Spurs (28-6) vs Suns (12-22) – Grande encerramento

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif112×79

O San Antonio Spurs nem sequer precisou de Tim Duncan, fora por conta de dores no joelho direito, para fechar 2015 com chave de ouro. Nessa quarta-feira (30), o alvinegro texano atropelou o Phoenix Suns, vencendo pelo placar de 112 a 79 e chegando à marca de 19 triunfos em 19 partidas no AT&T Center na temporada. Vamos aos destaques do jogo.

Aldridge foi o cestinha da partida (Reprodução/nba.com/spurs)

Reforço marcante

Caso LaMarcus Aldridge consiga desenvolver todo o seu potencial em San Antonio, 2015 ficará marcado como o ano em que o Spurs fez uma de suas melhores e mais impactantes contratações no mercado de agentes livres. Contra o Suns, o ala-pivô se destacou com 21 pontos e 12 rebotes, deixando a quadra como o cestinha da partida. Oito destes pontos vieram nos oito primeiros minutos do jogo, quando ele e David West cavaram duas faltas de Jon Leuer e Alex Len, mandando a dupla de garrafão titular do Suns logo para o banco.

Kawhi fez mais um bom jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

Defesa marcante

A atuação defensiva do Spurs foi um dos principais motivos para que a vitória fosse construída tão facilmente. A equipe texana segurou o Suns às suas marcas mais baixas na temporada em pontos em um jogo (79), pontos no primeiro tempo (33) e pontos no primeiro quarto (12). Curiosamente, a marca anterior mais baixa de pontos em uma partida do time do Arizona viera no outro confronto do campeonato, que também terminou com vitória do alvinegro.

Fator casa

Com o triunfo sobre o Suns, o Spurs venceu todos os 19 jogos que fez no AT&T Center no campeonato até aqui. Se consideradas as partidas da última temporada, a equipe texana não perde em casa há 28 partidas, recorde da história da franquia. Além disso, trata-se do terceiro melhor início de um time como mandante da história da Conferência Oeste, atrás apenas do Houston Rockets de 1986, com 20 triunfos, e do Portland TrailBlazers de 1978, com 26.

Boban Mania

Com a ausência de Tim Duncan, Boban Marjanovic, novo queridinho da torcida do Spurs, teve mais uma chance de jogar minutos competitivos contra o Suns. E não decepcionou, com 12 rebotes, além de sete pontos, um toco e uma roubada de bola, em apenas 15:08 minutos.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 21 pontos e 12 rebotes

Kawhi Leonard – 19 pontos e 2 roubos de bola

Boris Diaw – 13 pontos e 4 rebotes

Tony Parker – 12 pontos, 7 assistências, 4 roubos de bola e 3 rebotes

Phoenix Suns

Tyson Chandler – 11 pontos, 10 rebotes e 2 tocos

Brandon Knight – 11 pontos e 4 assistências

TJ Warren – 11 pontos

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 31/12/2015, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Foi um massacre,boban veio muito bem pra “cá”,david west idem,lindissimo jogo .

  1. Pingback: Spurs (36-6) @ Suns (13-30) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (46-9) @ Suns (14-41) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s