Arquivo diário: 16/11/2016

Spurs anuncia aposentadoria da camisa de Tim Duncan

Nesta quarta-feira (16), o San Antonio Spurs anunciou a aposentadoria da camisa #21, número que desde a temporada 1997/1998 foi de Tim Duncan. E agora, 19 anos e cinco títulos depois, não será de mais ninguém. A cerimônia acontecerá no dia 18 de dezembro no AT&T Center, depois da partida contra o New Orleans Pelicans.

Era uma vez uma noite de Draft. O resto é história. (Foto: San Antonio Spurs Facebook)

Era uma vez uma noite de Draft. O resto é história. (Foto: San Antonio Spurs Facebook)

Com isso, Duncan se tornará o oitavo atleta a ter sua camisa pendurada no alto do ginásio do Spurs. Antes dele, foram imortalizados Bruce Bowen (#12), Sean Elliot (#32), George Gervin (#44), Avery Johnson (#6), Johnny Moore (#00), David Robinson (#50) e James Silas (#13).

Ao todo, Duncan conquistou o anel da NBA cinco vezes (1998/1999, 2002/2003, 2004/2005, 2006/2007 e 2013/2014). Com o ala-pivô, o Spurs registrou 1.072 vitórias e 438 derrotas, cerca de 70% de aproveitamento, melhor marca de um jogador nas 19 temporadas em que atuou na liga. E, para efeitos de comparação, é um recorde de aproveitamento também se considerarmos a NFL, NHL e MLB durante o período. O ídolo também ajudou a franquia a chegar nos playoffs em todas as 19 campeonatos que disputou e se tornou o único da história da liga a ganhar títulos como titular em três décadas diferentes.

Dentre os vários recordes e marcas alcançadas por Duncan, vale destacar a parceria feita com o francês Tony Parker e o argentino Manu Ginobili. Juntos, eles se tornaram o trio mais vitorioso da temporada regular com 575 triunfos, e também na pós-temporada, com 126. Além disso, a parceria com Gregg Popovich também não pode passar batida. Afinal, foram 19 campeonatos juntos totalizando 1.001 vitórias, sendo a parceria atleta-treinador mais vitoriosa da história da NBA. Ah, e por falar nestes 19 anos, o astro é um dos três jogadores, juntamente com John Stockton, ex-Utah Jazz e Kobe Bryant, ex-Los Angeles Lakers, a ficar tanto tempo defendendo a mesma franquia na liga. Merecida a homenagem ou não?

Spurs (8-3) @ Kings (4-7) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Sacramento Kings – Temporada Regular

Data: 17/11/2016

Horário: 01h30 (Horário de Brasília)

Local: Golden 1 Center

Onde assistir: NBA League Pass

Na madrugada de quarta para quinta-feira, o San Antonio Spurs, que venceu seus cinco primeiros jogos fora de casa na temporada, visita o Sacramento Kings e tenta manter viva a invencibilidade. O alvinegro tem Danny Green, Pau Gasol e Dewayne Dedmon como dúvidas. Com isso, Dejounte Murray, Bryn Forbes e Davis Bertans, que foram enviados para o Austin Spurs, podem voltar. Os donos da casa, por sua vez, terão todo o elenco à disposição.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (1-0)

27/10/2016 – Spurs 102 @ 94 Kings

Com grande atuação de Kawhi Leonard, que anotou  30 pontos, cinco assistências, cinco roubadas de bola e três rebotes, o Spurs venceu o Kings na casa do adversário.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard/Kyle Anderson

PF – LaMarcus Aldridge

C – Pau Gasol

Fique de Olho – Com os possíveis desfalques, Kyle Anderson pode aproveitar sua versatilidade e ganhar mais uma chance para mostrar serviço, o que ainda não aconteceu. Ele pode tanto ganhar minutos de Green como ala-armador como atuar como ala-pivô se precisar suprir as ausências de Gasol e Dedmon. Na temporada, mesmo tendo sido titular sete vezes, o ala tem médias de só 2,7 pontos e 3,9 rebotes em 19,3 minutos por jogo.

PG – Ty Lawson

SG – Arron Afflalo

SF – Rudy Gay

PF – Kosta Koufos

C – DeMarcus Cousins

Fique de Olho – Os possíveis desfalques de Gasol e Dedmon deixam DeMarcus Cousins ainda mais perigoso para o Spurs. Até aqui, na temporada, o pivô, que é um dos melhores da liga, tem médias de 26,6 pontos e 8,6 rebotes em 33,5 minutos por exibição.

Spurs (8-3) x Heat (2-7) – Ufa!

https://i0.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif94×90

Nessa segunda-feira (14), o San Antonio Spurs recebeu o Miami Heat e venceu o adversário pelo placar de 94 a 90. A equipe texana chegou a abrir 18 pontos de vantagem, mas viu o oponente complicar a partida no último quarto. Vamos, a seguir, aos destaques da partida.

Gasol vem fazendo bons jogos (Reprodução/nba.com/spurs)

Gasol vem fazendo bons jogos (Reprodução/nba.com/spurs)

Alívio

O Spurs começou muito bem o duelo, foi para o intervalo vencendo por 15 pontos de vantagem e chegou a abrir 18. Porém, o Heat não se entregou, vencendo o terceiro período por 20 a 16, o quarto por 30 a 23 e encostando. Sorte que a diferença aberta no início do jogo foi o bastante para a equipe texana, que mostrou dificuldades na hora de decidir.

Leonard foi destaque de novo (Reprodução/nba.com/spurs)

Leonard foi destaque de novo (Reprodução/nba.com/spurs)

Nomes do jogo

Se Kawhi Leonard obteve 24 pontos, 12 rebotes e quatro assistências em 34 minutos e foi o destaque óbvio da partida, Tony Parker vai, aos poucos, mostrando porque ainda é importante no comando da ofensiva do Spurs. O armador francês deixou a quadra com 11 pontos, seis assistências e três rebotes em 25 minutos e, com ele em quadra, o alvinegro marcou 15 pontos a mais do que sofreu, sete a mais do que qualquer outro jogador que entrou em quadra. As chances do título da equipe passam por sua forma.

Susto

Depois de perder boa parte do começo da temporada por conta de uma lesão muscular na coxa esquerda, Danny Green não jogou todo o segundo tempo da partida por “precaução” de acordo com Gregg Popovich. Como a presença do ala-armador titular claramente melhora o poder defensivo do Spurs, fica a expectativa sobre sua participação ou não nos próximos jogos da equipe texana na temporada.

Sem negatividade

Se o Spurs perdeu somente um jogo no AT&T Center em toda a temporada 2015/2016, nesta campanha já foram três derrotas. A vitória sobre o Miami Heat fez o time texano igualar esse número, chegando ao terceiro triunfo em sua casa e saindo do recorde negativo.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 24 pontos, 12 rebotes e 4 assistências

LaMarcus Aldridge – 18 pontos e 3 rebotes

Pau Gasol – 12 pontos e 8 rebotes

Tony Parker – 11 pontos, 6 assistências e 3 rebotes

Patty Mills – 10 pontos, 3 assistências e 3 rebotes

Miami Heat

Dion Waiters – 27 pontos, 3 assistências, 3 tocos e 2 roubos de bola

Hassan Whiteside – 23 pontos, 17 rebotes, 2 tocos e 2 roubos de bola

Tyler Johnson – 11 pontos, 8 rebotes e 6 assistências