Arquivo mensal: abril 2015

Spurs (3) vs Clippers (2) – Primeira fase dos playoffs

San Antonio Spurs vs Los Angeles Clippers – Primeira fase dos playoffs

Data: 30/04/2015

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Na TV: Sportv

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,40 (favorito) vs Clippers 2,97

Depois de vencer um duelo emocionante no jogo 5, na califórnia, o San Antonio Spurs agora tem a chance de fechar a série mais eletrizante desta primeira rodada dos playoffs jogando em casa contra o Los Angeles Clippers. Evitar um possível jogo 7 longe de seus domínios é o objetivo para os comandados de Gregg Popovich. Já os angelinos têm a ingrata missão de vencer no Texas após uma derrota em casa nos segundos finais, resultado que pode ter abalado o psicológico da equipe. Enquanto isso, o Houston Rockets assiste a tudo de camarote aguardando a definição do seu adversário na semifinal de conferência.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na série (3-2)

19/04/2015 – Spurs 92 @ 107 Clippers

Com grande atuação de seus astros, o Clippers não tomou conhecimento dos atuais campeões da NBA e impôs uma dolorosa derrota na primeira partida da série.

22/04/2015 – Spurs 111 @ 107 Clippers

Contando com atuação espetacular do veterano Tim Duncan, o Spurs conseguiu levar o jogo à prorrogação e venceu, empatando a série e roubando o mando de quadra do Clippers.

24/04/2015 – Spurs 100 vs 73 Clippers

Com 32 pontos de Kawhi Leonard, o Spurs conseguiu uma ótima vitória sobre o Clippers. A defesa teve um grande papel também, permitindo somente 73 pontos do adversário.

26/04/2015 – Spurs 105 vs 114 Clippers

Com atuações de gala de Chris Paul (34 pontos e sete assistências) e Blake Griffin (20 pontos, 19 rebotes e sete assistências) o Clippers empatou a série e recuperou o mando de quadra. No duelo, o Spurs também foi surpreendido pela ótima atuação de Austin Rivers, que trouxe 16 pontos do banco de reservas para os visitantes.

28/04/2015 – Spurs 111 @ 107 Clippers

Tim Duncan e o banco de reservas fizeram a diferença a favor do Spurs, que ainda contou com uma pitada de sorte para garantir o triunfo nos segundos finais. Graças a uma bobeira de DeAndre Jordan, que, ao causar uma interferência ofensiva, anulou uma cesta do Clippers, os texanos tiveram a chance de virar em seguida e sair com a vitória fora de casa.

Patty Mills

PG – Tony Parker/Patty Mills

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de olho – Tony Parker, sofrendo com as consequências de lesões que o atrapalharam durante toda a temporada, faz uma série discreta, mas conta com um endiabrado Patty Mills como seu back-up para compensar. Com muita energia, o baixinho australiano tem entrado bem na série contra os Clippers e, mesmo sem muito tempo de quadra, consegue causar impacto. Em 15,8 minutos por partida na pós-temporada, o armador registra média de 12,0 pontos e 59% de acerto nas tentativas de três pontos.

DeAndre Jordan

PG – Chris Paul

SG – JJ Redick

SF – Matt Barnes

PF – Blake Griffin

C – DeAndre Jordan

Fique de olho – Protagonista do lance decisivo do Jogo 5, DeAndre Jordan pode ser considerado, talvez, o principal personagem desta série. Além da jogada que resultou na derrota na última partida, o pivô do Clippers é alvo constante do chamado Hack, estratégia que se aproveita de seu péssimo aproveitamento nos tiros livres (36,7% na série até aqui). Seu impacto em quadra, porém, especialmente na defesa, é enorme, o que faz do grandalhão um fator decisivo – para o bem ou para o mal do time angelino.

Anúncios

Spurs (3) vs Clippers (2) – Teste pra cardíaco

assinatura SA Br''111×107

Briga pela bola, equilíbrio e tensão até a última campainha. Em um duelo típico de pós-temporada, o San Antonio Spurs venceu o Los Angeles Clippers por 111 a 107, nessa terça-feira (28), fora de casa, e abriu 3 a 2 na série, válida pela primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste, roubando mais uma vez o mando de quadra. O jogo seis acontece no Texas, na próxima quinta, quando o atual campeão poderá fechar o confronto e sacramentar sua classificação para a próxima fase. Vamos aos destaques do jogão:

Spurs vs. Clippers: Game 5

Tim Duncan doutrinou no último quarto (NBAE/Getty Images)

Fator banco

A força do banco do time de San Antonio apareceu mais uma vez. Após dez primeiros minutos de partida tenebrosos para o alvinegro, o Clippers sobrava e tinha uma vantagem considerável de 14 pontos. Porém, quando os treinadores começaram a mexer nos quintetos, Patty Mills e Manu Ginobili vieram para a quadra e comandaram uma corrida de 15 a 0 do Spurs, que virou o marcador e a maré do jogo, que se manteria equilibrado até o seu final.

