Prévia de Spurs x Grizzlies – Primeira rodada dos playoffs

Aldridge fará sua primeira série de playoff pelo Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Após vencer 67 jogos na temporada regular, melhor marca da história da franquia, e perder só uma vez como mandante, igualando o recorde da NBA, o San Antonio Spurs inicia sua trajetória nos playoffs contra o Memphis Grizzlies. Enquanto o alvinegro texano terá todo o elenco à disposição, a equipe do Tennessee não poderá contar com Mike Conley, Jordan Adams e Marc Gasol, todos fora da temporada, e nem com Brandan Wright, que tem retorno previsto apenas para o início de maio. Além deles, Tony Allen é dúvida para o primeiro jogo.

Spurs e Grizzlies começam a se enfrentar neste domingo, no AT&T Center. Ao longo da temporada regular, as duas equipes mediram forças quatro vezes, com quatro vitórias para o alvinegro de San Antonio. Relembre todos estes confrontos a seguir:

21/11/2015 – Spurs 92 x 82 Grizzlies

Com grande atuação de Kawhi Leonard, que anotou 19 pontos, sete rebotes e três assistências, o Spurs venceu o Grizzlies no primeiro encontro dos times na temporada.

04/12/2015 – Spurs 103 @ 83 Grizzlies

Novamente com show de Kawhi Leonard, que deixou a quadra com 27 pontos e oito rebotes, o Spurs passou pelo Grizzlies no primeiro confronto disputado no Tennessee na temporada.

26/03/2016 – Spurs 110 x 104 Grizzlies

Na sexta-feira de Páscoa, o Spurs contou com 32 pontos e 12 rebotes de LaMarcus Aldridge para superar os desfalques de Patty Mills, Danny Green e Kawhi Leonard e vencer o Grizzlies.

28/03/2016 – Spurs 101 @ 87 Grizzlies

Sem poder contar com Tony Parker, Manu Ginobili, David West e Tim Duncan, poupados, e nem com Kawhi Leonard, machucado, o Spurs aproveitou-se dos 31 pontos, 13 rebotes, três assistências e dois tocos de LaMarcus Aldridge para vencer fora de casa.

Agora, chegou a hora do Spurs medir forças com o adversário na série válida pela primeira rodada dos playoffs de 2016. A seguir, os blogueiros do Spurs Brasil contam o que esperam da série e dos jogadores que poderão ajudar a decidi-la. Confira as análises abaixo:

Lucas Pastore

Palpite: Spurs 4 a 0
Sem Mike Conley e Marc Gasol, esse Grizzlies é, talvez, o pior time de playoff da Conferência Oeste desde que eu comecei a acompanhar a NBA. Um adversário ideal para que o Spurs consiga recuperar seu ritmo de jogo e competitividade, já que a reta final da temporada regular foi marcada por jogadores poupados, com a equipe claramente tirando o pé do acelerador, e pela lesão de Boris Diaw. Qualquer resultado diferente de uma varrida seria surpreendente.
Peça-chave do Spurs:
 LaMarcus Aldridge
Peça-chave do Grizzlies:
 Zach Randolph

Sergio Neto

Palpite: Spurs 4 a 0
Varre varre, vassourinha. O melhor elenco da NBA, na minha modesta opinião, contra um time que chegou aos playoffs sem alarde. Além disso, Marc Gasol é grande baixa em um plantel que virou um “catado”. O time do Tennessee é um bom oponente, mas não vai fazer nem cócegas nos jogos no AT&T Center. Quando a série sair do Texas, poderemos ter duelos truncados, mas ainda assim com triunfos. Nada como mais um 4 a 0 pra esquecer 2011.
Peça-chave do Spurs:
 Kawhi Leonard
Peça-chave do Grizzlies:
 Zach Randolph

Vinicius Esperança

Palpite: Spurs 4 a 0
Um dos melhores elencos (se não o melhor) da NBA contra uma equipe totalmente remendada, composta pelos restos de um plantel atrapalhado pelas contusões e por jogadores que provavelmente não teriam muita chance em outras franquias. Um time que igualou o recorde de 40 vitórias e apenas uma derrota em casa nessa temporada, e outro, que de forma surpreendente – mesmo sem seu principal jogador, Marc Gasol, e durante muito tempo sem seu principal líder, Zach Randolph -, conseguiu uma vaga nos playoffs. O garrafão texano é muito sólido, e com suas principais armas baleadas ou fora de combate, o adversário não vai ter muitas chances, sendo o confronto de divisão mais tranquilo para o alvinegro.
Peça-chave do Spurs:
 LaMarcus Aldridge
Peça-chave do Grizzlies:
 Zach Randolph

Olho neles!

