Spurs (30-17) vs Hornets (19-27) – Pra embalar

95×86

Na noite desta quarta-feira (28), o San Antonio Spurs conquistou mais uma vitória em casa, embalando uma sequência de oito triunfos nas últimas dez partidas. Foi o terceiro resultado positivo seguido da equipe texana, que agora sobe para a sexta colocação da Conferência Oeste, ultrapassando os rivais do Dallas Mavericks. Já o Charlotte Hornets, sentindo a ausência do seu armador Kemba Walker, permaneceu na oitava posição da Conferência Leste, se distanciando bastante dos líderes. Veja, a seguir, os principais pontos do confronto.

Parker foi o cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Senhor double-double

O veterano e futuro hall da fama Tim Duncan conquistou mais um double-double. Diante do forte garrafão do Hornets, The Big Fundamental anotou 12 pontos e 14 rebotes, além de proteger o aro de sua equipe com três tocos. O pivô Al Jefferson, um dos principais atletas do Hornets, também teve grande atuação e double-double, com 17 pontos e 16 rebotes.

Duncan e Green se destacaram (Reprodução/nba.com/spurs)

Consistente

Mesmo não sendo um dos astros da equipe, o antes anônimo Danny Green é agora peça fundamental na rotação do Spurs. Após um começo lento, o ala-armador vem provando seu valor por meio de atuações consistentes, tanto no ataque como na defesa. Contra o Hornets, converteu quatro bolas de três pontos, uma de suas especialidades, e finalizou a partida com 16 pontos no total. Do lado defensivo, saiu de quadra com três tocos e duas roubadas de bola.

Dormindo no ponto

O Spurs começou a partida dominante, indo para o intervalo vencendo por 55 a 38. Entretanto, no terceiro quarto a equipe perdeu o norte e quase deixou o Hornets virar a partida. Por sorte, o último período e uma provável bronca de Gregg Popovich fizeram com que a equipe terminasse a partida vitoriosa.

Assumindo responsabilidade

Pelo lado adversário, quem incomodou foi o ala-armador Gerald Henderson, que, na ausência de Kemba Walker, seu companheiro de perímetro e grande astro da equipe, se viu obrigado a assumir responsabilidade e arremessar com mais frequência. E o ala-armador não fez feio e saiu de quadra com 18 pontos, se tornando o cestinha do confronto.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 17 pontos e 5 assistências

Danny Green – 16 pontos, 5 rebotes, 3 tocos e 2 roubos de bola

Tim Duncan – 12 pontos, 14 rebotes e 3 tocos

Charlotte Hornets

Gerald Henderson – 18 pontos e 3 assistências

Al Jefferson – 17 pontos e 16 rebotes

Michael Kidd-Gilchrist – 14 pontos e 3 rebotes

Anúncios

Sobre Bruno Lorscheiter Alves

Jornalista amador, apaixonado por esportes, basquete e lógico, San Antonio Spurs.

Publicado em 29/01/2015, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. “Após um começo lento, o ala-armador vem provando seu valor por meio de atuações consistentes, tanto no ataque como na defesa”

    Discordo. O Green foi o cara que carregou o piano enquanto Leonard, Parker e outros estiveram ausentes. Há de destacar o Joseph e o Duncan também, mas o trabalho que o Green fez no início da temporada – até o retorno dos principais jogadores, foi muito bom. Na defesa, sem sombra de dúvidas é um dos melhores da posição, disputando com outros para ser, quiçá, o melhor. No ataque melhorou muito, conseguindo fazer boas infiltrações e acertando arremessos de média distância também. Além, é claro, de ser especialista nos arremessos de três pontos.

    Enfim.. Esse é o meu ponto de vista, pode ser que a maioria discorde de mim, mas eu achei que o Green teve suma importância para o time, sendo um dos principais a carregar o piano nos momentos mais difíceis da temporada até o presente momento.

    • Bruno Lorscheiter Alves

      Obrigado pela opinião amigo. Concordo que Green foi fundamental, mas no começo da temporada senti ele com a mão não muito calibrada da linha de 3. Não que ele estava ruim, mas não estava extraordinário como nós estamos acostumados.
      Abraço

  1. Pingback: Spurs (30-17) vs Clippers (32-15) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s