Arquivo mensal: janeiro 2015

Spurs (30-17) vs Clippers (32-15) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Los Angeles Clippers – Temporada regular

Data: 01/02/2015

Horário: 00:00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Na TV: SPORTS+

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,45 (favorito) vs Clippers 2,78

Depois de vencer o Charlotte Hornets, o San Antonio Spurs segue em casa para enfrentar o Los Angeles Clippers. No último encontro entre as duas equipes, o alvinegro vinha em uma má fase, tendo perdido os quatro jogos anteriores. A vitória ajudou a acabar com a má fase. Agora, o momento é outro no Texas. Os comandados de Gregg Popovich venceram 11 das últimas 14 partidas. O time angelino também está numa fase boa. A equipe estava com uma sequência de seis vitórias, até perder na sexta-feira para o New Orleans Pelicans. Em casa, a vantagem é amplamente do time local. Incluindo os playoffs, são 31 vitórias em 34 encontros.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (2-0)

15/12/2014 – Spurs 89 @ 85 Clippers

O Spurs ganhou do Clippers com uma ótima atuação do MVP das últimas finais, Kawhi Leonard, que fez 26 pontos e igualou a melhor marca de sua carreira. Além disso, foram dez rebotes e três roubos de bola, com dez arremessos convertidos em 18 tentativas.

22/12/2014 – Spurs 125 vs 118 Clippers

Após quatro derrotas seguidas e precisando desesperadamente da vitória, o Spurs bateu o Clippers jogando muito bem, com uma ótima partida de Tony Parker, que anotou 26 pontos.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho – Tim Duncan vive um grande momento na carreira aos 38 anos de idade. O ala-pivô da equipe de San Antonio foi convocado para o seu 15º All-Star Game graças a suas médias de 14,7 pontos e 10,1 rebotes por jogo que sustenta nesta temporada.

PG – Chris Paul

SG – Jamal Crawford

SF – Matt Barnes

PF – Blake Griffin

C – DeAndre Jordan

Fique de Olho – Blake Griffin está com médias de 26,7 pontos e 9,3 rebotes nos últimos três jogos contra o Spurs. Será interessante ver um confronto dele com Duncan.

Anúncios

Duncan é selecionado para o All-Star Game

assinatura SA Br

Timmy será all-star pela 15ª vez (Getty Images)

É oficial. Tim Duncan disputará o seu 15º All-Star Game da NBA, no próximo dia 15 de fevereiro, em Nova York. The Big Fundamental foi um dos reservas nomeados pela comissão técnica do time da Conferência Oeste, conforme anunciado nesta quinta-feira (29).

Próximo de completar 39 anos de idade, camisa #21 se torna o terceiro jogador com mais seleções para o jogo das estrelas, ao lado de Kevin Garnett e Shaquille O’Neal – apenas Kareem Abdul-Jabbar (19) e Kobe Bryant (17) possuem mais aparições do que.

Em sua 18ª temporada, Duncan figura como o segundo maior cestinha do Spurs no campeonato, registrando médias de double-double, com 14,7 pontos e 10,1 rebotes, além de dois tocos e 3,1 assistências por exibição, em 42 jogos disputados até o momento.

Com a seleção de Timmy, o Spurs terá pelo menos um representante no All-Star Game pela 36ª vez em 39 oportunidades.

Os outros suplentes escolhidos pelos técnicos da Conferência Oeste – liderados pelo ex-Spurs e atual treinador do Warriors, Steve Kerr – foram James Harden (Houston Rockets), Klay Thompson (Golden State Warriors), Chris Paul (Los Angeles Clippers), LaMarcus Aldridge (Portland Trail Blazers), Kevin Durant e Russel Westbrook (Oklahoma City Thunder).

Ficaram assim os quintetos titulares e os suplentes do 39º All-Star Game:

Oeste:

PG – Stephen Curry (GS)
SG – Kobe Bryant [fora por lesão] (LAL)
SF – Blake Griffin (LAC)
PF – Anthony Davis (NO)
C – Marc Gasol (MEM)

Suplentes: Tim Duncan (SA), James Harden (HOU), Klay Thompson (GS), Chris Paul (LAC), LaMarcus Aldridge (POR), Kevin Durant (OKC) e Russel Westbrook (OKC).
Técnico: Steve Kerr (GS)

Leste:

PG – Kyle Lowry (TOR)
SG – John Wall (WSH)
SF – LeBron James (CLE)
PF – Carmelo Anthony (NY)
C – Pau Gasol (CHI)

Suplentes: Jeff Teague (ATL), Kyrie Irving (CLE), Jimmy Butler (CHI), Dwyane Wade (MIA), Al Horford (ATL), Paul Milsap (ATL), Chris Bosh (MIA).
Técnico: Mark Budenholzer (ATL)

Spurs (30-17) vs Hornets (19-27) – Pra embalar

95×86

Na noite desta quarta-feira (28), o San Antonio Spurs conquistou mais uma vitória em casa, embalando uma sequência de oito triunfos nas últimas dez partidas. Foi o terceiro resultado positivo seguido da equipe texana, que agora sobe para a sexta colocação da Conferência Oeste, ultrapassando os rivais do Dallas Mavericks. Já o Charlotte Hornets, sentindo a ausência do seu armador Kemba Walker, permaneceu na oitava posição da Conferência Leste, se distanciando bastante dos líderes. Veja, a seguir, os principais pontos do confronto.