Prestes a fazer sua primeira série pelo Spurs, LaMarcus Aldridge se prepara para encarar um garrafão enfraquecido por conta dos desfalques de Brandan Wright e, principalmente, de Marc Gasol. Se o dedo machucado não atrapalhar, o ala-pivô deve brilhar. Na temporada, o astro, eleito por dois blogueiros do Spurs Brasil como destaque da série, teve médias de 18 pontos e 8,5 rebotes em 30,6 minutos por exibição. Nos seus três duelos com o Grizzlies, os números viraram 27 pontos e 9,7 rebotes em 32,2 minutos por jogo.

Eleito unanimemente pelos blogueiros do Spurs Brasil que opinaram como destaque do Grizzlies, Zach Randolph deve ser o foco ofensivo de um time que não poderá contar com Mike Conley e Marc Gasol. Por outro lado, na defesa, pode sofrer por ter de marcar LaMarcus Aldridge ou Tim Duncan. Na temporada, o ala-pivô obteve médias de 15,3 pontos e 7,8 rebotes em 29,7 minutos por exibição. Porém, na única vez que enfrentou o alvinegro na temporada, conseguiu somente nove pontos e seis rebotes em 28,7 minutos.

Sobre Equipe Spurs Brasil

Seu site de notícias sobre o San Antonio Spurs em português. Ativo desde fevereiro de 2008.

Publicado em 16/04/2016, em Análises. Adicione o link aos favoritos. 12 Comentários.

  1. Esse confronto é bem diferente daquele de 2011, agora temos garrafão pra competir, mesmo se os grizzlies estivessem completos. Ótima oportunidade pro Aldridge fazer uma grande série e pegar confiança pro restante dos playoffs. Nunca achei ele um jogador que mantém nos playoffs o mesmo bom desempenho da temporada regular.
    Meu palpite é 4×1 pra nós pq com Park e green é abusar muito da sorte.

    • Realmente…parece uma falencia de talento,é uma lastima,mas ainda acho valido,assistir uma coisa assim,deixa a mpstra para os jovens cheios de ego,que tudo pode acontecer.

  2. Pra quê falar de 2011 aqui gente? Essa conta eles já pagaram, com juros, em 2013.
    Honestamente, Spurs só para no Warriors. Uma grande pena, fatalidade do destino, que o melhor Spurs da história tenha esse time pela frente. Ou, olhando com outros olhos, sorte a nossa, já que um juggernout merece outro.

    • Spurs se não melhorar significativamente irá parar no thunder na próxima rodada. Aliás, contra qualquer time que tenha um armador rápido e agressivo os apura levam grande desvantagem.
      Não adianta se apegar a históricos e a tal “força da camisa”

      • Que histórico? O único histórico que me vem à mente pra esses playoffs é a longínqua temporada de 2016, que sob praticamente qualquer aspecto é a melhor da história do Spurs.
        Melhor defesa da Liga, não tínhamos uma defesa tão boa há mais de 10 anos, um dos melhores ataques, ataque de transição (coisa que o Spurs não tinha há mais de uma década também), perigo no perímetro e perigo dentro do garrafão.
        Historicamente grandes defesas se sobressaem sobre grandes ataques. É claro que esse ataque do Warriors pode derrubar qualquer defesa, mas temos que ver como as coisas vão ser.
        Se eu fosse torcedor de qualquer outra franquia estaria agora tremendo na base com a possibilidade de ter que jogar contra o Spurs.
        O único time realmente superior é o Warriors, mas a caminhada nos playoffs é longa e muita coisa pode acontecer até lá.
        Quanto ao OKC, sim, pode ganhar do Spurs sim, mas primeiro tem que passar pelo Dallas, né?
        Quanto a melhorar “significativamente”, se esse Spurs melhorar significativamente bate até o Dream Team.

