre passava a frente pq a defesa não conseguia fazer nada. Acompanho o time faz mais de uma década e de cabeça não me lembro de um começo de temporada com uma defesa tão fraca coletivamente no garrafão e no perímetro. Só para ilustrar, ontem o Hornets bateu um único lance livre no primeiro tempo.
    Green refugou vários arremessos livres de três ontem, quando perdeu o medo a bola começou a cair. Precisa de uma sequência de boas atuações para podermos ter alguma esperança nele.
    Parker vinha fazendo partida medíocre até aqueles instantes finais de partida e com o Kemba decidindo o jogo eu só estava pensando em como eu queria um armador assim em San Antonio, aí o Parker foi e deixou o jogo. Bem, eu ainda trocaria um pelo outro fácil fácil.
    Lee definitivamente parece ter ressuscitado a carreira e o Bertans foi demais, espero que o Pop não cometa a injustiça de deixá-lo atrás de Simmons e Kyle na rotação em nenhum momento. Aliás, estávamos caminhando para uma noite feliz quando nos segundos finais o Pop fez a proeza de botar o Kyle em quadra, eu nem tinha lembrado que ele existia ainda. Com certeza ele deve empurrar o carrinho de compras da família Popovich no mercado e carregar as compras até o carro.

  2. Vergonhoso esse time, 12-3, queria eu ser torcedor dos Lakers mas é o coração quem manda…

  3. O giu é um sem graça,ja falou metade do que eu ia dizer,rsrs. Agora,houve momentos no garrafão,de spurs marcando spurs e que bom que os abelhudos na enxergavam o caminho da cesta .
    Vou aqui continuar torcendo pra danny green voltar logo,pois é o melhor moment de nossas vidas ver a frustraçao de adversarios quando seus pés saltam e a bola cai ! Nem redick maltrata tanto assim . Sobre parker : poderia jogar assim sempre ! Tava extra lucido ao fim do jogo.
    E sobre bertans : a aliança de casamento é o sexto anel ! Chegou na nba ! Cravou chutou de 3 …
    Defesa ta muito estranha , ajustando isso,eu sugiro o spurs fora do top 3do oeste e o vejo ali no top 3 para o titulo .
    Giu,aqui no rio,tem os supermercados guanabara,eu juro que eu vi a cena do kyle empurrando o carrinho com aquela cara dele, rsrsrsrd .

  4. Bom jogo do Spurs contra os abelhões, e o SA soube fechar o jogo sem forçar jogadas, Kawhi bem e se movimentando pra receber as jogadas, Green e Parker fizeram cestas de 3 nos momentos decisivos, LaMarcão foi bem tbm, gostei muito da atuação do Bertans que vai ganhando espaço na equipe visto o mal momento do Kyle Anderson, o Hornets tem um ótimo time, os reservas deles foram muito bem, Hawes e Kaminsky principalmente, e Walker comandou ótimos contra-ataques, que venham os verdes sexta…GO SPURS!!

  5. Foi um bom jogo, ofensivamente jogamos muito bem. Defensivamente o primeiro tempo foi um desastre, parece que deu tela azul no time e ninguém estava marcando nada. No segundo tempo melhoramos na defesa, e fomos bem no ataque. Vale destacar a importância de Danny Green que voltou muito bem desde a lesão, Tony Parker que até então sempre muito contestado está fazendo bons jogos e ontem foi muito importante. Não podendo esquecer do Bertans que ontem fez uma boa partida, apesar dos dois erros de passe por falta de entrosamento, mas com o tempo sei que vai ser muito importante para o time. Rodamos muito bem a bola, melhoramos bastante em relação aos jogos anteriores. Sexta tem mais.

  6. Foi um jogo muito lúcido ofensivamente das duas equipes, mas no fim prevaleceu a frieza do spurs ao não cometer TO seguidos, escolher as melhores jogadas e fechar a partida.

  7. Bom jogo, mas, Ginobili já deu o que tinha que dar, fez uma das piores partidas de sua vida ontem e tem sido assim na temporada, sobrevive de bolas de três de vez enquando.

  1. Pingback: Spurs (12-3) @ Celtics (9-6) – Temporada regular | Spurs Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s