Spurs (66-15) @ Thunder (55-27) – No sufoco

 102×98

Após ser derrotado pelo Golden State Warriors e perder a invencibilidade em casa, o San Antonio Spurs recebeu o Oklahoma City Thunder e venceu a partida por 102 a 98 na noite dessa terça-feira (12). Enfrentando um adversário sem suas principais armas, Kevin Durant, Russell Westbrook e Serge Ibaka, os donos da casa passaram sufoco, mas, na prorrogação, conseguiram sair com o triunfo. Confira, a seguir, os destaques do duelo:

Kawhi Leonard foi o cestinha da partida com 26 pontos (NBA/ Getty Images)

A incógnita do terceiro quarto

Ao assistir a um jogo dos Spurs, o torcedor já sabe que ficará com o coração na mão no terceiro período. Não se sabe o que o técnico Gregg Popovich diz nos vestiários, mas o time volta ou muito relaxado ou muito embalado. Felizmente, a segunda possibilidade foi o que aconteceu nessa terça. O primeiro quarto foi bem ruim, acabando 32 a 21 para o Thunder. A reação texana começou no segundo período, mas diferença ainda continuava, A partida foi para o intervalo com o placar mostrando 53 a 43 para os visitantes.

Na volta do intervalo, um terceiro quarto inversamente proporcional ao primeiro. O time de San Antonio fechou a parcial com 31 pontos, contra apenas 19 do oponente, voltando ao páreo. O jogo foi para a última parcial com o placar mostrando 84 a 72 para os donos da casa. Mas, no que devia ser o período para  o alvinegro fechar a partida, o Thunder conseguiu se recuperar e igualou tudo. Faltando apenas 16 segundos para o fim, com o jogo empatado em 93 a 93, a bola estava com o Spurs, mas Kawhi Leonard errou o seu arremesso.

Lembra daquele torcedor citado acima? Aquele que fica com o coração na mão em todo terceiro período? Então, ele foi fundamental na prorrogação. Embalado pela torcida, o Spurs fez nove a cinco no tempo extra e sacramentou a vitória sobre o Thunder.

Como sempre ele, Kawhi! (NBA/Getty Images)

In Kawhi We Trust!

É amigos, às vezes o blogueiro erra, e feio! Este que vos escreve sugeriu no pré-jogo que ficassem de olho em LaMarcus Aldridge de um lado e em Russell Westbrook de outro. Pois é, falha no engano! Vamos começar pelo texano. O ala-pivô, que tem sido um dos destaques do time na temporada, fez uma partida bem abaixo do esperado. Nos 19 minutos em que esteve em quadra, o astro fez apenas oito pontos e pegou cinco rebotes. Já a respeito do adversário, não há nem o que falar. Após anotar seu 18º triple-double na temporada, o armador foi poupado e sequer entrou em quadra, quebrando a cara do Spurs Brasil.

No próximo palpite, iremos na certeza. E o nome é Kawhi Leonard. Este sim nunca nos decepciona! O camisa #2 foi o protagonista (mais uma vez) e ajudou na recuperação do time após o catastrófico início. O ala foi o cestinha da partida com 26 pontos e ainda ajudou com cinco rebotes, cinco assistências e duas roubadas de bola. Com ele não tem erro!

Papéis invertidos

O Spurs sempre foi um time conhecido por distribuir bem sua pontuação entre os jogadores. Dificilmente vemos um ou dois se sobressaindo enquanto os outros mal passam dos dois dígitos. Mas, contra o Thunder, uma equipe de protagonismo absoluto de Durant e Westbrook, os papéis foram invertidos. Do lado texano, tivemos Leonard com 26 pontos, Tony Parker com 20 e Tim Duncan com 12. O restante da equipe – com exceção de Kevin Martin, que saiu zerado – contribuiu com alguns dígitos. Já pelos visitantes, quatro jogadores anotaram exatamente 17 pontos: Steven Adams, Dion Waiters, Cameron Payne e Enes Kanter.

O último

Diz o ditado que playoffs separam os homens dos meninos. E estamos bem perto de confirmar esta teoria. O Spurs realiza seu último jogo antes da pós-temporada nesta quarta-feira, diante do Dallas Mavericks. As duas equipes já estão classificadas para a próxima fase, mas contra o rival texano a sede por vitória é sempre grande. Ainda mais se levarmos em conta que, caso o alvinegro vença, o próprio oponente será o provável adversário na primeira fase.

