Spurs (39-8) @ Cavaliers (34-12) – Outro tombo

assinatura SA Br''

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif103×117

O San Antonio Spurs terminou a semana quase da mesma forma que começou: jogando pouco e caindo de forma dura para um candidato ao título. Dominado na maior parte do duelo, o alvinegro perdeu para o Cleveland Cavaliers por 117 a 103 na noite deste sábado (30), fora de casa, e somou sua oitava derrota na temporada. O próximo compromisso dos texanos será na segunda-feira, no AT&T Center, contra o Orlando Magic. Vamos aos destaques da partida:

LeBron James não perdoou as falhas do Spurs e foi o cestinha da partida (NBAE/Getty Images)

Fez falta

Após ser o cestinha da equipe na vitória sobre o Houston Rockets, LaMarcus Aldridge iniciou a partida muito bem, conferindo quatro dos cinco primeiros arremessos tentados. Porém, para a tristeza do torcedor alvinegro, o ala-pivô rapidamente cometeu três faltas no primeiro período e forçou o técnico Gregg Popovich a tirá-lo de quadra. Com o camisa #12 fora até o início do segundo tempo, o time de San Antonio perdeu a sua referência ofensiva e, na sequência, começou a sofrer com problemas do outro lado da quadra.

Kawhi foi o melhor spur da noite (Reprodução/nba.com/spurs)

Volta, Timmy!

Quase quarentão, Tim Duncan continua sendo essencial na rotação de Pop. Fora pelo terceiro jogo seguido por conta de dores no joelho, o camisa #21 assistiu do banco uma partida fraca da sua equipe na defesa, onde ele faz tão bem o seu trabalho. Mal na tábua – 32 rebotes, contra 43 do Cavs – e com pouca proteção no aro, o Spurs não conseguiu evitar que o time da casa anotasse 52 pontos dentro da área pintada, comandado por LeBron James e Kyrie Irving, com 29 e 21 pontos, respectivamente.

Outro que se aproveitou da noite ruim da equipe de San Antonio foi Kevin Love. Agressivo e, várias vezes, sem muita marcação, o ala-pivô foi decisivo nos primeiros dois quartos, quando anotou 18 dos seus 21 pontos (8-13 FG e 3-6 3 PT) no jogo e ajudando o Cavs a alcançar 66 pontos no primeiro tempo (pior marca sofrida pelo Spurs na temporada) e ir para os vestiários com uma vantagem de 17 pontos, que seria bem administrada no resto do embate.

Valeu a tentativa

Tentando trazer algo diferente para o segundo tempo, Gregg Popovich passou a usar mais uma defesa por zona 2-3. No princípio ela até funcionou, diminuindo a superioridade do Cavs no garrafão e cortando a diferença para 11 pontos, mas logo a tática foi desarmada pelo adversário, que aproveitou o “cobertor curto” para castigar da linha dos três pontos – quase sempre sem contestação – e recuperar o controle da partida.

Nem tudo foi ruim…

Grande surpresa do Spurs na temporada 2015/2016, Jonathon Simmons segue acumulando boas atuações nos minutos em que permanece em quadra. Após ter sido o único defensor a incomodar Steph Curry na última segunda-feira, dessa vez o ala-armador mais uma vez mostrou seu potencial e vigor defensivo, fazendo um bom trabalho em cima de Kyrie Irving e, ainda, aplicando um toco sensacional em cima de LeBron James (clique aqui e veja o vídeo). O camisa #17 também contribuiu com oito pontos e foi o destaque positivo dos visitantes junto com Kawhi Leonard (24 pontos). Com Danny Green medíocre ofensivamente no campeonato, a chance de vermos o calouro no quinteto titular é cada vez mais plausível.

