Arquivo diário: 18/02/2016

Spurs (45-8) @ Clippers (35-18) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Los Angeles Clippers – Temporada Regular

Data: 19/02/2016

Horário: 01h30 (Horário de Brasília)

Local: Staples Center

Após a pausa para o All-Star Weekend, o San Antonio Spurs viaja até a Califórnia para encarar o Los Angeles Clippers. Além das presenças de Kawhi Leonard e LaMarcus Aldrige, que serviram o time da Conferência Oeste no terceiro dia de evento, outro nome que deve aparecer entre os titulares é o de Tim Duncan. O veterano, que ficou de fora por oito jogos por conta de dores no joelho, voltou às quadras na vitória sofrida diante do Orlando Magic por 98 a 96, última partida do time. Pelos Clippers, o destaque ainda fica por conta da ausência de Blake Griffin. O ala-pivô fraturou a mão direita após se envolver em uma briga com o roupeiro da equipe durante viagem ao Canadá para o duelo com o Toronto Raptors.

Confrontos na temporada (1-0):

18/12/2015 – Spurs 115 x 107 Clippers

No primeiro confronto entre as equipes na temporada, o Spurs venceu o time californiano após ser eliminado pelo mesmo nos playoffs da temporada anterior, em série que terminou 4 a 3 para o adversário. No lado dos texanos, destaque para as atuações inspiradas de LaMarcus Aldridge e Tony Parker, que combinaram para 47 pontos. Pelo Clippers, Chris Paul, com 27 pontos e dez assistências, e Blake Griffin com 25 pontos, foram os melhores em quadra.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF  LaMarcus Aldridge

C – Tim Duncan

Fique de Olho – Apesar de não ter atuado tão bem como Kawhi Leonard no All-Star Game, LaMarcus Aldridge desempenhou papel importante nos últimos jogos do Spurs antes da pausa. Com a ausência de Griffin, o jogo de garrafão texano pode ser uma importante arma, já que o jogador adversário era peça principal na forte defesa do Clippers. Na temporada, as médias do novo astro alvinegro são de cerca de 17 pontos e oito rebotes por noite.

PG – Chris Paul

SG – JJ Redick

SF – Paul Pierce

PF – Luc Mbah A Moute

C – DeAndre Jordan

Fique de Olho – Com a ausência de Griffin, principal pontuador do Clippers na temporada, restou a Chris Paul o papel de desempenhar esta função no esquema montado por Doc Rivers. Na temporada, as médias do armador são de cerca de 19 pontos e nove assistências por exibição. Na última partida, contra o Celtics, teve um duelo pessoal contra o armador Isaiah Thomas e terminou o jogo com 35 pontos e 13 assistências.

Anúncios

Sean Marks é o novo gerente-geral do Brooklyn Nets

Dia 18 de fevereiro é a data limite para trocas nesta temporada da NBA, mas a notícia que chega para os torcedores do San Antonio Spurs não envolve nenhum jogador da equipe sendo negociado. Sean Marks, que até então ocupava o posto de assistente do gerente geral do alvinegro, R.C. Buford, foi seduzido por uma proposta do Brooklyn Nets e assinou um contrato de quatro anos para ocupar o cargo de seu ex-chefe na franquia de Nova York.

Marks passou pelo Spurs como jogador, assistente e executivo (Chris Birck/NBAE via Getty Images)

Marks assume o posto deixado em janeiro por Billy King e tem pela frente o enorme desafio de reconstruir uma equipe que fracassou em seu plano de brigar pelo titulo e agora amarga uma das piores campanhas da temporada. Para piorar, a franquia tem comprometida diversas escolhas de Draft futuras, incluindo a de primeira rodada de 2016, que foi enviada para o Boston Celtics, fruto da troca que mandou Kevin Garnett e Paul Pierce para o Nets.

Como jogador, Sean Marks entrou para a história da NBA ao se tornar o primeiro nascido na Nova Zelândia a atuar na liga. Iniciou sua caminha em 1998 no Toronto Raptors, passando por Miami Heat, San Antonio Spurs – onde foi campeão na temporada 2004/2005 – Phoenix Suns, New Orleans Hornets e Portland TrailBlazers, time no qual se aposentou em 2011. Ao longo de 11 temporadas na liga norte-americana, teve pouco destaque, chegando a um total de 230 jogos, com médias de 2,8 pontos e 2,2 rebotes, em 9,9 minutos por partida.

Depois de se aposentar, voltou ao Spurs em 2012 como diretor de operações e gerente geral do Austin Toros (atual Austin Spurs), equipe da Liga de Desenvolvimento filiada ao alvinegro. No ano seguinte, passou a ser assistente de Gregg Popovich. No cargo, fez parte da comissão técnica campeã da NBA em 2014. No início da temporada seguinte, voltou a assumir cargo na direção da franquia, se tornando assistente do gerente geral R.C. Buford.