Arquivo mensal: novembro 2014

Spurs (9-4) vs Nets (5-8) – Nona vitória

99×87

Pedimos desculpas pela falta de cobertura deste confronto no nosso blog. Para saber mais sobre a partida, por favor visite o material disponível no site oficial do Spurs.

Parker foi o cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 22 pontos e 7 assistências

Kawhi Leonard – 21 pontos e 9 rebotes

Danny Green – 21 pontos, 7 rebotes e 3 tocos

Boris Diaw – 10 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Aron Baynes – 10 pontos e 8 rebotes

Tim Duncan – 7 pontos, 10 rebotes, 7 assistências, 4 tocos e 3 roubos de bola

Brooklyn Nets

Deron Williams – 24 pontos, 7 assistências, 5 rebotes, 2 roubos de bola e 2 tocos

Mirza Teletovic – 22 pontos e 8 rebotes

Joe Johnson – 12 pontos, 5 assistências e 4 rebotes

Anúncios

Spurs (8-4) @ Wolves (3-8) – Oitava vitória

121×91

Pedimos desculpas pela falta de cobertura deste confronto no nosso blog. Para saber mais sobre a partida, por favor visite o material disponível no site oficial do Spurs.

Mais um bom jogo de Parker (Reprodução/nba.com/spurs)

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 22 pontos e 5 assistências

Danny Green – 18 pontos, 4 tocos, 3 assistências e 3 rebotes

Kawhi Leonard – 14 pontos e 2 roubos de bola

Austin Daye – 13 pontos, 11 rebotes e 3 assistências

Boris Diaw – 13 pontos e 9 rebotes

Aron Baynes – 12 pontos e 9 rebotes

Tim Duncan – 9 pontos, 10 rebotes e 4 tocos

Minnesota Timberwolves

Anthony Bennett – 20 pontos, 3 rebotes e 3 roubos de bola

Mo Williams – 15 pontos e 4 assistências

Andrew Wiggins – 14 pontos, 3 rebotes e 2 roubos de bola

Spurs (7-4) @ Cavaliers (5-5) – Rival? Não, freguês mesmo!

92×90

Pouco antes do jogo entre San Antonio Spurs e Cleveland Cavaliers, o ala LeBron James, astro adversário, havia dito que não encarava os texanos como seus rivais, mesmo sendo eles responsáveis por duas de suas três derrotas em finais. Bem, é compreensível que ele não encare como rivalidade o que na verdade é freguesia. E confirmada com mais uma vitória, 92 a 90, mesmo com o alvinegro jogando como visitante em Ohio. Ela veio com atuação inspirada de Kawhi Leonard, que cada vez mais vem se firmando como um dos pesadelos do camisa #23 na liga. Vamos ao que de melhor aconteceu no duelo.

Ginobili roubou a bola de LeBron nos segundos finais e decretou a vitória texana (NBAE/Getty Images)

Ei, Zé Colmeia!

“Bobo” brilhou em Cleveland (NBAE/Getty Images)

Destaque na vitória sobre o Philadelphia 76ers, Matt Bonner não atuou por conta de uma virose e deu lugar a Boris Diaw no time titular do Spurs. E o ala-pivô francês brilhou muito. Com excelente movimentação e a inteligência que já lhe é padrão, o Zé Colmeia foi destaque com 19 pontos, sete assistências e seis rebotes, desafogando o ataque diante da boa defesa adversária.

Por outro lado…

Se no ataque a ausência de um pivô de ofício foi benéfica, na defesa não podemos dizer o mesmo. Kawhi Leonard marcava LeBron James e Tim Duncan, quando não dobrava nessa defesa, estava em Kevin Love.

Pois então, Anderson Varejão sobrou sozinho em muitos momentos e soube aproveitar, saindo de quadra com 23 pontos, terminando como o cestinha do duelo.

Já virou tradição!

