Spurs (27-17) @ Bulls (28-16) – Atípico

81×104

Noite para ser esquecida. Nesta quinta-feira (22), o San Antonio Spurs visitou o Chicago Bulls e, sem dar mostras do ataque envolvente que guiou a equipe texana ao título no ano passado e que voltou a aparecer neste campeonato com os retornos de Tony Parker e Kawhi Leonard, acabou atropelado pelo adversário. Confira, a seguir, os principais pontos do confronto.

Spurs não foi páreo para o Bulls (Reprodução/nba.com/spurs)

Sem criatividade

No primeiro quarto, Manu Ginobili acertou lindo passe por trás das costas para Patrick Mills converter bandeja. Acontece que foi a ÚNICA assistência do ala-armador argentino, um dos mais criativos jogadores do Spurs. O líder na estatística foi justamente o australiano, com quatro. O armador titular Tony Parker obteve apenas três. No total, foram 17 passes decisivos do time texano, contra 13 desperdícios de posse. Mostra de que a equipe não conseguiu imprimir seu envolvente ataque, cheio de passes, contra o Bulls nesta quinta.

Leonard voltou a se destacar (Reprodução/nba.com/spurs)

Dominados

Mesmo sem contar com Joakim Noah, que está machucado, o Bulls construiu boa parte de sua vitória no garrafão. A dupla titular do time da casa, formada por Taj Gibson e Pau Gasol, somou 27 pontos, 26 rebotes e seis tocos. Enquanto isso, Tim Duncan e Tiago Splitter, que iniciaram mais uma vez como pivôs do quinteto inicial do Spurs, obtiveram, juntos, dez pontos, 14 rebotes e nenhum toco. Aí fica difícil…

Antigo pesadelo…

Em meio a uma atuação irreconhecível, o Spurs, infelizmente, voltou a mostrar um defeito que os torcedores do time estão cansados de ver: o apagão no terceiro quarto. Depois de ir para os vestiários perdendo por apenas 46 a 40, o time texano sofreu 31 pontos no terceiro período, marcou apenas 20 e chegou a ver o Bulls abrir 25 pontos de vantagem. Foi ali que o técnico Gregg Popovich resolveu desistir do jogo e repousar seus principais jogadores.

Pelo menos isso!

Dois pontos positivos podem ser tirados da derrota para o Bulls. O primeiro é o descanso dado aos jogadores, já que, com a partida praticamente decidida no terceiro quarto, Pop resolveu preservar seus titulares de olho no jogo desta sexta-feira, no AT&T Center, contra o Los Angeles Lakers. Kawhi Leonard, com 27:02 minutos, foi quem mais jogou pela equipe de San Antonio. E o segundo quesito a ser comemorado foi justamente a atuação do camisa #2, que voltou a se destacar ao anotar 16 pontos e quatro rebotes contra o Bulls.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 16 pontos e 4 rebotes

Patrick Mills – 12 pontos e 4 assistências

Cory Joseph – 11 pontos

Chicago Bulls

Derrick Rose – 22 pontos, 5 assistências e 2 roubos de bola

Jimmy Butler – 17 pontos e 4 rebotes

Taj Gibson – 15 pontos, 9 rebotes e 4 tocos

Aaron Brooks – 15 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Pau Gasol – 12 pontos, 17 rebotes e 2 tocos

Tony Snell – 12 pontos e 3 rebotes

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 23/01/2015, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s