Parker foi o cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Senhor double-double

O veterano e futuro hall da fama Tim Duncan conquistou mais um double-double. Diante do forte garrafão do Hornets, The Big Fundamental anotou 12 pontos e 14 rebotes, além de proteger o aro de sua equipe com três tocos. O pivô Al Jefferson, um dos principais atletas do Hornets, também teve grande atuação e double-double, com 17 pontos e 16 rebotes.

Duncan e Green se destacaram (Reprodução/nba.com/spurs)

Consistente

Mesmo não sendo um dos astros da equipe, o antes anônimo Danny Green é agora peça fundamental na rotação do Spurs. Após um começo lento, o ala-armador vem provando seu valor por meio de atuações consistentes, tanto no ataque como na defesa. Contra o Hornets, converteu quatro bolas de três pontos, uma de suas especialidades, e finalizou a partida com 16 pontos no total. Do lado defensivo, saiu de quadra com três tocos e duas roubadas de bola.

Dormindo no ponto

O Spurs começou a partida dominante, indo para o intervalo vencendo por 55 a 38. Entretanto, no terceiro quarto a equipe perdeu o norte e quase deixou o Hornets virar a partida. Por sorte, o último período e uma provável bronca de Gregg Popovich fizeram com que a equipe terminasse a partida vitoriosa.

Assumindo responsabilidade

Pelo lado adversário, quem incomodou foi o ala-armador Gerald Henderson, que, na ausência de Kemba Walker, seu companheiro de perímetro e grande astro da equipe, se viu obrigado a assumir responsabilidade e arremessar com mais frequência. E o ala-armador não fez feio e saiu de quadra com 18 pontos, se tornando o cestinha do confronto.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 17 pontos e 5 assistências

Danny Green – 16 pontos, 5 rebotes, 3 tocos e 2 roubos de bola

Tim Duncan – 12 pontos, 14 rebotes e 3 tocos

Charlotte Hornets

Gerald Henderson – 18 pontos e 3 assistências

Al Jefferson – 17 pontos e 16 rebotes

Michael Kidd-Gilchrist – 14 pontos e 3 rebotes

Parker é eleito o jogador europeu de 2014

Nesta quarta-feira (28), a Fiba Europa anunciou, por meio de seu site oficial, que o armador Tony Parker foi eleito o principal jogador europeu de 2014. É o segundo ano consecutivo em que o astro francês do San Antonio Spurs fica com esta honraria.

Parker foi campeão da NBA em 2014 (NBAE/Getty Images)

Em 2014, Parker foi um dos jogadores que guiaram o Spurs ao título da NBA. Foi a quinta conquista da história da franquia e a quarta do armador francês.

“Me deixa realmente orgulhoso. Essa honraria coroa nossa grande temporada com o Spurs, que terminou com a conquista da NBA. Voltar tão forte depois da derrota que tivemos na última partida contra o Miami em 2013 é realmente fantástico. Mostramos um estilo de basquete que era quase perfeito. Eu agradeço profundamente a todos que votaram em mim. Estou orgulhoso por receber esse troféu”, disse Parker.

Com as duas honrarias, Parker se junta a grandes nomes como Andrei Kirilenko, Dirk Nowitzki e Pau Gasol, outros bicampeões da eleição. Boris Diaw, companheiro do astro no Spurs, ficou em terceiro neste ano. Clique aqui e veja a classificação completa.

Spurs traz Williams para o lugar de Green

Na quarta-feira (28), o vínculo de dez dias de JaMychal Green com o San Antonio Spurs se encerrou e a franquia decidiu não renová-lo. Para o seu lugar, a diretoria agiu rapidamente e contratou o ala Reggie Williams, que vinha atuando pelo Oklahoma City Blue, da D-League. O reforço, que também assinou por dez dias, foi confirmado no site oficial do alvinegro.

Williams em ação pelo Blue (Reprodução/thunderobsessed.com)

Nos dez dias em que ficou no Spurs, Green disputou duas partidas e apresentou médias de quatro pontos, dois rebotes e um toco em nove minutos por exibição.

Williams, por sua vez, disputou 13 jogos pelo Blue na temporada 2014/2015 da D-League e obteve, em média, 16,8 pontos, 5,3 rebotes e 3,3 assistências em 31,9 minutos por exibição. A franquia texana já havia demonstrado interesse em contar com o ala em 2011.

O novo camisa #55 do Spurs chega para tentar ganhar minutos como reserva de Kawhi Leonard, já que o novato Kyle Anderson está no Austin Spurs para ganhar experiência. Até aqui, o jovem ala disputou quatro jogos na temporada da D-League e apresenta médias de 21,5 pontos, 11 rebotes e 6,5 assistências em 42,1 minutos por exibição.