O clássico texano vai ocorrer caso o Memphis Grizzlies também saia vitorioso nesta quarta. Tanto o Mavericks quanto o time do Tennessee possuem 42 vitórias e 39 derrotas até então. No entanto, no critério de desempate, que é o confronto direto entre as equipes, o time de Dallas se sai melhor. Quem será o primeiro adversário do Spurs?

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 26 pontos, 5 rebotes, 5 assistências e 2 roubos de bola

Tony Parker – 20 pontos e 3 assistências

Tim Duncan – 12 pontos e 9 rebotes

Oklahoma City Thunder

Steven Adams – 17 pontos e 9 rebotes

Dion Waiters – 17 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Cameron Payne – 17 pontos e 7 assistências

Enes Kanter – 17 pontos e 16 rebotes

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Também é redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br)

Publicado em 13/04/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Sinceramente vocês acham que são páreos para os Warriors? Piada. Nosso time motivado, pilhado é imbatível. Respeito a história do Spurs, porém acabou! Começou a era GSW. Espero um pouco mais de emoção porque na temporada foi uma baba. Obs. Antes de rotularem como modinha, saibam que torço pelo Warriors desde a era sprewell, hardaway, mullin. Sem mais.

    • Torce pro Warriors desde Mullin? Pois eu torço pro Spurs desde Robinson, desde que Sean Elliot era um rookie. E de lá pra cá cansei de bater no GSW de todas as maneiras.
      Já passei por Houston Rockets de Hakeem, Utah Jazz de Stockton e Malone, Lakers de Shaq, Lakers de Kobe, Wolves de Garnett, Suns de Nash, Dallas de Nowitzki e Okc de Durant e West. Sabe o que todos tem em comum? Todos passaram. Todos. Isso na Conferência Oeste, porque ainda teve Detroit Pistons dos Wallace, Boston do Big 3 e Heat de LBJ. E o Spurs ficou. Em 2007 um “analista” que escrevia no site da NBA disse a famosa frase “this is not a championship team anymore”. Desde 2008 pedem reconstrução no Spurs, em 2010 disseram que o ciclo estava encerrado, em 2011 disseram que o time era velho. A única coisa que ficou velha é o Spurs vencendo, ano após ano.

      Se você realmente acompanha NBA há tanto tempo sabe que tem um único time nessa Liga do qual não se duvida jamais. E por isso mesmo você veio aqui. Uma coisa você provou, que tem medo do Spurs. Só quem tem medo vem na página do adversário falar besteira. Confessa que você tem medo até do Boris Diaw, porque sabe que se ele tirar o Green do jogo você terão seríssimos problemas em quadra.
      Meu maior conselho pra você é: aproveite seus anos. Daqui 4, 5 anos no máximo, seu Warriors vai voltar ao ostracismo que cabe a um time desse tamanho, enquanto a grandeza vai continuar no Texas, já que ela chegou aqui há 18 anos e gostou tanto que nunca mais foi embora.
      Desculpa, cara, mas Tim Duncan tem 18 temporadas com mais de 50 vitórias. Sua franquia tem 5 em toda a história. Tim Duncan sozinho tem mais vitórias em playoffs do que sua franquia, e quando ele for embora ainda vai ter, mesmo que o Warrios domine a NBA pelos próximos 3, 4 anos.

      Quanto à temporada atual, eu não temo o Warriors. GSW é favorito? Sim. Quem tem mais chances de vencer? Golden State. Se querem saber a realidade, se eu tivesse dinheiro de aposta nisso, jogaria no GSW. Dito isto, se tem um time que pode vencer o Warriors é o Spurs. Ou você realmente acredita que Pop e Kerr mostraram todas as suas armas? GSW pode jogar bem mais do que já mostrou nessa temporada, e o Spurs também. Seria uma decepção tão grande quanto o Suns em 2007 pra geral. Até eu ficaria com uma pontinha de dor no coração.

      Você disse que respeita a história do Spurs, mas mostrou com sua atitude que não respeita coisa nenhuma. E mais, você não devia apenas respeitar, devia temer. Tá parecendo aqueles adolescentes que apanham do pai a vida toda e quando chegam aos 18 anos acham que pode desafiar o velho, até que tomam a surra definitiva pra aprender de vez a lição.

  2. Ou o time jogou com o pé no freio ou a coisa tá ficando feia, OKC desfalcado dos melhores jogadores e ainda sim tivemos que suar para vencer…. Fica a dúvida.

  1. Pingback: Spurs (66-15) @ Mavericks (42-39) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Prévia de Spurs x Thunder – Semifinal do Oeste | Spurs Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s