Spurs (54-10) @ Timberwolves (20-45) – Sem titulares e sem dó

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif116×91

Nessa terça-feira (8), o San Antonio Spurs, jogando fora de casa, venceu o Minnesota Timberwolves pelo placar de 116 a 91. Mesmo sem contar com nenhum dos astros do Big Three (Tony Parker, Manu Ginobili e Tim Duncan) na partida, os texanos não tiveram dificuldades e superaram os donos da casa. Vamos, agora, aos destaques da partida.

LaMarcus foi o cestinha e destaque da partida (Reprodução/nba.com/spurs)

Decolando

Na ausência de Tim Duncan, LaMarcus Aldridge foi o pilar dentro do garrafão. Com mais uma ótima partida, o ala-pivô anotou 29 pontos, sendo o cestinha do confronto. O astro vive ótimo momento, anotando de 25,4 pontos por jogo nos últimos cinco. A evolução do atleta é nítida. As médias de pontos do jogador nos meses dessa temporada são: 10,5 (outubro), 15,9 (novembro e dezembro), 16,7 (janeiro), 20,5 (fevereiro) e 25,3 (março, já com quatro jogos).

Miller estreou como titular, na vaga de Parker (Reprodução/nba.com/spurs)

Novato-veterano

A contratação de Andre Miller foi considerada um pouco equivocada para alguns. Parte pelo fato do jogador já estar com idade avançada, e parte por Ray McCallum, jovem armador, ter sido dispensado para a chegada do veterano. A partida dessa terça, no entanto, mostrou que a aposta talvez não foi tenha sido errada. Iniciando a partida no lugar de Tony Parker, poupado, o novo armador do Spurs distribuiu cinco assistências e anotou 13 pontos (5-6 FG, 1-1 3PT, 2-2 FT) em pouco mais de 24 minutos.

Itália ou mulheres no comando?

Mais uma vez, o técnico Gregg Popovich ficou fora da partida por conta de problemas de saúde em sua família, mantendo como treinador principal seu assistente Ettore Messina. Um dos mais vitoriosos técnicos da história do basquete europeu, o italiano vem sendo importante para a equipe manter seu estilo de basquete do velho continente.

Entretanto, uma pulga sempre fica atrás da orelha: qual será a preferência quando Pop se aposentar? O consagrado Messina, comandante dessa terça, ou Becky Hammon, campeã com a equipe texana na liga de verão desta temporada? Só o tempo dirá.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 29 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

David West – 18 pontos

Kawhi Leonard – 15 pontos e 5 rebotes

Andre Miller – 13 pontos e 5 assistências

Milwaukee Bucks

Andrew Wiggins – 23 pontos e 8 rebotes

Karl-Anthony Towns – 19 pontos e 9 rebotes

Zach LaVine – 15 pontos

Anúncios

Sobre Vinicius Nordi Esperança

Mestrando da UFSCar. Desenvolvedor web. Spursnático e Palmeirense sofredor. email: viniciusnordiesperanca@gmail.com

Publicado em 09/03/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 10 Comentários.

  1. Uma partida eficaz para esse rodizio “with no 3”, o timberwolves atua com juventude e vigor e a gente com senhores recem-contratados…como a midia pode se esquecer de a.m.,ainda mais jogando no spurs,agora?ontem ficou muito claro que se aldridge resolver jogar,é titulo! E um outro personagem precisa voltar rapidinho : danny green ! Eu nao consigo acreditar nessa fase… jogo perfeito!

  2. Ritmo de treino no primeiro tempo e pelada no segundo. Acho que aquele velho ditado que diz que uma maçã podre estraga todas as outras começa a fazer sentido no elenco, Green mais uma vez foi vergonhoso no perímetro, assim como mills que fez sua pior partida com a camisa dos Spurs, aliás, pelo segundo jogo seguido timevemos um aproveitamento no perímetro abaixo que qualquer time do nbb, várzea pura. O que falta pra anunciarem o k.Martin que já deu entrevista como jogador do Spurs semana passada ainda.

  3. Sobre o K. Martin, foi anunciado agora pouco.
    Vamos melhorar com o Aldridge, falta o Tony Parker e Green melhorarem, para podermos brigar com os warriors.. Senão será complicado.

  4. Porque será que sempre quando o Duncan está fora o Algridge joga bem melhor?

    • Me lembrou o splitter,que demorou a se soltar no spurs,acho que deve ser muito estranho,acompanhar uma figura ,com um sideral vasto e particular,como o de duncan,que ja o freou bastante,nos tempos de blazzers. Parece o “tremer na base”,embora o adversario…

  1. Pingback: Spurs (54-10) @ Bulls (32-30) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (55-10) @ Bulls (32-31) – Duncan faz história | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (58-10) @ Blazers (35-34) – Que venham os Warriors | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s