Spurs (29-6) vs Rockets (16-19) – Revanche

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif121×103

Poucos dias depois de perder para o Houston Rockets na noite de Natal, o San Antonio Spurs conseguiu sua revanche. Na noite deste sábado (2), o alvinegro superou, em casa, o seu rival texano pelo placar de 121 a 103, chegando à marca de quatro vitórias consecutivas, as quatro conquistadas no AT&T Center, ginásio em que venceu os 20 compromissos que teve na temporada até aqui. Vamos, a seguir, aos principais pontos do confronto.

LaMarcus Aldridge foi o cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Boa e velha pontaria

Ano novo, arremessador novo? Depois de um começo de temporada descalibrado, Danny Green mostrou, contra o Rockets, a pontaria precisa que fez com que ele se tornasse um dos queridinhos da torcida do Spurs. O ala-armador converteu seis de suas oito bolas de três, deixando a quadra com 18 pontos, sua melhor marca no campeonato, além de quatro rebotes, três assistências e três roubadas de bola. Com isso, o camisa #14 ajudou o alvinegro a chegar a 13 cestas de longa distância no clássico texano, seu maior número nesta campanha.

Leonard fez mais um bom jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

Eficientes

Os dois principais focos do ataque do Spurs mostraram como a eficiência é uma das maiores qualidades da equipe. LaMarcus Aldridge deixou a quadra com 24 pontos, nove rebotes e duas roubadas de bola, convertendo dez dos 16 arremessos de quadra que tentou e tornando-se o cestinha da partida. Kawhi Leonard, por sua vez, contribuiu com 22 pontos e seis rebotes, acertando oito dos 12 arremessos de quadra que arriscou, incluindo suas duas bolas de três pontos.

Recorde mais perto

Com a vitória sobre o Rockets, o Spurs chegou à marca de 20 triunfos nos seus 20 primeiros jogos disputados em casa na temporada. Com isso, o alvinegro igualou a marca do rival, obtida em 1986, como segundo melhor início como mandante da história da Conferência Oeste. Agora, o time texano está atrás apenas do Portland TrailBlazers, que obteve 26 em 1978. Será possível derrubar o recorde?

Inusitado

Depois de ficar três jogos afastado por conta de dores no joelho direito, Tim Duncan voltou ao Spurs já como titular, anotando quatro rebotes e duas assistências em 13:45 minutos. Porém, The Big Fundamental errou os três arremessos de quadra que tentou, deixando a quadra zerando em pontuação pela primeira vez em sua carreira de 19 anos na NBA.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 24 pontos, 9 rebotes e 2 roubos de bola

Kawhi Leonard – 22 pontos e 6 rebotes

Boris Diaw – 20 pontos, 8 rebotes e 2 roubos de bola

Danny Green – 18 pontos, 4 rebotes, 3 assistências e 3 roubos de bola

David West – 10 pontos

Houston Rockets

Dwight Howard – 22 pontos e 12 rebotes

James Harden – 17 pontos e 3 assistências

Corey Brewer – 11 pontos

Patrick Beverley – 10 pontos, 7 assistências e 5 rebotes

Trevor Ariza – 10 pontos, 3 assistências e 2 roubos de bola

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 03/01/2016, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 8 Comentários.

  1. Pocha , Lucas : não mencionou diaw no post!! Buaaaaaaaa…rsrsr.
    O houston,é o seguinte : ego puro desse e daquele jogador,alem de “anenscefalia” coletiva, baseiam-se em alguma força e velocidade e isso funciona contra semelhantes. Daí, que muitos especialistas e tambem torcedores do alvinegro,sabem,que diaw,tem uma visão milimetrica de cada quadrante de seu potencial. Neste jogo,o cara deu uma show-aula,pra que o houston e demais “times” que atuam assim,começarem a serem coletivos,em vez de se comportarem como tenistas…
    Comentario meio soberbo,pré-potente,mas,é feio ver 5 cabeças suadas,ao estilo “salve-se quem puder”…
    E o que dizer do vigor do spurs? Seguidos arremessos errados,que nao abalaram a tendencia do “conseguindo”(em vez de tentando), tanto que o ataque,deu uma tijoladassa,embora a defesa tenha relaxado um pouco,relevemos: deus duncan ta saindo de dodói no joelho…melhoras!

  2. Única fala aproveitável da transmissão do SporTV “o Spurs está dando aula de basquete”. Como é bom ver esse time jogar.

    • Pois é…narração que nos inscita a sair correndo,coisa temerosa

      • Aquele Renatinho que já foi árbitro FIBA não estava nessa transmissão mas já ouvi algumas vezes falando “santo Antônio Spurs” em outros jogos, aí é brabo. Tenho saudades dos comentários do Luan Knaya que trabalhava no esporte interativo, o cara manjava de NBA.

  3. É felipe,luan era torcedor sensato do lakers,alem da narração do henning ser das melhores,tbm tinha o vitor sergio,que parece uma enciclopedia esportiva . Narrador do sportv,tbm fala “santo antonio”, acho desagradavel…tirando que as vezes,o silencio impera na transmissão.

  1. Pingback: Spurs (29-6) @ Bucks (14-21) – Temporada regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (30-6) @ Bucks (14-22) – The Big fundamental is back | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (49-9) @ Jazz (28-29) – 6ª vitória no Rodeo Trip | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s