Arquivo diário: 10/01/2015

Spurs (22-15) @ Timberwolves (5-30) – Temporada regular

San Antonio Spurs @ Minnesota Timberwolves – Temporada Regular

Data: 10/01/2015

Horário: 23h00 (Horário de Brasília)

Local: Target Center

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,29 (favorito) vs Wolves 3,53

Um dia após vencer o Phoenix Suns, o San Antonio Spurs já está de volta às quadras, desta vez para enfrentar o Minnesota Timberwolves, um dos times mais fracos da atual temporada. Tendo em vista os dois confrontos em dias seguidos, os problemas físicos que a equipe vem enfrentando e a fragilidade do adversário, a tendência é que alguns titulares sejam poupados. Gregg Popovich, no entanto, não confirmou nenhuma ausência até o momento além do lesionado Kawhi Leonard, que se segue se recuperando de problema na mão direita.

Confrontos na temporada (2-0)

21/11/2014 – Spurs 121 @ 91 Wolves

No primeiro confronto entre as equipes na temporada, o Spurs não precisou se esforçar para vencer. Com belo jogo de Tony Parker, a equipe ainda dividiu bastante a pontuação e conseguiu poupar seus jogadores durante o duelo. Atletas que costumam ter poucos minutos, como Aaron Baynes, estiveram bastante em quadra e colaboraram.

06/12/2014 – Spurs 123 vs 101 Wolves

Mais um duelo contra os adversários do Norte e mais uma vitória bem tranquila. Quem brilhou neste duelo foi o ala-armador italiano Marco Belinelli, autor de 20 pontos no duelo. Sem Tony Parker, o Spurs novamente não precisou fazer força para ir bem e atropelar o frágil rival. Triunfo fácil e, mais uma vez, descanso para os principais jogadores.

PG – Tony Parker

SG – Marco Belinelli

SF – Danny Green

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho – Diante de um adversário bem mais fraco, Danny Green poderá ter a chance de estar mais livre no ataque e fazer um de seus bons jogos ofensivos, sempre com suas bolas de longa distância auxiliando  bom espaçamento da quadra.

PG – Zach LaVine

SG – Andrew Wiggins

SF – Shabazz Muhammad

PF – Thaddeus Young

C – Gorgui Dieng

Fique de Olho – Thaddeus Young seria titular e bom reforço em muitas equipes, mas acabou em um Wolves sem pretensões. Bom no jogo dentro do garrafão e também com bolas longas, o ala-pivô é a principal arma para um time que tenta surpreender.

Anúncios

Spurs (22-15) vs Suns (22-17) – Coadjuvantes no comando

100×95

O San Antonio Spurs enfrentou, na noite desta sexta-feira (9), a equipe do Phoenix Suns, no AT&T Center, e saiu de quadra vitorioso. Com boas atuações dos jogadores não pertencentes ao Big Three, os texanos sofreram um pouco, mas conseguiram o resultado positivo diante do time do Arizona. Vamos, a seguir, aos principais pontos do confronto:

Tiago Splitter foi um dos destaques do time na partida (Reprodução/nba.com/spurs)

Tiago Splitter foi um dos destaques do time na partida (Reprodução/nba.com/spurs)

Coadjuvantes em ação

Com a volta de quase todo o elenco, o técnico Gregg Popovich tem feito um grande revezamento entre os jogadores. O Big Three vem sendo poupado ao máximo, visto que Tony Parker, por exemplo, perdeu uma boa parte da temporada por conta de lesões. Mesmo utilizando pouco seu trio de astros, o treinador vê os chamados coadjuvantes correspondendo e mantendo sempre a equipe forte durante todo o duelo. A partida contra o Suns mostra a importância desses atletas, visto que, dos os 100 pontos do time texano, apenas 23 foram marcados pelo francês, por Manu Ginobili e por Tim Duncan somados. O plantel completo e sem muitos lesionados – a exceção é o ala Kawhi Leonard – traz uma confiança ao torcedor, que já viu o alvinegro perder muitas partidas nesta temporada.

Patty Mills vem recuperando sua boa forma (Reprodução/nba.com/spurs)

Maldição do terceiro quarto

Aparentemente, a maldição do terceiro quarto está de volta para assombrar a torcida da equipe de San Antonio. Na partida anterior, na derrota para o Detroit Pistons, os texanos tiveram um “apagão” na volta dos vestiários após um primeiro tempo tranquilo, perdendo assim uma partida que estava ganha. Contra o Suns, o mesmo aconteceu. Anotando apenas dez pontos na parcial contra 26 dos adversários, o Spurs teve de correr atrás do resultado para não sofrer outro revés.

Dor de cabeça

E das boas! Com a volta de Tony Parker à armação, o técnico Gregg Popovich terá uma dor de cabeça: escolher entre Patty Mills ou Cory Joseph para firmar a sua rotação. O canadense vinha fazendo ótima temporada sendo reserva imediato e, em algumas partidas, até começando como o titular do time. A volta do australiano traz um jogador que foi de suma importância durante o título do ano passado.

Cabe a Pop saber dosar bem o tempo de cada um, lembrando ainda que o camisa #8 algumas vezes joga como ala-armador, podendo, talvez, ser um reserva para Ginobili.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Danny Green – 20 pontos e 4 rebotes

Patty Mills – 15 pontos

Tim Duncan – 12 pontos, 7 rebotes e 5 assistências

Cory Joseph – 11 pontos e 5 assistências

Tiago Splitter – 7 pontos e 14 rebotes

Phoenix Suns

Eric Bledsoe – 19 pontos e 10 assistências

Pj Tucker – 19 pontos e 6 rebotes

Goran Dragic – 17 pontos

Gerald Green – 16 pontos

Isaiah Thomas – 11 pontos