Spurs (15-6) @ Jazz (6-16) – Derrota em Utah

96×100

O San Antonio Spurs perdeu a chance de impor a décima derrota consecutiva ao Utah Jazz, na noite desta terça-feira (9), na casa do adversário. O time texano foi derrotado pelo placar de 100 a 96, perdendo pela primeira vez em dois anos para o time de Salt Lake City. Na temporada passada, os quatro confrontos foram vencidos por Tim Duncan e companhia. Para esquecer a derrota, o time de preto e prata encara o New York Knicks nesta quarta-feira.

Duncan foi o destaque do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Não há o que falar dele

Mesmo com a derrota, o ala-pivô Tim Duncan teve mais uma daquelas atuações incríveis. O camisa 21, pelo quarto jogo seguido, conseguiu dois dígitos em pelo menos dois fundamentos. Foi quarto duplo-duplo (ou triplo-duplo) consecutivo, dessa vez com anotado 23 pontos e 14 rebotes. The Big Fundamental acertou dez arremessos em 16 tentativas, pegou quatro rebotes ofensivos e distribuiu quatro tocos. Nada mal, não é?

Enquanto isso, nada de Tiago Splitter no banco, ainda se recuperando de lesão. Além de Duncan e de Boris Diaw, outro titular, Matt Bonner e Aron Baynes foram os homens de garrafão do time. O Red Rocket fez cinco pontos o australiano, dois.

Leonard foi bem outra vez (Reprodução/nba.com/spurs)

Ausência

Desfalque sentido foi o do armador Tony Parker. Sem um substituto direto de peso, sempre que o francês fica fora do jogo, o Spurs sente a uma diminuição na produtividade. O armador reserva Cory Joseph não teve uma boa atuação, não distribuindo nenhuma assistência e anotando apenas sete pontos. Na última temporada, contra o Jazz, Parker teve médias de 20 pontos e 7,3 assistências por exibição.

Outra ausência foi a do treinador Gregg Popovich nos momentos decisivos. O técnico da equipe de San Antonio foi expulso ainda no terceiro quarto e não pôde orientar a sua equipe no fim do confronto.

Créditos

Apesar de talentoso, o time de Utah está tendo muita dificuldades nesta temporada. Esta foi apenas a sexta vitória da equipe. No entanto, as coisas se mostraram diferentes desde o princípio, quando eles conseguiram ir para o intervalo em vantagem sobre o advesário.

Normalmente, o segundo quarto sempre é o pior para o Jazz, e a segunda metade do jogo é sempre com a equipe atrás no placar. Na noite de terça, no entanto, eles conseguiram jogar organizadamente e pontuaram nas últimas cinco posses, enquanto o Spurs perdia a bola ou não conseguia mudar o placar quando a tinha a bola em suas mãos.

“Eu acho que eles foram muito agressivos. Pacientes. Eles executaram bem e foram melhores que nós em praticamente todas as facetas do jogo”, disse Gregg Popovich.

.Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 23 pontos, 14 rebotes e 4 tocos

Kawhi Leonard – 16 pontos, 5 rebotes, 5 assistências e 5 roubos de bola

Marco Belinelli – 13 pontos e 4 rebotes

Danny Green – 13 pontos

Manu Ginobili – 10 pontos e 8 assistências

Utah Jazz

Derrick Favors – 21 pontos e 8 rebotes

Gordon Hayward – 20 pontos e 7 rebotes

Alec Burks – 14 ponos e 4 assistências

Enes Kanter – 12 pontos e 15 rebotes

Anúncios

Sobre Juliano Medeiros

Jornalista em formação, estagiário do Caderno Jogada, do Diário do Nordeste, fã do San Antonio Spurs e apaixonado por basquete.

Publicado em 10/12/2014, em Resumo de Jogos e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s