  3. Perigo no perímetro? Só se for contra nós mesmos. Posso estar errado, mas acho que fazia muitos anos que não metiamos tão poucas bolas de três como nessa temporada.
    Não me leve a mal e me desculpe se eu estiver te julgando errado, mas tu parece o típico torcedor de box score, sempre te vejo falando de números e somente isso.
    Não vejo o jogo de transição que tu cita, nossa única transição é quando o Leonard rouba a bola.
    Eu assisti mais de 70 jogos nessa temporada e apesar dos números, não vi o spurs ae sobressaindo coletivamente como em temporadas anteriores, não vejo o basquete envolvente e em busca do melhor passe. Não vi o Spurs passar por cima como um rolo compressor deixando o adversário sem reação em nenhum desses jogos que vi. Tirando Leonard e Aldridge e também o Mills, quem to time fez boa temporada? Os números realmente devem dizer algo, mas no caso dos spurs eles não se justificam.
    Por último, achas mesmo que é possível ir longe com o Parker jogando desse jeito? Talvez eu seja o torcedor mais crítico dele, nunca consegui gostar dele, mas pare para pensar, entre os times favoritos ao titulo, somos os únicos sem armador.
    Sobre o thunder passar pelo Dallas, estou assistindo ao jogo 1 agora e está sendo a das maiores surras que já vi na vida. Deron é ex jogador, assim como o Park e o resultado é doutrinação do armador adversário.
    A maioria das nossas derrotas na temporada foram para os times com os melhores amadores da liga, com eles brilhando pra cima da gente.
    Torço para que nos playoffs realmente possamos crescer de desempenho, mas analisando o basquete jogado na temporada, não vejo isso sendo possível.

    • Torcedor de box score? Really??? Não, eu não sou torcedor de box score. Em mais de duas décadas assistindo esse joguinho eu aprendi a ler o que cada jogador significa em campo. Eu cito fatos históricos muito mais do que números, e uso números quando acho que preciso.

      Pois pra mim você honestamente parece torcedor de futebol, que não consegue ver a função e o emprego tático de cada jogador em quadra. Você provavelmente é um dos que acham que Danny Green fez uma péssima temporada.

      Se você não acha que o Spurs tá jogando bem nessa temporada, me desculpe você, mas basquete não é tua praia. Só o fato de falar que nunca gostou do Parker mostra que ou você não conhece basquete ou torce pro Spurs há tão pouco tempo que não deu tempo de conhecer a franquia.

      Mesmo não sendo torcedor de box score, como você insinuou, vou usar justamente os números pra mostrar quão errado você está em dizer que o Spurs não fez uma temporada absolutamente brilhante.

      Se você acha que o basquete de temporada regular do Spurs serve pra algo mais do que fazer laboratório, então melhor rever seus conceitos. E mesmo fazendo laboratório o time foi simplesmente arrasador, só perdendo pra temporada transcendental que Golden State fez.
      Cada vez que volto pra ver o que você escreve aí aumenta minha impressão que você não conhece a franquia.
      Quanto ao OKC vs Dallas, quando eu escrevi aí em cima o Thunder já estava passando o carro, mas mantenho a palavra, eles tem uma série inteira pra jogar ainda. Te falta interpretação de texto além disso. Não espero realmente que o Mavs vença a série, mas cada rodada de playoff precisa ser jogada, não falada.

      Que jogador do Spurs jogou bem a temporada??? Meu Deus, talvez você não saiba, mas o terceiro melhor time da temporada em net rating é o banco de reservas do Spurs. Sabe o time destruidor do Warriors, que é o melhor time de temporada regular da história? Pois é, é o único time da NBA que teve net rating melhor que o BANCO do Spurs. E diferentemente do banco da maioria dos times da Liga, o banco do spurs frequentemente joga contra os titulares dos adversários. Entendeu? Isso significa que se Manu Ginobili, Mills, West, Diaw, Anderson, Simons e os outros fossem um time independente, eles se classificariam pros playoffs no Oeste. Significa que eles VENCERIAM a divisão sudoeste (a mais forte da NBA). Significa que eles brigariam pela LIDERANÇA do Leste.

      Você tá ligado que a defesa do Spurs foi, de muito longe, a que menos permitiu pontos do adversário, né?

      Outra coisa que você talvez não saiba? O Spurs é o melhor time da Liga em faltas. Sabe quando a melhor defesa da temporada foi ao mesmo tempo o time que menos faltas fez na história da NBA?
      Lista completa dos times que foram ao mesmo tempo 1st em defesa e 1st em faltas:

      1. 2016 Spurs.

      Sabe quando um time foi tão bom na defesa e cometeu tão poucas faltas na história dessa Liga? JAMAIS.

      Sabe o que mais o Spurs liderou nessa temporada? Pontos do adversário gerados por turnovers. Mais outra? Pontos do adversário gerados em rebotes ofensivos do adversário. Sabe porque isso importa? Porque os 3 maiores possíveis adversários do Spurs (GSW, OKC e Cavs) são exímios em punir quando você comete um turnover e o thunder ainda é ótimo pegando rebotes de ataque.

