Destrinchando a nova rotação do Spurs

Engana-se quem tenta olhar para a rotação do San Antonio Spurs pensando nas cinco nomenclaturas clássicas do basquete: armador, ala-armador, ala, ala-pivô e pivô. O rígido esquema de Gregg Popovich, que já fez bons jogadores como Nando De Colo e Richard Jefferson sucumbirem, trabalha mais com funções do que com isso. Basta olhar para a segunda unidade: Manu Ginobili, teoricamente da posição 2, é quem controla a bola, enquanto Patrick Mills, em tese jogador da posição 1, trabalha mais como arremessador. Dito isso, fica mais fácil destrinchar como será a distribuição de minutos do técnico.

Aldridge deve mudar a função de Duncan (Reprodução/nba.com/spurs)

Já ficou claro, na pré-temporada, que o time titular será formado por Tony Parker, Danny Green, Kawhi Leonard, LaMarcus Aldridge e Tim Duncan. O ala-pivô ex-Portland TrailBlazers, principal contratação do Spurs nesta offseason, assume a vaga do trocado Tiago Splitter, empurrando The Big Fundamental definitivamente para a posição 5. Esse quinteto permite que vejamos com clareza as funções que Pop deseja para montar suas unidades.

O treinador gosta de ter alguém capaz de iniciar as jogadas a partir de pick-and-rolls e de ler a defesa adversária para saber se passa ou se infiltra. Na equipe titular, este é Parker. Pop trabalha ainda com mais dois homens no perímetro. Ao menos um tem de ser um arremessador acima da média da linha dos três (Green), ao menos um precisa assumir a função de segundo condutor de bola para aliviar o criador de jogadas (Kawhi) e, se possível, um ajuda se souber criar jogadas a partir do poste baixo, de costas para a cesta (Kawhi).

Em relação aos alas-pivôs e pivôs, um fica mais afastado da cesta, ajudando a criar jogadas da cabeça do garrafão e trabalhando arremessos de média e longa distância, e outro fica mais próximo à cesta, finalizando jogadas de pick-and-roll e/ou pick-and-pop e auxiliando a movimentação de seus colegas sem a bola com bloqueios. Duncan, que até a temporada passada fazia a primeira função, deve passar a exercer a segunda, deixando Aldridge mais livre para ser um dos centros do ataque da equipe texana na temporada.

Na segunda unidade, Boris Diaw, até a temporada passada, se revezava entre a função mais externa entre os alas-pivôs e pivôs, quando jogava com Aron Baynes, e a mais interna, quando dividia a quadra com Matt Bonner. A partir de agora, deve ser fixado longe da cesta, para que David West, outro dos principais reforços do Spurs, trabalhe perto da área pintada.

No perímetro, Ginobili segue como o maior condutor de bola, enquanto Mills herda a função de Green e trabalha como principal arremessador da unidade. A questão é que, ao perder Marco Belinelli, que converteu 37,4% dos tiros de três na última temporada, o time reserva deve perder em espaçamento de quadra. Nesta fase preparatória, dos candidatos a herdarem a função, só Ray McCallum teve desempenho superior: 40%. Kyle Anderson acertou 33,3% das bolas de longa distância, enquanto Jonathon Simmons errou as quatro que tentou.

Mesmo assim, Anderson surge como favorito à vaga. Participou dos seis jogos da pré-temporada, assim como seus concorrentes, mas somou 126 minutos, contra 85 de Simmons e 81 de McCallum. Por isso, o ala deve fazer no time reserva o que Kawhi faz no titular: ser o segundo condutor de bola e trabalhar como criador de jogadas a partir do poste baixo.

Sobram cinco jogadores fora das duas unidades no elenco final do Spurs para a temporada: McCallum seria uma alternativa para a função de principal condutor de bola e criador a partir do pick-and-roll, exercida por Parker e Ginobili; Simmons, deficiente no arremesso de três, trabalharia como segundo condutor de bola, como Kawhi e Anderson; Boban Marjanovic é um pivô clássico e exerce a função interna como Duncan e West; e Rasual Butler e Matt Bonner são opções para mudar o estilo de jogo e trabalharem como um ala-pivô arremessador do perímetro, alterando um pouco o trabalho feito por Aldridge e Diaw.

Vale lembrar que, quando poupa jogadores, Pop costuma trazer o segundo reserva para o time titular para não mexer na química da segunda unidade. Assim, nos compromissos em que preservar Parker, Ginobili e Duncan, é possível imaginar o time titular com McCallum, Green, Leonard, Aldridge e Marjanovic. A segunda unidade teria Simmons e Anderson se revezando no controle de bola, com Mills como arremessador e Diaw e West no garrafão.

São opções que mostram a profundidade do elenco que o Spurs acaba de montar.

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 26/10/2015, em Artigos, Na linha dos 3. Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Boa análise. Vejo que David West também poderá trabalhar na cabeça da garrafão, como era no Pacers. Marjanovic pode herdar o que fazia Aron Baynes, só não pode ficar muito tempo em quadra porque é muito lento lateralmente, talvez só seja usado para castigar formações mais baixas com jogo de costas para a cesta.

  2. Resta saber como o time vai se portar contra times mais rápidos como o Warriors por exemplo, acho que vão sofrer com eles porém Go Spurs!

  3. Um time muito forte foi formado. Porém me preocupa, por ser um time mais lento, e com uma rotação ofensiva ainda desentrosada e com menos opção de variação, já que o Aldrigde define mais do que distribui e o Duncan é mais lento que o Splitter na rotação.

    O ponto mais forte é o crescimento do time no Post, no aproveitamento do tiros de média distancia e nas jogadas isoladas com Aldrigde e Leonard.

  4. ESPORA PENTACAMPEAO

    bela analise;

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s