Destaques da partida:

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 24 pontos e 6 rebotes

LaMarcus Aldridge – 15 pontos

Tony Parker – 13 pontos, 6 assistências e 4 rebotes

Kyle Anderson – 10 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Cleveland Cavaliers

LeBron James – 29 pontos, 7 assistências, 5 rebotes, 2 roubos de bola e 2 tocos

Kevin Love – 21 pontos e 11 rebotes

Kyrie Irving – 21 pontos, 6 assistências e 2 roubos de bola

Anúncios

Sobre Renan Belini

Formado em jornalismo pela Universidade Santa Cecília/SP... spur apaixonado desde 2004, tendo Tim Duncan como seu grande ídolo no esporte. Também amante da bola oval (Colts) e da redonda.

Publicado em 31/01/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 10 Comentários.

  1. yuri pereira

    o pop tem k por o Boban a substituir o Duncan em vez do west tiram o grenn e por o simons o spurs presicao t um def como Boban pra
    a colmatar as eventuais saídas do Duncan pop tem k fazer a Justes no seu plantel se cuntinuar assim não teriam capacidades de bater o golden na posivel final da conferência oeste

  2. Desde que acompanho os Spurs, já tive o privilégio de comemorar três títulos e como torcedor, tinha muita esperança nesse ano, porém, nos títulos que vi, nosso time nem de longe lembra o de agora, muito irregular e parece que sem foco. Tá certo que estamos fazendo uma campanha muito boa, mas convenhamos que pegamos uma tabela relativamente fraca até agora e perdemos para os melhores times até agora fora de casa, warriors, raptors, thunder, cavs, rockets…
    Tô muito decepcionado com as atuações diante dos adversários mais fortes da liga, nos anos em que fomos campeões encaravamos todos de igual para igual e todos os principais jogadores mantinham uma regularidade, não dá pra esperar que um time seja campeão quando em um jogo nosso principal matador de bolas de 3 faz 18 pontos e no seguinte é um completo nulo em quadra.
    Outro ponto, já vi o ginobili fazer partidas sensacionais, outras regulares, outras colaborativas, mas já o vi afundando a equipe muitas vezes com lances desnecessários, ontem foi uma destas vezes.
    Pior de tudo é que parece que nem o Pop sabe o que fazer com jogadores tão irregulares e que parecem sempre estarem dormindo.

  3. Quem tem que chamar a responsabilidade é o Tony Parker , o maior amarelão do Spurs , o Leonard ta muito fominha . Danny Green banco . Duncan e Ginobili estão velhos e por falar em Ginobili o jogador mais injustiçado desta franquia , sempre se sacrificou e limitou a carreira dele pela equipe . Poderia ter sido muito maior se fosse mais individualista , mas sempre preferiu se doar ao time do que em benefício próprio , como alguns aí . Um pouco mais de reconhecimento .

  4. Spurs não é alvinegro. Spurs é preto e prata. Parabéns pela cobertura.

  5. Acho que aldridge está em crise existencial,ou ainda respeitando muito certos adversarios,danny green,foi a narnia e as vezes parece em coma dentro de quadra…atuaçao traumatizante e insatisfatoria,por 90% da equipe. Manu só sai da linha,quando dao mais peso do que ele pode suportar,daí,por excesso de tentativa,nao se colhe só acertos,o cara ta sempre assistindo , simmons e boban dando gosto de ver.
    Se nao melhorar a tecnica,nao tem como esperarmos uma longevidade nos playoffs .
    Qualquer gritaria de adversario direto ao titulo,tira a equipe do eixo…assim nao da.

  6. Jogar com Green e Parker ao mesmo tempo em quadra é jogar com menos 2 não são efetivos no ataque e na defesa não pegam ninguém. Tá difícil, de que adianta chegar a uma final para ser atropelado pelos warriors jogando desse jeito?

  1. Pingback: Spurs (39-8) @ Magic (21-25) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (40-8) @ Magic (21-26) – Noite gelada | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (40-8) vs Pelicans (18-29) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  4. Pingback: Spurs (41-8) @ Mavs (28-24) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s