Spurs (53-10) @ Pacers (34-30) – Sem liderança

 96×78

Já classificado para os playoffs, o San Antonio Spurs, que teve o elenco completo mas não pôde contar com o técnico Gregg Popovich, foi surpreendido na noite desta segunda-feira (7) e não teve forças para vencer, fora de casa, o Indiana Pacers. Com o placar de 99 a 91 a favor dos mandantes, o time texano sofreu apenas sua décima derrota em toda a temporada. Apesar do revés, o alvinegro ainda continua firme e forte na segunda colocação da Conferência Oeste. Vamos, a seguir, aos destaques da partida:

Mesmo com time completo, o Spurs não conseguiu vencer (NBA/ Getty Images)

Tabu quebrado

O triunfo na noite desta segunda-feira (7) teve um gostinho especial para o Pacers devido a uma série de fatores. Um dos motivos do importante triunfo é o fato de ter sido apenas a segunda vitória do clube em 17 partidas contra o Spurs desde 2008. Outro fator que valoriza o bom resultado foi por ter sido conquistado sobre o segundo melhor time da liga, atrás apenas do Golden State Warriors. A vitória levantou a moral do elenco de Indianápolis, e isso pôde ser visto na atuação de Paul George. O ala, que ficou bastante tempo parado por conta de uma séria lesão na perna, vem aos poucos recuperando seu status de All-Star. Na exibição, mostrou para o que veio e liderou sua equipe com 23 pontos e cinco rebotes.

Mas, apesar da derrota, o Spurs ainda desempenha sua melhor campanha nos primeiros 63 jogos de uma temporada em toda a história da NBA: 53 vitórias e dez derrotas.

Sem Parker, Mills ganhou tempo de jogo (NBA/ Getty Images)

Sem liderança

Horas antes do jogo, o Spurs sofreu o que talvez possa ter sido seu maior desfalque até então, podendo até ter comprometido o resultado final. O técnico Gregg Popovich não pôde estar no comando da equipe por conta de problemas de saúde na família. O porta-voz da franquia não entrou em maiores detalhes a respeito da ausência do treinador, e por enquanto não há maiores informações sobre o que aconteceu. E a ausência pode ser mais longa. Pop também é baixa esperada no compromisso desta terça-feira (9), contra o Minnesota Timberwolves, fora de casa. Seu retorno está previsto apenas para quinta-feira (10), quando a equipe recebe o Chicago Bulls.

Sem Popovich, um dos responsáveis pela organização do time é Tony Parker. Porém, o armador sofreu uma lesão no dedo do pé esquerdo na segunda metade de jogo e não voltou mais. A derrota para o Pacers custou a quebra da marca de seis jogos sem perder fora de casa do time texano no campeonato.

Pior desempenho 

Fato é que a ausência de Pop parece ter afetado os atletas e a identidade do time. O Spurs errou 14 dos 15 primeiros arremessos de três que tentou, média de 35% de aproveitamento. Ao todo, foram apenas quatro tiros certos em 28 arriscados.

Os números ruins da equipe de San Antonio no jogo não param por aí. A noite em que mais arriscou arremessos na temporada, foram 96 no total, também foi a que o Spurs também teve sua menor pontuação em um quarto no campeonato: apenas 13 na primeira parcial.

Outros números que chamam atenção são de rebotes. Metade do total do time ficou com Tim Duncan, com 14, e LaMarcus Aldridge, com 12. O resto do time distribuiu os outros 26.

Sempre eles

Destaques do alvinegro na temporada atual, Kawhi Leonard e LaMarcus Aldridge já cansaram de provar que o time estará em boas mãos quando Tim Duncan e Manu Ginobili deixarem as quadras para sempre. O ala é a principal esperança da franquia e anotou 23 pontos e seis rebotes no jogo dessa segunda. Além dele, Aldridge, recém-chegado, também mostrou seu potencial com a camisa alvinegra. Foram 23 pontos e 12 rebotes para o ala-pivô.

Outro que por muito pouco não anotou mais um double-double em sua carreira foi Tim Duncan. O veterano ala-pivô mostrou que dessa fruta ainda há suco ao anotar nove pontos e conquistar 14 rebotes, além de distribuir quatro assistências contra o Pacers. O camisa #21 também chegou à incrível marca de 14.998 ressaltos coletados em sua carreira.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 23 pontos e 12 rebotes

Kawhi Leonard – 23 pontos e 6 rebotes

Patt Mills – 17 pontos

Tim Duncan – 9 pontos, 14 rebotes e 4 assistências

Indiana Pacers

Monta Ellis – 26 pontos

Paul George – 23 pontos e 5 rebotes

Rodney Stuckey – 12 pontos

Ian Mahinmi – 11 pontos e 9 rebotes

Anúncios

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Também é redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 08/03/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s