Arquivo diário: 19/12/2015

Spurs (23-5) vs Clippers (16-11) – Aperitivo para abril

assinatura SA Br''

115×107

Em jogo com cara de playoffs, o San Antonio Spurs bateu o Los Angeles Clippers por 115 a 107, nessa sexta-feira (18), e manteve sua invencibilidade como mandante na atual temporada. A 15ª vitória dentro do AT&T Center veio após atuações inspiradas de LaMarcus Aldridge e Tony Parker, que combinaram para 47 pontos. O próximo compromisso dos texanos será na segunda-feira, contra o Indiana Pacers, fechando uma sequência de quatro confrontos seguidos em casa. Vamos, a seguir, aos destaques da partida:

Photos: Spurs vs Clippers

Tony Parker brilhou e foi decisivo para o Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Pegada de playoffs e ataques soberanos

Após protagonizarem talvez a melhor série de mata-mata do campeonato passado, que acabou com vitória dos californianos por 4 a 3 pela primeira rodada da Conferência Oeste, Spurs e Clippers se reencontraram pela primeira vez e fizeram uma partida bastante intensa, marcada pelo equilíbrio na maior parte do tempo e pelo domínio dos ataques.

Com basquete coletivo – todos os titulares alcançaram dígitos duplos de – e mostrando a movimentação de bola cada vez mais eficiente, o Spurs manteve-se com 50% aproveitamento nos chutes por todo o duelo, com direito a dez bolas de três. O Clippers, por sua vez, abusou do pick-and-roll com os inspirados Chris Paul (27 pontos e dez assistências) e Blake Griffin (25 pontos, cinco rebotes e cinco assistências) e chegou a converter 56% de seus tiros no primeiro tempo, 16% a mais do que os texanos vinham cedendo na temporada.

O melhor LaMarcus

Photos: Spurs vs Clippers

LaMarcus foi o cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

No primeiro grande teste do Spurs na temporada regular, LaMarcus Aldridge jogou como All-Star durante todo o duelo e fez sua melhor partida com a camisa alvinegra até aqui. Sendo agressivo contra Blake Griffin no ataque, o camisa #12 castigou os californianos com sua tradicional bola de média distância e fechou o jogo com 26 pontos, convertendo 11 de 18 arremessos. O ala-pivô ainda conferiu 13 rebotes, saindo de quadra com mais um double-double. Engrenando!

Reservas do barulho

Após três quartos, o placar seguia parelho, com os visitantes liderando por apenas três pontos. Porém, no início do período final, com quintetos predominantemente reservas em quadra, David West (quatro pontos), Patty Mills (oito pontos) e companhia comandaram uma corrida de 11 a 0 dos donos da casa, dando a liderança no marcador que não seria mais perdida até o fim.

Hack-a-Jordan

Na sequência, para desespero dos comentaristas de TV (e de Twitter), o técnico Gregg Popovich abusou de ordenar faltas propositais para mandar DeAndre Jordan para a linha de lance-livre, ainda no início do último quarto. O recurso, que já tinha sido utilizado na parcial anterior, rendeu 12 erros em 20 tentativas do pivô angelino e quebrou o ritmo das duas equipes, em especial dos visitantes, que começaram a cometer erros bobos e só conseguiram converter cinco arremessos de quadra nos 12 minutos finais.

MVParker e Kawhi

Tony Parker mostrou mais uma vez que está retornando à boa forma após um início ruim de campeonato. Com agressividade e pontaria afiada – do perímetro, inclusive (3-3 3 PT) -, o astro francês da franquia de San Antonio fez um ótimo segundo tempo e foi decisivo no quarto derradeiro, quando anotou dez dos seus 21 pontos na partida, um deles no minuto final, que praticamente sacramentou a 23ª vitória dos texanos na temporada.

Kawhi Leonard, por sua vez, mais uma vez foi importante nos dois lados da quadra. Na defesa, cumpriu seu papel, em muitos momentos sendo um carrapato para o astro Chris Paul. No ataque, o camisa #2 superou a ótima marcação do ala camaronês Mbah a Moute e contribuiu com 19 pontos, além de apanhar nove ressaltos e distribuir duas assistências.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 26 pontos, 13 rebotes e 3 assistências

Tony Parker – 21 pontos e 3 assisências

Kawhi Leonard – 19 pontos e 9 rebotes

Tim Duncan – 14 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Danny Green – 10 pontos e 4 rebotes

Los Angeles Clippers

Chris Paul – 27 pontos, 10 assistência e 3 roubos de bola

Blake Griffin – 25 pontos, 5 rebotes e 5 assistências

DeAndre Jordan – 16 pontos e 17 rebotes

Anúncios