Mills foi importante (NBAE/Getty Images)

O australiano manteve o bom desempenho na série e fechou o jogo com 13 pontos em apenas 15 minutos. Já o veterano camisa #20 contribuiu com 14 pontos e seis assistências e, de quebra, ainda ultrapassou ninguém menos que Michael Jordan, se tornando o 11º jogador com mais vitórias na pós-temporada.

Outro que se destacou foi Boris Diaw, que não deixou de ser decisivo mesmo tendo seus minutos limitados por problemas de falta. No último quarto, o Zé Colmeia anotou oito dos seus dez pontos na partida, entre eles uma bola de três da zona morta e um fadeaway “espírita” no estouro do relógio dos 24 segundos. Ao todo, foram 48 pontos vindo do banco do alvinegro, contra apenas 17 dos três suplentes utilizados pelo Clippers ao longo do confronto.

Fator fundamental

É chover no molhado dizer que Tim Duncan foi importante para o Spurs, mas não dá para passar batido. Aos 39 anos de idade, o camisa #21 foi consistente durante o jogo e simplesmente espetacular na reta final. No quarto derradeiro, The Big Fundamental ignorou a presença de Blake Griffin e fez de tudo um pouco, sendo dominante dos dois lados quadra, pontuando, bloqueando e forçando turnovers em momentos chave da partida. O veterano deixou a quadra com 21 pontos, 11 rebotes, quatro assistências, três roubadas de bola e um toco. Com esses números, ainda se tornou o mais velho jogador a alcançar três partidas com pelo menos 20 pontos e dez rebotes em uma mesma série de playoff.

Fator raça

Tony Parker e Danny Green são dois jogadores que vêm jogando abaixo do seu potencial na série, mas tiveram sua importância no triunfo. Mesmo atuando no sacrifício por conta de um problema muscular, o francês contribuiu com 14 pontos e três assistências, chamando a responsabilidade em diversos momentos decisivos. Já o ala-armador contribuiu com apenas nove pontos e esteve longe de ser o gatilho certeiro que foi na temporada regular, mas foi vital na defesa, impondo uma forte marcação sobre Chris Paul, que parou nos 19 pontos.

Fator sorte

Todo time campeão costuma ser acompanhado pela sorte. Pois bem; ela apareceu ontem à noite. Restando seis segundos para o fim e perdendo por apenas um ponto, o Clippers tinha a bola nas mãos para vencer a partida. Após chute de Blake Griffin por cima de Tim Duncan, a bola chorava prestes a cair quando DeAndre Jordan deu um tapinha ilegal para converter o arremesso, caracterizando uma interferência, já que a bola estava acima do aro. A arbitragem marcou a irregularidade e, na sequência, o Spurs ficaria com a vitória, com Danny Green convertendo um lance livre e Kawhi Leonard apanhando o rebote do segundo disparo.

 Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 24 pontos, 11 rebotes, 4 assistências, 3 roubos de bola e 1 toco

Kawhi Leonard – 18 pontos, 9 rebotes e 3 assistências

Manu Ginobili – 14 pontos e 6 assistências

Tony Parker – 13 pontos, 5 rebotes e 3 assistências

Patty Mills – 13 pontos

Boris Diaw – 10 pontos e 7 rebotes

Los Angeles Clippers

Blake Griffin – 30 pontos, 14 rebotes, 7 assistências e 4 roubos de bola

DeAndre Jordan – 24 pontos, 14 rebotes e 2 tocos

Chris Paul – 19 pontos, 10 assistências e 5 rebotes

Spurs (2) @ Clippers (2) – Primeira fase dos playoffs

assinatura SA Br'

San Antonio Spurs @ Los Angeles Clippers – Primeira fase dos playoffs

Data: 28/04/2015

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: Staples Center, LA.

