Spurs (7-3) @ Rockets (5-4) – Eis o quinteto

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif106×100

Nesse sábado (12), o San Antonio Spurs visitou o Houston Rockets e venceu o rival por 106 a 100, vingando a derrota sofrida no AT&T Center na quarta-feira. A partida marcou a estreia do quinteto titular do alvinegro na temporada. Vamos, a seguir, aos destaques do jogo.

Leonard se destacou de novo (Bill Baptist/NBAE via Getty Images)

Leonard se destacou de novo (Bill Baptist/NBAE via Getty Images)

Trabalho coletivo

Após lidar com lesões dos titulares das posições 1 e 2, o Spurs finalmente pôde escalar Tony Parker, Danny Green, Kawhi Leonard, LaMarcus Aldridge e Pau Gasol como quinteto inicial. A formação jogou junta por 17,1 minutos e fez 37 dos 106 pontos do alvinegro, acertando 58,3% dos arremessos de quadra. Obviamente, ainda há espaço para melhora, especialmente defensivamente, já que a unidade sofreu 39 pontos e acabou com saldo negativo de dois.

Gasol vem melhorando (Reprodução/nba.com/spurs)

Gasol vem melhorando (Reprodução/nba.com/spurs)

Trabalho individual

Se coletivamente o time titular do Spurs ainda tem muito o que melhorar, individualmente o clássico texano foi uma mostra do potencial da unidade, já que quatro dos seus jogadores chegaram à marca dos 15 pontos. Leonard foi o cestinha com 20 e ainda contribuiu com três roubadas de bola; Aldridge anotou 16 pontos, dez rebotes e três tocos; Parker contribuiu com 16 pontos e três assistências; e Gasol deixou a quadra com 15 pontos, sete rebotes, seis assistências e dois tocos. O espanhol tem jogado cada vez melhor.

Força do banco

Nesta temporada, o Spurs utilizou a unidade formada por Patty Mills, Manu Ginobili, Jonathon Simmons, David Lee e Dwayne Dedmon por seis jogos, vencendo cinco deles. Com o quinteto em quadra, a equipe texana fez 13 pontos a mais do que sofreu. Com a volta dos titulares, a formação deve ganhar cada vez mais espaço. Pior para Kyle Anderson, que foi removido da rotação e não jogou contra o Rockets.

Marca histórica

Com a vitória no clássico texano, o Spurs está invicto nos cinco primeiros jogos que fez como visitante no campeonato, marca atingida apenas três vezes na história da franquia. As outras duas foram nas temporadas 2006/2007, com sete triunfos seguidos, e 2010/2011, com oito.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 20 pontos e 3 roubos de bola

LaMarcus Aldridge – 16 pontos, 10 rebotes e 3 tocos

Tony Parker – 16 pontos e 3 assistências

Pau Gasol – 15 pontos, 7 rebotes, 6 assistências e 2 tocos

Manu Ginobili – 12 pontos e 3 assistências

Houston Rockets

Eric Gordon – 27 pontos e 5 rebotes

James Harden – 25 pontos, 13 assistências e 11 rebotes

Trevor ArIza – 15 pontos, 4 rebotes e 3 roubos de bola

Clint Capela – 12 pontos e 10 rebotes

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor do LANCE!Net desde 2013, três anos após ter sido estagiário do Diário LANCE!. Neste meio tempo, foi repórter de automobilismo na agência mob36, redator do UOL Esporte e colunista no Basketeria.

Publicado em 14/11/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 9 Comentários.

  1. Aos poucos vai se ajeitando =D

    • Meu sonho é ver esses caras jogando “a lá spurs”,sair de 8° colocado para o titulo !!
      Parece zoeira,mas é spurs…ei dolfo,vc acompanha o spurs ha muiyo tempo?

  2. Ta vendo,pastore? Por isso voce merece citação na toda poderosa espn? Ressaltou direitinho o que “a apaixonada torcedora” , achava : banco . Palavra que define , o rumo de um time .
    Embora nao estejamos contentes com atuaçoes de alguns jogadores,tambem isso devido ao que vimos em quase duas decadas de duncan,o time ta cheio de talento bruto e ao que me parece,mandaram jovens a d league,para se tornarem mais decisivos . Passo a achar que aldridge é temperamental e vai render o que ele quiser e nao o que se espera dele. Numa dessas,ele ta de saída…
    A melhor coisa até aqui,sao essas vitorias em times “grandes”,na rua,isso é crucial em playoff,ainda mais pro spurs,que a midia ta sufocando de criticas .
    O que vier é lucro,agora,como nao vi o jogo,nem sei como foi a defesa ,espero que se encaixe logo !

  3. O time realmente pareceu mais equilibrado e focado, principalmente no início do jogo, forçou menos é por consequência errou menos. Agora o problema é pensar que dependíamos ou dependemos do Green para se ajeitar.

  4. Fizemos um bom jogo, a defesa funcionou, e valorizamos a posse de bola, rodamos mais a bola, claro que tivemos momentos em que parece que o time não rendeu, mas nada de anormal. Danny Green voltou bem, tem ajudado muito na defesa, assim como defendi ele na ultima temporada, ofensivamente ele não esta mais com aqueles tiros de 3 precisos, mas ajuda muito na defesa. Um ponto a destacar foi Parker que parece ter resolvido jogar, foi bem agressivo e pontuou bem. Aldrige está arrastando em quadra, parece que não está satisfeito, quando ele resolve jogar joga muito, agora com essa má vontade fica difícil. Vamos aguardar para ver como será contra o Heat hj.

    • Grata por definir a boa defesa !
      Green,realmente,extremamente defensor , imagina ele na boa forma de artilharia de 3?

  1. Pingback: Spurs (7-3) x Heat (2-6) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s