Spurs (51-9) vs Pistons (31-30) – Nos playoffs

https://i0.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif97×81

Pela 19ª temporada seguida, o San Antonio Spurs será um dos oito representantes da Conferência Oeste nos playoffs da NBA. Nessa quarta-feira (2), a equipe texana venceu o Detroit Pistons pelo placar de 97 a 81, na volta ao AT&T Center após a edição deste ano da Rodeo Road Trip, e garantiu sua vaga no mata-mata. Vamos aos destaques da partida.

Spurs levou a melhor sobre o Pistons (Reprodução/nba.com.spurs)

Força dos alas

Se o Spurs vem sendo figurinha carimbada nos playoffs nos últimos anos, seus protagonistas serão novidade na pós-temporada de 2016. E Kawhi Leonard e LaMarcus Aldridge mostraram, contra o Pistons, porque mereceram o papel de destaque. O ala deixou a quadra com 27 pontos, seis rebotes, cinco assistências e duas roubadas de bola e foi o cestinha da partida. O ala-pivô, por sua vez, contribuiu com mais 23 pontos, dez rebotes e três assistências.

Leonard foi o cestinha do jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

Avassalador

Se o primeiro tempo acabou com o Spurs vencendo por somente 52 a 51, o segundo foi uma prova da superioridade texana sobre o adversário. Logo na volta dos vestiários, Tony Parker, LaMarcus Aldridge e Tim Duncan lideraram a corrida de 12 a 2 que abriu o terceiro quarto, e, a partir dali, o Pistons nada pôde fazer para reagir. Os visitantes, vítimas da boa defesa da equipe de San Antonio, marcaram somente 14 pontos na parcial e 16 na seguinte.

Estreia

Contratado pelo Spurs logo depois de ser dispensado pelo Minnesota Timberwolves, Andre Miller fez, contra o Pistons, sua estreia com a camisa do alvinegro. O veterano armador atuou por 07:39 minutos, deixando a quadra com duas assistências, dois rebotes e duas faltas. Sua primeira cesta como jogador da equipe de San Antonio ainda está por vir. Bem vindo!

Fazendo história

Garantido nos playoffs pela 19ª temporada seguida, o Spurs igualou o recorde do Boston Celtics, que disputou a pós-temporada entre 1951 e 1969. Além disso, a equipe texana venceu seu 29º jogo em 29 disputados no AT&T Center na campanha, marca que já está eternizada como o melhor início de temporada de um mandante da história da Conferência Oeste.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 27 pontos, 6 rebotes, 5 assistências e 2 roubos de bola

LaMarcus Aldridge – 23 pontos, 10 rebotes e 3 assistências

Tim Duncan – 12 pontos e 8 rebotes

Tony Parker – 10 pontos, 4 assistências e 3 rebotes

Detroit Pistons

Tobias Harris – 16 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Marcus Morris – 16 pontos e 4 rebotes

Aron Baynes – 12 pontos e 6 rebotes

Reggie Jackson – 11 pontos, 3 assistências e 3 rebotes

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 03/03/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Volta logo manu, por favor.

  2. Detroit tem um time jogando com bos rotaçao,bom elenco,mas sem a realidade de um time,daqui a um tempo,vai dar dor de cabeça,mas o jeito que o spurs jogou,nao ia dar pra perder.
    Duncan chamou a atençao com a atuaçao,poderia ver esse jogo pra sempre.
    Por favor,deem um anti-depressivo pra danny green,é triste demais ve-lo nessa inexpressao de pontos. Sabemos quem é esse cara,nao sabemos o que há com esse cara…

  1. Pingback: Spurs (51-9) @ Pelicans (23-36) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s