Na TV: ESPN

Cotação no Apostas Online: Spurs 2,07 @ Clippers 1,77 (favorito)

O San Antonio Spurs viaja mais uma vez até a Califórnia para encarar o Los Angeles Clippers no quinto confronto da série, válida pela primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste. Após perder o jogo quatro no AT&T Center e devolver a vantagem do mando de quadra para os angelinos, o atual campeão mais uma vez tentará fazer valer a experiência de seu elenco para buscar uma vitória essencial na série. O grande desafio dos comandados de Gregg Popovich será repetir uma boa marcação no astro Chris Paul, que, após uma atuação apagada no jogo três – graças a uma forte defesa de San Antonio -, voltou a desequilibrar, sendo o motor do time da Califórnia. Uma boa produção do banco de reservas, somada a uma atuação confiante de Tony Parker e um “despertar ofensivo” de Danny Green, são outros caminhos para o alvinegro sair vitorioso mesmo atuando na casa do adversário.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na série (2-2)

19/04/2015 – Spurs 92 @ 107 Clippers

Com grande atuação de seus astros, o Clippers não tomou conhecimento dos atuais campeões da NBA e impôs uma dolorosa derrota na primeira partida da série.

22/04/2015 – Spurs 111 @ 107 Clippers

Contando com atuação espetacular do veterano Tim Duncan, o Spurs conseguiu levar o jogo à prorrogação e venceu, empatando a série e roubando o mando de quadra do Clippers.

24/04/2015 – Spurs 100 vs 73 Clippers

Com 32 pontos de Kawhi Leonard, o Spurs conseguiu uma ótima vitória sobre o Clippers. A defesa teve um grande papel também, permitindo somente 73 pontos do adversário.

26/04/2015 – Spurs 105 vs 114 Clippers

Com atuações de gala de Chris Paul (34 pontos e sete assistências) e Blake Griffin (20 pontos, 19 rebotes e sete assistências) o Clippers empatou a série e recuperou o mando de quadra. No duelo, o Spurs também foi surpreendido pela ótima atuação de Austin Rivers, que trouxe 16 pontos do banco de reservas para os visitantes.

Boris Diaw

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan/Boris Diaw

C – Tiago Splitter

Fique de olho – Com Tiago Splitter baleado, Boris Diaw se tornou a peça mais importante vindo do banco de reservas do Spurs. Na série, o francês acumula médias de dez pontos, sete rebotes e 4,2 assistências por exibição. Além de defender o físico garrafão dos rivais, se o ala-pivô mantiver seu bom desempenho ofensivo, pontuando e sendo mais um criador de jogadas da equipe, as chances de vitória do alvinegro aumentam.

Jamal Crawford

PG – Chris Paul

SG – JJ Redick/Jamal Crawford

SF – Matt Barnes

PF – Blake Griffin

C – DeAndre Jordan

Fique de olho – Melhor sexto homem da temporada 2013/2014, o habilidoso Jamal Crawford vem sendo uma arma a mais do Clippers na série, trazendo do banco uma média de 11,2 pontos por partida. No último embate, por exemplo, o veterano anotou 15 pontos e, junto com Austin Rivers (16 pontos), manteve a boa produção ofensiva da equipe na segunda unidade, não permitindo que o forte banco do Spurs fizesse a diferença.

Spurs (2) vs Clippers (2) – Derrota em casa e série empatada

105×114

O Los Angeles Clippers conseguiu se recuperar da sua pior derrota na história dos playoffs, ocorrida no jogo 3 da série contra o San Antonio Spurs, em grande estilo. Com ótimas atuações de Chris Paul e Blake Griffin, o time californiano empatou a série em 2 a 2, mesmo jogando no AT&T Center, casa do alvinegro e voltou a ter a vantagem no mando de quadra. Vamos, a seguir, aos destaques do duelo disputado neste domingo (26):

Spurs vs. Clippers 4/26/15

Não deu para o San Antonio Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Números

Apesar da derrota, Kawhi Leonard voltou a ter um bom jogo, com 26 pontos. Tim Duncan voltou a pontuar bem, com 22. E Tony Parker ressuscitou e contribuiu com 18. Mesmo com tudo isso, o time do Texas não conseguiu a vitória. Chris Paul, com uma atuação brilhante, foi o responsável pelo empate na série. Foram 34 pontos e sete assistências. Ele acertou 11 arremessos em 19 tentativas, além de ter convertido todos os seus dez lances livres.

