Spurs (56-10) vs Thunder (44-22) – Um ano depois

https://i0.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif93×85

Se você começar a puxar pela memória, certamente vai se lembrar de muita coisa que viveu desde o dia 12/03/2015. Mas há uma coisa que certamente você não viu neste período: o San Antonio Spurs ser derrotado em casa. Nesse sábado (12), a equipe texana venceu o Oklahoma City Thunder por 93 a 85, no AT&T Center, e chegou à incrível marca de um ano sem perder em seus domínios. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Leonard foi o cestinha do jogo (Reprodução/spurs.com)

Fazendo história

Com a vitória sobre o Thunder, o Spurs chegou à 41ª consecutiva em casa – as 32 primeiras desta temporada, que representam o melhor início de campanha de um mandante na história da Conferência Oeste, e mais nove do campeonato anterior. Trata-se da terceira melhor série de todos os tempos da NBA, atrás apenas do Chicago Bulls de 1995/1996, que conseguiu 44, e do Golden State Warriors atual, que sustenta 48. Além disso, a equipe texana triunfou pela 51ª vez seguida com um aproveitamento nos arremessos de quadra superior ao do adversário, batendo o recorde que pertencia ao Los Angeles Lakers de 1999/2000.

Aldridge foi bem outra vez (Reprodução/spurs.com)

Teve que suar

A vitória sobre o Thunder não veio com facilidade. Isso porque o Spurs entrou no quarto período perdendo apenas pela quarta vez nos 32 compromissos que teve em casa nesta temporada. Foi aí que a força do elenco entrou em ação. O veterano ala-pivô David West, que veio do banco de reservas, marcou seis pontos seguidos na quarta parcial – ele terminou a partida com oito – e comandou a corrida que empatou o jogo em 72 a 72 restando nove minutos para o fim. Os titulares, então, tomaram as rédeas do confronto.

Velhos conhecidos

Kawhi Leonard, que anotou 26 pontos e foi o cestinha do Spurs na partida, converteu quatro dos sete arremessos de quadra que tentou no último período. Ele e Danny Green converteram as bolas de três seguidas que colocaram o time na frente por 82 a 76, quando faltavam 6:30 minutos para o jogo terminar. Foi ali que o time texano pavimentou a vitória, que impôs ao Thunder mais uma derrota de virada na temporada.

Reforço

Recentemente contratado pelo Spurs, Kevin Martin, enfim, converteu seu primeiro arremesso de quadra com a camisa alvinegra. O ala-armador seguiu as orientações de Tony Parker e Tim Duncan para se posicionar em quadra e acertar uma bola de três em seu único tiro na partida. O reforço da franquia de San Antonio deixou a quadra com três pontos em 3:46 minutos.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 26 pontos, 7 rebotes, 3 assistências e 3 roubos de bola

LaMarcus Aldridge – 24 pontos, 9 rebotes e 3 assistências

Tim Duncan – 11 pontos, 6 rebotes e 2 roubos de bola

Oklahoma City Thunder

Kevin Durant – 28 pontos, 8 assistências e 4 rebotes

Russell Westbrook – 19 pontos, 7 assistências, 6 rebotes e 2 roubos de bola

Enes Kanter – 11 pontos e 17 rebotes

Steven Adams – 10 pontos e 5 rebotes

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 13/03/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. Comentei na última partida contra os Bulls dando as boas vindas ao Parker nessa temporada, tava mesmo crente que a partir dali seria só crescimento. Me enganei feio.
    Fizemos uma partida muito ruim, fiqui curioso para saber quando foi e se já aconteceu antes de dois jogadores nossos marcarem juntos mais pontos que o restante da equipe juntos.

  2. Aí voce lê sobre a defesa do campeonato,sufocar rivais à margem de 85 pontos,sobre o spurs fazer historia como mandante … lembra do jogo e se preocupa ! Danny green virou uma lenda dolorida ,antes sobrava na linha de 3todo mundo levantava ouriçado ,vibrando,nesse jogo,quando acontecia , teve gente papeando…nao da pra entender o que houve…
    Os pessimistas ja o querem longe os otimistas esperando a melhora .
    Medo do spurs virar um time de panelinha de dois jogadores e espero nao estar delirando,com os numeros desse jogo .
    Venceu,no fim é o que importa e como o basquete é a melhor caixa de surpresa laranja,no fim,gostei !

  3. Time com campanha história e reclamam, Deus do céu.

    • Acho que ninguém está reclamando da campanha e sim das atuações individuais e principalmente coletivas da equipe. Não estamos jogando bem com regularidade, aquele basquete coletivo e quase perfeito taticamente que nos levou aos títulos anteriores não existe mais e agora muitos de nossos principais jogadores tem raras partidas boas, será possível confiar somente no bom desempenho do aldridge e do Leonard nos playoffs? Acho que não. A campanha realmente está acima do que poderíamos esperar e isso nos faz pensar que se recuperamos o desempenho coletivo da equipe e individual de nossos principais jogadores iremos conseguir competir com os principais rivais. Vale lembrar que perdemos feio fora de casa para os principais times da NBA.

  4. Sendo o Pop tão exigente como ele ainda insiste com o Green? Falta pouco para os playoffs já passou da hora de tirar ele e ajustar o time. Também acho que o Kyle Andersen deveria estar no lugar do Parker, nos jogos que vi ele tem um aproveitamento de arremesso muito melhor que o do Parker. Jogando desse jeito seremos trucidados pelos warriors novamente nunca eventual final caso consigamos passar por thunder ou clippers no caminho.

    • Eu tambem nao entendo p gteen,mas,pode ser uma tatica surpresa,de vir a usar um desses , que estejam no banco,para as fases mais pegadas,entende? Como que observando e aprendendo à espreita.
      Fico na duvida se gostei muito desse jogo , pois nao sabemos se eles erraram arremessos ou se foi nossa defesa,mas sim,teu ponto de vista ta corretissimo. Numa hierarquia,somos os cavaleiros de ouro,sendo assim,passamos por okc e clippers,contra warriors,é 8 ou 80 !
      “Preocupêixon módu oum”…rdrd

  1. Pingback: Spurs (56-10) vs (42-23) Clippers – Temporada regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (58-10) @ Blazers (35-34) – Que venham os Warriors | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (61-11) @ Thunder (50-22) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (65-15) @ Thunder (55-26) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  5. Pingback: Prévia de Spurs x Thunder – Semifinal do Oeste | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s