Arquivo diário: 28/03/2015

Ginobili não deve disputar a Copa América

De acordo com reportagem do site americano Project Spurs, Manu Ginobili, astro do San Antonio Spurs, não deve defender a seleção da Argentina na Copa América deste ano. A competição será disputada em Monterrey, no México, entre os dias 25 de agosto e 6 de setembro, e vai dar duas vagas para a Olimpíada do Rio de Janeiro, que acontecerá em 2016.

Ginobili em ação na Olimpíada de 2016 (Reprodução/london2012.fiba.com)

Segundo o site argentino Telediario Digital, a informação da ausência de Ginobili na competição internacional foi dada por Sergio Hernandez, técnico da seleção dos hermanos.

“Ginobili não vai para Monterrey. Tenho autoridade para dizer que ele não fará parte deste torneio. Ele está atravessando uma longa temporada na NBA, e esse é um momento importante na carreira dele”, disse Hernandez, a um programa de rádio.

Esse será o segundo ano consecutivo em que Ginobili não atua pela seleção. Em 2014, ele foi desfalque após veto do Spurs e não pôde disputar a Copa do Mundo masculina.

Anúncios

Spurs (46-26) vs Mavericks (45-28) – Revanche

94×76

Somente três dias depois de perder para o Dallas Mavericks fora de casa, o San Antonio Spurs voltou a enfrentar o rival nesta sexta-feira (27), agora no AT&T Center, e dessa vez saiu de quadra vitorioso. Com o resultado, a série entre os texanos na temporada regular terminou empatada por 2 a 2, e o alvinegro abriu 1,5 jogos de vantagem sobre o oponente na sexta colocação da Conferência Oeste. Confira o que de principal aconteceu no duelo.

Diaw foi o destaque da partida (Reprodução/nba.com/spurs)

Gordinho saliente

Com grande eficiência nos arremessos, um ala-pivô europeu foi o cestinha de Spurs x Mavs. Mas se engana quem pensa que falo de Dirk Nowitzki. Com 19 pontos (8-11 FG, 3-4 3 PT), três rebotes e três assistências, Boris Diaw deu mais uma prova de que voltou a jogar em alto nível e foi o destaque da partida. Enquanto isso, o alemão deixou a quadra com apenas sete pontos (3-9 FG, 1-1 3 PT e 0-1 FT), cinco rebotes e quatro assistências.

Kawhi manteve a rotina de ladrão (Reprodução/nba.com/spurs)

Mãos para o alto, novinha!

Talvez o melhor jogador do Spurs na atual temporada, superando a importância do Big Three, Kawhi Leonard deixou a quadra com 12 pontos (4-13 FG, 1-4 3 PT, 3-4 FT), seis rebotes, três assistências e uma roubada de bola em 31:42 minutos. Como isso, o ala chegou a 17 partidas seguidas com pelo menos um roubo de bola. O camisa #2 do alvinegro é o líder da NBA no fundamento, com média de 2,2 por exibição.

Lesão do algoz

Um dos maiores carrascos do Spurs na temporada, Monta Ellis teve de deixar a partida mais cedo nesta sexta. Restando 6:43 para o fim do terceiro período, o ala-armador do Mavs foi para os vestiários com dor no joelho direito e não retornou mais. O astro da equipe de Dallas deixou a quadra com somente dez pontos (5-10 FG, 0-3 3 PT) em 23:07 minutos de jogo.

Sem descanso

Se engana quem pensa que a sequência de pedreiras do Spurs acabou. A equipe agora enfrenta o Memphis Grizzlies, segundo colocado na Conferência Oeste, no domingo, com transmissão ao vivo do Sports+, e o Miami Heat, que briga por uma vaga nos playoffs do Leste, na terça-feira, com transmissão ao vivo do Space. Vale lembrar que o confronto marca a reedição da última final da NBA. Não tá fácil pra ninguém, amigo!

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Boris Diaw – 19 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Danny Green – 14 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Tiago Splitter – 13 pontos, 7 rebotes e 3 assistências

Kawhi Leonard – 12 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

Tony Parker – 12 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Dallas Mavericks

Tyson Chandler – 10 pontos e 14 rebotes

Monta Ellis – 10 pontos