Spurs vs. Clippers 4/26/15

Leonard acertou três bolas do perímetro (Reprodução/nba.com/spurs)

Banco

Uma das vantagens do Spurs na série é ter um banco melhor e que contribuiu mais, certo? Não dessa vez. O filho do treinador Doc Rivers, o armador Austin Rivers, resolveu que ia mostrar que sabe jogar. O garoto segurou bem o time enquanto Chris Paul estava no banco. Foram 16 pontos para ele. Jamal Crawford também entrou para fazer 15 pontos. Glen Davis fez dois. Ou seja, três jogadores fizeram 33 pontos. O banco do Spurs até fez mais, 39, mas distribuído em cinco atletas. Em suma, o Clippers precisou substituir pouco para descansar os seus titulares, e quando o fez a segunda unidade deu conta do recado.

Bolas de três

Os arremessos do perímetro não caíram como de costume pelo Spurs. Foram apenas seis em 25 tentativas. O recurso é muitas vezes usado pelo time. Só Kawhi Leonard foi responsável por metade dos acertos do time no quesito durante o confronto.

Astro renascido?

O francês Tony Parker tinha feito 17 pontos na soma dos três primeiro jogos. Só no jogo 4, ele fez 18. Isso mostra uma grande evolução. O armador está se sentindo melhor em quadra e já não é mais tanto uma fraqueza para o time tê-lo por muitos minutos como titular. Obviamente, ainda é preciso fazer ajustes para que o camisa #9 não encare Chris Paul na defesa.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 26 pontos, 7 rebotes e 5 assitências

Tim Duncan – 22 pontos e 14 rebotes

Tony Parker – 18 pontos

Patty Mills – 14 pontos e 3 rebotes

Manu Ginobili – 10 pontos e 3 assistências

Boris Diaw – 10 pontos e 3 assistências

Los Angeles Clippers

Chris Paul – 34 pontos e 7 assistências

Blake Griffin – 20 pontos, 19 rebotes e 7 assistências

JJ Redick – 17 pontos e 3 rebotes

 Austin Rivers – 16 pontos

Jamal Crawford – 15 pontos

Spurs (2) vs Clippers (1) – Primeira fase dos playoffs

San Antonio Spurs vs Los Angeles Clippers – Primeira fase dos playoffs

Data: 26/04/2015

Horário: 16h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Na TV: Sports+

Cotação no Apostas Online: Clippers 3,03 @ Spurs 1,39 (favorito)

O San Antonio Spurs atropelou o Los Angeles Clippers no primeiro encontro entre as equipes no Texas nesta série. A defesa forte – o time californiano terminou o jogo com o recorde negativo de pontos em playoffs, 73 – e o ala Kawhi Leonard – em uma noite histórica no ataque – deram a vitória aos texanos. A equipe angelina deve tentar mudar algo para não voltar para casa perdendo a série por 3 a 1. Já o alvinegra aguarda uma melhora física de Tony Parker e Tiago Splitter. A ausência dos dois por tantos minutos é prejudicial ao time.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na série (2-1)

19/04/2015 – Spurs 92 @ 107 Clippers

Com grande atuação de seus astros, o Clippers não tomou conhecimento dos atuais campeões da NBA e impôs uma dolorosa derrota na primeira partida da série.

22/04/2015 – Spurs 111 @ 107 Clippers

Contando com atuação espetacular do veterano Tim Duncan, o Spurs conseguiu levar o jogo à prorrogação e venceu, empatando a série e roubando o mando de quadra do Clippers.

24/04/2015 – Spurs 100 vs 73 Clippers

Com 32 pontos de Kawhi Leonard, o Spurs conseguiu uma ótima vitória sobre o Clippers. A defesa teve um grande papel também, permitindo somente 73 pontos do adversário.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho  Danny Green acertar suas bolas de três será de extrema importância para o Spurs. Mas ainda mais vital que isso é a sua defesa. O técnico do Clippers, Doc Rivers, assumiu que a exibição ruim de Chris Paul de jogo 3 foi devido à marcação bem feita pelo camisa #14. O armador adversário só acertou três arremessos de quadra em 11 tentativas.

PG – Chris Paul

SG – J.J. Redick

SF – Matt Barnes

PF – Blake Griffin

C – DeAndre Jordan

Fique de Olho – O armador do time angelino Chris Paul possuía 24 pontos em seus últimos cinco encontros com o Spurs prévios ao jogo 3. O péssimo desempenho em San Antonio deve estar martelando na cabeça do craque, que vai fazer de tudo para se redimir.