Spurs (14-3) vs Hawks (11-8) – Para crescer a moral

https://i2.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/233/thumbs/827.gif108×88

Neste sábado (28), o San Antonio Spurs venceu, em casa, o Atlanta Hawks por 108 a 88 e chegou à 14ª vitória na temporada, a quinta seguida, abrindo assim três jogos de vantagem para o Oklahoma City Thunder na vice-liderança da Conferência Oeste. Se o calendário “amigo” tem sido um dos motivos para o bom início, o triunfo de 20 pontos de diferença sobre um time forte deixa uma boa impressão. Vamos aos destaques do duelo.

Leonard foi, de novo, o cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Fazendo história

Contra o Hawks, Tony Parker deixou a quadra com 11 pontos, 6 assistências e 3 rebotes, enquanto Tim Duncan contribuiu com 10 pontos, 18 rebotes, quatro assistências e dois tocos. A vitória foi a de número 700 dos astros jogando juntos pelo Spurs. Lendas!

Duncan fez história mais uma vez (Reprodução/nba.com/spurs)

Freguesia

Desde que foi draftado em 1997 pelo Spurs, Tim Duncan não sabe o que é perder em casa para o Hawks. A última vitória do time de Atlanta em San Antonio foi no dia 15 de fevereiro daquele ano. Não bastasse a freguesia, The Big Fundamental ainda se tornou o primeiro jogador de ao menos 39 anos de idade a registrar um duplo-duplo com 18 ou mais rebotes desde que Dikembe Mutombo o fez em 1997.

Defesa e três pontos

Dois fundamentos foram fundamentais para que o Spurs vencesse: a defesa e os arremessos de três pontos. O alvinegro segurou os visitantes ao seu pior quatro na temporada (12 pontos no segundo) e ao seu pior primeiro tempo no campeonato (37). Os 88 pontos igualaram ainda a marca mais baixa da equipe de Atlanta nestes 19 jogos. Por outro lado, o time texano converteu nove bolas de três pontos, repetindo sua melhor marca nesta campanha até aqui.

Envolvida

A ex-armadora Becky Hammon deu mais uma mostra de que tem futuro na profissão durante o confronto com o Hawks. Em determinado ponto do jogo, a assistente mostrou em sua prancheta uma jogada defensiva para Gregg Popovich, que a fez, na seguida, explicá-la para os jogadores. A movimentação terminou em um turnover dos visitantes.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 22 pontos e 7 rebotes

LaMarcus Aldridge – 13 pontos, 6 rebotes, 3 roubos de bola e 2 tocos

Patrick Mills – 13 pontos

Manu Ginobili – 12 pontos e 3 assistências

Tony Parker – 11 pontos, 6 assistências e 3 rebotes

Tim Duncan – 10 pontos, 18 rebotes, 4 assistências e 2 tocos

Atlanta Hawks

Mike Scott – 12 pontos e 3 assistências

Kent Bazemore – 11 pontos e 7 rebotes

Al Horford – 10 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 29/11/2015, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Poderiamos,depois desse jogo,parar de “dizerem”,sobre a idade de tim duncan? Deem uma olhada nos numeros e em como ele intimidou na defesa…ham-ham, obrigada. Rsrses

  1. Pingback: Spurs (14-3) @ Bulls (9-5) – Temporada regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (19-5) @ Hawks (14-10) – Pré-temporada | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s