Spurs (44-25) @ Hawks (53-17) – Criador e criatura

 114×95

Quando San Antonio Spurs e Atlanta Hawks se enfrentaram pela primeira vez na temporada, com vitória texana, era cedo demais. O adversário nem sequer era a grande surpresa da temporada, e o trabalho de Mike Budenholzer, ex-assistente de Gregg Popovich no alvinegro, ainda não era elogiado e comparado ao plano tático do atual campeão da NBA. No encontro entre as equipes, neste domingo (22), no entanto, tudo isso já estava na mesa. E o criador mostrou ser superior à criatura e venceu por 114 a 95, mesmo jogando fora de casa, em triunfo que garantiu ao time de Tim Duncan um bom espaço na vaga por melhores vagas na Conferência Oeste. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto:

Tiago Splitter foi o destaque da partida (Reprodução/nba.com/spurs)

Espelho, espelho meu…

As equipes realmente jogam de maneira parecida: armadores que sabem pontuar, alas que sabem defender, muito jogo dentro do garrafão… Mas, bem, apesar de serem parecidas, não são iguais. O Spurs, por exemplo, tem mais profundidade em seu banco. E foi dele que veio Boris Diaw, autor de 17 pontos (8-10 FG) e um dos grandes nomes do triunfo do time de San Antonio, que ainda contou com um inspiradíssimo Kawhi Leonard para chegar à vitória. Mais do que isso, Popovich mostrou facilidade para ler uma tática que se assemelha à sua. Leu tão bem que anulou o Hawks do começo ao fim, chegando à vitória tranquila.

Duncan e sua costumeira eficiência (Reprodução/nba.com/spurs)

Um cestinha diferente

Com bom jogo dentro da zona pintada, o Spurs viu o pivô brasileiro Tiago Splitter brilhar e ser imprescindível para a vitória. Ele foi autor de nada menos do que 23 pontos, fundamentais para a larga vantagem construída no confronto. Mais do que isso, mostrou uma mira afiada e converteu dez dos 14 arremessos que tentou – o número, aliás, mostra uma estratégia diferente de Popovich, que acionou o camisa #22 muito mais do que o usual durante a partida.

Desenho perfeito

Com dois times que jogam o basquete coletivo acima de qualquer coisa, foi ótimo ver o desenho tático imposto por ambos os times. Como já dito, o do Spurs se sobressaiu e, por isso, a vitória veio. Prova disso foi a perfeição na armação de jogadas de ataque, fator que levou a equipe de San Antonio a uma impressionante marca de 53,8% dos arremessos convertidos. Com uma mira tão afiada, é difícil lidar.

Cada dia mais máximo

A discussão sobre a possibilidade de Kawhi Leonard levar o contrato máximo parece cada vez mais fácil de ser resolvida. Sim, ele merece. Contra o Hawks, foi extremamente bem nos dois lados da quadra e, mais uma vez, saiu com números altos e significativos. Foram 20 pontos, dez rebotes, sete assistências e quatro roubos de bola. Atuação fenomenal.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tiago Splitter – 23 pontos e 8 rebotes

Kawhi Leonard – 20 pontos, 10 rebotes, 7 assistências e 4 roubos de bola

Boris Diaw – 17 pontos

Atlanta Hawks

Paul Millsap – 22 pontos e 7 rebotes

Anúncios

Sobre Leonardo Sacco

É jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cravou a opção pelo jornalismo no estouro do cronômetro, quando criou o Spurs Brasil em uma madrugada de domingo para segunda. Escreve para o Yahoo! Esportes e dá seus pitacos no @leosacco.

Publicado em 22/03/2015, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s