Spurs (47-26) vs Grizzlies (50-24) – Sai da frente!

 103×89

Na hora certa, o San Antonio Spurs tem crescido. Cada vez mais entrosado e deixando para trás as lesões que o assolaram no começo da temporada, o time segue vencendo e subindo na tabela. Jogando diante da sua torcida, passou tranquilo pelo Memphis Grizzlies, 103 a 89, neste domingo e criou fôlego para lutar bem pelas primeiras colocações da Conferência Oeste para, quem sabe, entrar na pós-temporada com mando de quadra. Com outra partida muito boa de Kawhi Leonard, o alvinegro mostrou ter o antídoto para uma das melhores defesas da NBA – e isso sem mudar seu estilo. Vamos ao que de melhor aconteceu no duelo.

Leonard foi o grande destaque da partida (Reprodução/nba.com/spurs)

De novo ele

É chover no molhado, mas Kawhi Leonard merece mais e mais elogios. O ala vem subindo de produção na hora certa e mais uma vez se saiu bem como primeira opção ofensiva, mostrando melhora cada vez mais significativa em sua seleção de arremessos. Com mais jogadas direcionadas a ele, o camisa #2 ainda mostrou evolução nos arremessos de meia distância, que vinham sendo seu ponto fraco em algumas partidas.

Tiago Splitter fez bom jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

Jogo ganho no perímetro

Não é novidade para ninguém que o Grizzlies aposta em suas torres no garrafão para vencer jogos. O Spurs, sabendo disso, deixou que Marc Gasol e Zach Randolph fossem os melhores em quadra do adversário, se limitando a marcar muito bem o perímetro adversário. Não à toa, o ótimo armador Mike Conley saiu de quadra com 11 arremessos tentados e apenas dois convertidos. Dentro da área pintada, o alvinegro também soube marcar bem o adversário, tendo como sinal disso os quatro erros de ataque cometidos pelo pivô espanhol do oponente.

Onde estão as torres gêmeas?

Se no ataque os pivôs do time de Memphis foram bem, na defesa não se pode dizer o mesmo de Randolph e Gasol. E muito por conta da ótima atuação de Tiago Splitter. O pivô brasileiro parece cada vez mais à vontade no esquema do Spurs e, quando solicitado, tem correspondido bem no ataque do alvinegro.

Além da inteligência habitual para o corta luz e para ajudar a construir jogadas, ele ainda está indo bem ao atacar a cesta. Foram 15 pontos, com 66% de aproveitamento nos arremessos.

Tranquilidade?

O Spurs, depois de uma semana muito difícil, irá para a semana de Páscoa um pouco mais tranquilo. Viaja para a Flórida, onde enfrenta o oscilante Miami Heat e, logo depois, o inexperiente Orlando Magic. Depois disso, volta para casa para enfrentar o fraco time do Denver Nuggets, que não almeja mais nada na temporada. Fácil? Bom, então se prepare para o domingo de Páscoa: nada menos do que o líder geral da NBA, o Golden State Warriors.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 25 pontos e 10 rebotes

Tiago Splitter – 15 pontos e 8 rebotes

Tim Duncan – 10 pontos

Memphis Grizzlies

Zach Randolph – 20 pontos e 13 rebotes

Marc Gasol – 16 pontos

Anúncios

Sobre Leonardo Sacco

É jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cravou a opção pelo jornalismo no estouro do cronômetro, quando criou o Spurs Brasil em uma madrugada de domingo para segunda. Escreve para o Yahoo! Esportes e dá seus pitacos no @leosacco.

Publicado em 29/03/2015, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. Estamos realmente crescendo na hora certa. Acho que chegaremos muito bem nos playoffs. Dos últimos 16 jogos perdemos apenas 3, e foram para o Cavaliers, em um jogo que o Irving fez quase 60 e Lebron passou de 30, mesmo assim perdemos na prorrogação, para o Knicks naquele jogo onde não entramos em quadra e para o Mavericks com um jogo de 38 pontos do Ellis. Jogos como estes não vão acontecer com frequência nos playoffs, ainda mais em série de 7. É ganhar do GSW no domingo de páscoa e partir pra vencer a NBA mais uma vez.

    GO SPURS GO!!!

  2. Se você Leonardo,entendesse realmente de Basquete,saberia que é praticamente impossível os Spurs obter o mando de quadra.
    1)A Campanha do Houston e Memphis é muito sólida,é praticamente impossível que qq um deles ceda uma defasagem de 4 jogos faltando apenas 9 partidas.
    2)Com o Portland,ninguém mexe,pois mesmo que os Spurs tenham campanha melhor que o mesmo,por ser campeão de sua divisão,automaticamente o Portland carimba no mínimo o 4 lugar.
    3)Resta aos Spurs escolher entre Memphis e Portland,qual seria o melhor desafio não tendo o mando de quadra.

  3. Caio Rosso

    o Memphis tem uma campanha bem sólida? Dos últimos 10 jogos perdeu 5 e estamos a dois jogos atrás……

    • Não se analisa um campeonato por 10 jogos,garotinho juvenil.

    • Se um time perdeu 5 dos últimos 10, não vejo porque não pode perder 4 dos próximos. E mando de quadra esse ano é irrelevante pro Spurs, único time que tem condições de vencer uma série de 7 jogos contra o time de San Antonio, é o Golden State e mesmo assim num vai ser mole não. O restante dos times ai são cavalos paraguaios.

  4. Alex jose dos Santos

    para ser campeão vc tem superar desafios..
    o mando de quadra é quebrado com uma vitória e spurs têm time suficiente pra vencer blazers. Clippers. . Memphis. Huston é só ver a evolução do time diante dos duas finais seguidas pow
    fora que o oeste é só pedreira um jogo não é nada têm mais seis em jogo então com o oeste forte mando não tudo isso é bom más têm a pressão de vencer

  1. Pingback: Spurs (47-26) @ Heat (34-39) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s