      Sabia que o Spurs foi terceiro em rebotes defensivos e quarto em tocos mesmo com Duncan tendo um carreer low em minutos? Sabe porque? Porque tem dois jogadores de perímetro fucking good em rebotes e tocos, também conhecidos como Danny Green e Kawhi Leonard. Sobre o Duncan ter jogado menos minutos na carreira, sabia que mesmo assim o Spurs foi terceiro, e muito próximo ao primeiro, em pontos permitidos dentro do garrafão?

      Aí você diz “tá, a defesa realmente é boa, mas o ataque não…”. Errado. Esse time teve o terceiro melhor ataque em pontos (por isso teve o melhor net rating). Mas sabe o que é melhor do que pontos por jogo pra definir um ataque? True shooting. Por quê? Porque PPG depende do ritmo de jogo do time, enquanto TS não. O Spurs tem o segundo melhor TS da Liga, empatado com o Thunder e só atrás (novamente) do imbatível ataque do Warriors.

      SAS também é 7º em turnovers (quase empatado com o 2º e próximo do primeiro), enquanto os outros candidatos a título (GSW, OKC e CAVS) todos cometem mais turnovers. É verdade que isso vem do ritmo mais lento do Spurs em relação aos outros times, mas para o time que menos permite pontos do adversário provenientes de turnovers, tá ótimo.

      Parker jogou mal essa temporada? Sabia que o Spurs teve a 2ª melhor taxa de assist por turnover da Liga, mais uma vez atrás apenas do Warriors? Sabia que a maneira como o Spurs joga é uma das mais difíceis pra manter essa taxa com bons números? Veja bem, o Warriors faz a maioria dos passes pra fora, acionando Curry e Thompson, (além de Leandrinho, Shawn Livingston, Iguodala quando estão em quadra) e a maioria dos pontos do time vem daí. Já o Spurs jogou muitas vezes numa formação da década passada, passando a bola pra dentro do garrafão (coisa que não fazia desde que Duncan deixou de ser o centro do ataque em 2006). E mesmo assim conseguiu ficar pouco atrás do Golden State nessa temporada. Mesmo levando em consideração que um monte de passes comuns na linha dos 3 do GSW virava assistência simplesmente porque Curry não é deste planeta.

      Outra novidade pra você é que o time que você disse que não jogou tão bem a temporada chutou melhor que o Golden State de qualquer lugar dentro da linha dos 3 pontos. O Warriors só começa a chutar melhor que o Spurs a partir dos 6 metros do aro.

      Então o Spurs não é uma ameaça do perímetro? Acha que metemos poucas bolas de 3 nessa temporada? Sim, você está errado de novo. De todos os times dos playoffs, só o Toronto Raptors teve melhor aproveitamento que o Spurs em 3pt, além é óbvio do time de alienígenas do Golden State.

      Sobre Danny Green, acha que ele chutou mal? Bem, ele certamente teve um aproveitamento abaixo do que teve em temporadas, passadas, mas ele chutou realmente tão mal assim? Lembrando que o estilo de jogo do time mudou, o ritmo diminuiu e (lembra que eu já falei) os passes são mais direcionados pra dentro do garrafão agora? Pois é, mesmo assim Danny Green chutou de 3 pontos melhor que LeBron James (tá, LeBron nunca foi um exímio chutador de longe), Kyrie Irving (que já venceu torneio de 3pt), Nik Stauskas (draftado na 8ª posição exatamente por ser um especialista em 3pt) e Marco Belinelli (sim, aquele que também ganhou um 3pt contest com a gente). Então, mesmo mudando a característica de jogo (achei que alguém que assistiu “mais de 70 jogos” tivesse notado claramente a mudança no ataque do time), ele não tem sido patético arremessando como a torcida pinta aí.

