Spurs (53-9) vs Kings (25-36) – Manu e o elenco

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif104×94

Mesmo sem Danny Green e Tim Duncan, poupados, e LaMarcus Aldridge, com dor de cabeça, o San Antonio Spurs venceu o Sacramento Kings por 104 a 94, nesse sábado, em jogo disputado no AT&T Center. Para minimizar as ausências, o alvinegro contou com a volta de Manu Ginobili, um dos melhores em quadra. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Leonard foi o cestinha do jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

Maestro argentino

Afastado das quadras desde o dia 3 de fevereiro, quando lesionou os testículos durante vitória sobre o New Orleans Pelicans, Manu Ginobili mostrou porque ainda é tão importante para o Spurs. Usando um protetor na região, o ala-armador argentino deixou a quadra com 22 pontos em somente 15:26 minutos. O camisa #20 errou apenas três dos 11 arremessos de quadra que tentou, além de ter convertido os cinco lances livres que cobrou.

Ginobili voltou ao time (Reprodução/nba.com/spurs)

Chamou a responsabilidade

Com as ausências de Green, Aldridge e Duncan e com Ginobili ainda jogando poucos minutos, era de se esperar que Kawhi Leonard chamasse a responsabilidade diante do Kings. E o ala fez sua parte: cestinha do Spurs no jogo, deixou a quadra com 25 pontos, 13 rebotes e seis assistências em 36:23 minutos. Para isso, no entanto, precisou de 24 arremessos de quadra, convertendo apenas nove.

Asterisco

Era de se esperar que, sem Aldridge e Duncan, o garrafão do Spurs sofresse contra o Kings. Foi o que aconteceu. Boris Diaw e David West, escalados como titular, e Boban Marjanovic, que veio do banco de reservas, não conseguiram impedir que DeMarcus Cousins deixasse a quadra com 31 pontos, nove rebotes e três assistências, sendo o cestinha da partida. Além dele, o ala-pivô titular Quincy Acy contribuiu com mais 16 pontos e sete rebotes.

Oportunidade perdida

Brigando pelos últimos minutos da rotação do Spurs com Kyle Anderson, Jonathon Simmons teve a oportunidade de começar a partida no quinteto inicial na vaga de Green – há torcedores do time que defendem que ele deve ser efetivado como titular. No entanto, o novato não foi bem, errando os dois arremessos de quadra que tentou e deixando a quadra com duas assistências e dois rebotes em 14:34 minutos. O camisa #1, por sua vez, contribuiu com quatro pontos e sete rebotes em 27:49 minutos vindo do banco de reservas.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 25 pontos, 13 rebotes e 6 assistências

Manu Ginobili – 22 pontos

David West – 12 pontos, 3 rebotes, 3 assistências e 2 roubos de bola

Boris Diaw – 11 pontos, 6 assistências, 3 rebotes, 2 tocos e 2 roubos de bola

Sacramento Kings

DeMarcus Cousins – 31 pontos, 9 rebotes e 3 assistências

Quincy Acy – 16 pontos e 7 rebotes

Darren Collison – 12 pontos, 7 assistências, 3 rebotes e 2 roubos de bola

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 06/03/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Esse é fera

  2. Desde quando jogar sem Green é desfalque? Poderia fazer o favor de ficar de fora pelo resto da temporada!

  1. Pingback: Spurs (53-9) @ Pacers (33-30) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s