      Agora três notas históricas:
      1. o melhor ataque das últimas 2 décadas, antes de surgir Steph Curry, era o Suns de Nash. Como nunca foi campeão, poucas pessoas se lembram como aquele time era dominante no ataque, e como Steve Nash era absurdo comandando um ataque. Saiba que o Nash em ’06 e 07′ devia muito pouco a este Steph Curry (e era melhor que o Curry do ano passado) e que o Suns em 2007 era provavelmente o melhor time da era pós-Jordan no ataque. Ao mesmo tempo, o Spurs de 2007 era pior do que esse. A defesa era um pouco pior e o ataque era bem pior, e mesmo assim deu no que deu – no sufoco, mas deu.
      2. o melhor time de modo geral (somando ataque e defesa) da era pós-Jordan era o Lakers 2000-2003. Só olhar os resultados daquele time nos playoffs pra ficar assombrado. Em 2003 eles estavam no seu auge. Vinham de um tricampeonato, Shaq no pleno auge e Kobe jogando como nunca, cada vez melhor. Outra vez, o Spurs tinha um time pior que o de 2016 – na verdade, bem pior, um time pra falar a verdade decadente em comparação com os outros candidatos ao título. E mesmo assim o Spurs eliminou o Lakers numa final de conferência inapelável.

      Com essas duas notas não estou comparando diretamente os times. Quero dizer simplesmente que foram dois times absurdos, que na época causavam alardes mais ou menos na mesma proporção que o atual Golden State. E mesmo assim o Spurs foi lá e ganhou deles. Mesmo sem ser favorito. Talvez você não saiba, mas essas duas vitórias (especialmente em 2007 contra o Suns e depois o Cavs de LeBron) geraram uma grande animosidade – até um certo ódio – geral na Liga contra o Spurs, porque todo mundo esperava que os outros vencessem e não Pop, Duncan e cia.
      Não vou nem falar do Heat de LeBron, também apontado como favorito, que ganhou por 5s no primeiro ano e foi atropelado no segundo.

      3. Meu terceiro ponto histórico é o seguinte: pra quem conhece basquete a fundo, sabe que o melhor time de todos os tempos, o único que eu tenho certeza absoluta que poderia vencer o atual GSW, é o Boston Celtics de 86. Aquele time tinha 7 hall of famers, Larry Bird no auge, uma defesa soberba, um garrafão soberbo e um ataque de outro mundo. Tinha também aquele que é provavelmente o maior clutch player da história, o próprio Bird. A qualidade de passe daquele time é algo que jamais foi igualado por nenhum time da NBA, nem pelo Suns de Nash nem pelo próprio Spurs.
      Era um time que podia destruir qualquer outro em qualquer quesito, seja na defesa, seja no ataque, dentro do garrafão, do perímetro, nos rebotes, em tudo.
      Esse time tem a melhor campanha em casa da história da NBA, 40-1, que foi igualada esse ano pelo Spurs. Então, se tudo o que eu mostrei aqui não servir pra convencer alguém que se diz torcedor que essa temporada foi especial, pelo menos o respeito a essa conquista histórica que coloca o Spurs entre esses times históricos deve servir.

      Repito, o time a ser batido é o Golden State Warriors. Outro time que fez uma temporada bem decente e que foi pouco falado é o velho Oklahoma. Esses dois times tem chances de eliminar o Spurs (Warriors é favorito). Honestamente, San Antonio ao mesmo tempo tem chance de vencer e de ser varrido pelo Warriors. Só que, se ganhar, não é surpresa nenhuma, já que o time foi não só bom, como absurdamente bom nessa temporada, e, a julgar pelo histórico de Gregg Popovich, o melhor ainda está por vir.
      Mas se o Spurs melhorar esse tanto que vocês acham que ele precisa (e eu não acho que aja espaço pra tal melhora), bem, pode mandar vir o USA Team.

      • Desculpe, mas eu parei de ler quando tu insinuou que o Danny green não fez péssima temporada. O papel dele é marcar e pontuar, nunicas coisas que ele é capaz se fazer, não fez uma segundo durante toda a temporada, que papel tático é esse? Nem o Pop parece ter mais paciência com ele e tu me vem com essas.
        Novamente tu só citou números, e a julgar pelo histórico, em temporadas que fizemoa bons números mas não apresentamos bom desempenho levamos tombos pesados nos playoffs.
        Se eubfosse torcedor de futebol, apenas, eu diria que o histórico, força da camisa e outras coisas fazem diferença, na NBA não, por isso estou tão preocupado.
        Tu diz conhecer tanto esse esporte e não enxerga que o time não jogou bem apesar dos números, coisa que até o próprio técnico do time já reconheceu, tirando a defesa.
        Mas enfim, tomara que tu esteja certo nas coisas que disse, eu só não concordo, o fato doa Spurs terem ganhado desse ou daquele no passado não concerta as coisas no presente, só mostra que o esporte é imprevisível e fantástico.

  4. Não tinha parado de ler no começo? Porque falou de coisas que eu escrevi depois então?

    É difícil explicar pra quem se recusa a entender. Dá uma treinada na interpretação de texto aí porque tá hard.

    Resumão: ninguém jogou tão bem nessa temporada como Warriors e Spurs. OKC se aproximou um pouco, mas o Spurs tá um nível acima e GSW tá dois. O ataque do GSW, jogando 90% do que pode é imparável, mas se eles jogarem menos do que isso a defesa do Spurs pode se sobressair.

    Números isolados não servem pra muita coisa, mas quando tem relações entre si são ferramentas poderosas e conseguem apontar com muita precisão o funcionamento de uma Liga como a NBA. O Warriors é inteiramente montado em cima de estatísticas. Inteiramente. Qual a diferença pro Warriors de 2013/2014 pro de 2015 em diante? Os caras deixaram de insistir em coisas de baixa eficiência e se tornaram especializados nos jogadas de mais alta eficiência do esporte. Mas se você acha que números não servem como métrica pra desempenho, só lamento.

    Pop disse que o Spurs não jogou bem essa temporada? E quando, em duas décadas no comando do time, ele disse que o time tava jogando de maneira que o agradava?

    Tudo que eu mostrei aí deixa claro que o time foi matador na defesa e que o ataque funcionou muito bem, obrigado. Se você esperava a tal movimentação de bola de 2012-14, saiba que isso não serve pra derrotar o Golden State, e que o Pop já percebeu isso há mais de 1 ano. A movimentação ainda está lá, só que o ataque do time mudou, o foco mudou, o modo como o ataque começa e termina mudou. Quem viu 70+ jogos devia ter percebido isso, não?
    O ataque foi o 3º melhor da temporada regular, e mesmo contra um time sem precedentes na história, a combinação de atk+def foi suficiente pra garantir o maior net rating, um dos melhores indicadores de dominância. Isso mesmo tendo mudado totalmente o foco, introduzindo e adaptando, em menos de uma temporada, LMA e uma maneira totalmente diferente de finalizar jogadas.

    Apresentei aí uma explicação e depois um resumo de porque a temporada do Spurs foi fantástica. Mostrei também que historicamente defesas se sobressaem sobre ataques. Coloquei dados mostrando que jogadores individuais tiveram temporadas ótimas (tem mais um monte de informação ainda, mas você não conseguiu digerir as de cima).
    Enquanto isso, você só veio com o tradicional subjetivismo de “o time não está bem”, “não fomos dominantes”, “não ganhamos todos os jogos por 20 pontos ou mais”.
    E é melhor se resolver, o histórico serve pra você ou não? Porque no mesmo comentário (no mesmo parágrafo!!!) você usa o histórico pra justificar um pensamento seu, e logo depois diz que histórico não serve como parâmetro. Decide aí.

    • Eu realmente não li tudo que tu escreveu, deu pra adivinhar pois já tinha escrito as mesmas coisas que escreveu anteriormente, falando somente de números. Quando o próprio treinador de um time cita problemas e vem uma pessoa e diz que esses problemas não existem é hora de sair da discussão, até pq tu ta levando pro lado pessoal, falando coisas que eu nao faleu e pior, é tu quem precisa de aulas de intepretação, em nenhum momento eu me contradisse.
      Os Spurs realmente não fizeram uma boa temporada. Eu assisti mais de 70 jogos, e falo das coisas que vi, não das que estudei e decorei para tentar ganhar uma discussão.
      Não irei mais discutir contigo, até pq, tu teve a coragem se tentar justificar o injustificável, como a temporada do Parker e do green, nos EUA estão questionando muito a temporada do Parker, mas tu com certeza é o único que conhece desse “esporte”.

  5. Galera, torcemos para o mesmo time. Acompanhei a temporada inteira, danny green não esta acertando a sbolas de 3, mas defensivamente o cara esta muito bem, não começou tão bem, mas no final melhorou bastante, concordo que tony parker esta tendo a pior temporada, realmente eu vim criticando ele a temporada toda, no jogo de ontem ele foi muito bem fez 15 pontos, foi bem agressivo ofensivamente, chamou a responsabilidade. Mas não podemos esquecer que essa foi nossa melhor temporada, pra mim o melhor time da nba, temos um elenco completo, claro que com a entrada de novas peças no time é normal o time oscilar, mas ganhamos 67 e tivemos 40-1 em casa, não vamos esquecer disso, e hj tivemos uma ótima noticia, Kawhi Leonard foi eleito melhor jogador de defesa da liga pelo segundo ano consecutivo. Vamos com tudo em busca do sexto anel.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s