Leonard novamente foi muito bem, principalmente na quadra de defesa. O ala exerceu ótimo trabalho em LeBron, limitando o adversário a apenas 15 pontos (6-17 FG), pontuação bem abaixo dos 35 em média que o fizeram ser o melhor atleta da Conferência Leste na última semana. O astro ainda cometeu cinco erros de ataque, sendo um decisivo no fim.

Boa defesa = vitória

A grande preocupação do Spurs era parar o trio de astros do adversário, formado por LeBron, Love e Kyrie Irving. Pois bem, apenas o último fez jogo bom, e esse fator acabou sendo decisivo para a vitória texana. Combinados, os três saíram de quadra com 45 pontos, mas baixo aproveitamento nos arremessos de quadra: 17 convertidos em 44 tentativas. Ponto para o forte esquema defensivo armado por Gregg Popovich.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 19 pontos e 10 rebotes

Boris Diaw – 19 pontos, 7 assistências e 6 rebotes

Kawhi Leonard – 12 pontos, 10 rebotes, 4 assistências e 4 roubos de bola

Cleveland Cavaliers

Kyrie Irving – 20 pontos

LeBron James – 15 pontos e 9 assistências

Spurs (6-4) @ Cavaliers (5-4) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Cleveland Cavaliers – Temporada Regular

Data: 19/11/2014

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: Quicken Loans Arena

Cotação no Apostas Online: Spurs 2,15 vs Cavaliers 1,71 (favorito)

Depois de vencer tranquilamente o fraco Philadelphia 76ers, o San Antonio Spurs terá pela frente um desafio e tanto. Os comandados de Gregg Popovich enfrentarão LeBron James e seu forte Cleveland Cavaliers. Desde que The King voltou à franquia que o draftou, este será o primeiro duelo entre o astro e o time texano, responsável por sua derrota na última final, quando ainda defendia o Miami Heat. James, que também perdeu um título para o Spurs em 2007, desta vez quando atuava em sua primeira passagem no Cavs, afirmou que não enxerga os texanos como “pesadelo pessoal ou grandes rivais”.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Matt Bonner

C – Tim Duncan

Fique de Olho – MVP das últimas finais, Kawhi Leonard fez excelente trabalho de defesa em LeBron James e foi implacável no ataque. Se repetir a atuação hoje, dá grande força ao Spurs.

PG – Kyrie Irving

SG – Dion Waiters

SF – LeBron James

PF – Kevin Love

C – Anderson Varejão

Fique de Olho – Melhor jogador da Conferência Leste na última semana, um dos melhores da história e novamente candidato ao MVP. Todos os olhos, é claro, estão em LeBron James.

Spurs (6-4) vs Sixers (0-10) – The Red Mamba

100×75

Senhoras e senhoras, uma apresentação mágica aconteceu nesta segunda-feira (17) no AT&T Center. Encarnando o grande Brian Scalabrine, ex-jogador de apresentações espetaculares, o mais carismático ala-pivô do San Antonio Spurs, Matt Bonner, teve uma noite especial. Sendo o principal pontuador dos texanos, liderou o time a uma vitória tranquila por 100 a 75 sobre o Philadelphia 76ers. Vamos as destaques do confronto:

'Red Mamba' desfilando toda sua categoria

‘Red Mamba’ desfilando toda sua categoria (Reprodução/nba.com/spurs)

Brincadeiras à parte…

Matt Bonner teve uma partida não tão comum assim. Titular por conta da ausência de Tiago Splitter, o veterano teve aproveitamento de 70% em seus arremessos (7-10), conertendo quatro bolas do perímetro, e liderou a partida em pontos. Além disso, o Red Rocket distribuiu três assistências, sendo o terceiro melhor nesse quesito da equipe texana.

Joseph vem dando conta do recado (Reprodução/nba.com/spurs)

Descanso merecido

Após uma bateria de partidas fora de casa, o treinador Gregg Popovich pôde, enfim, descansar seus principais atletas. Nenhum dos pertencentes do Big 4 do Spurs (Manu Ginobili, Tony Parker, Tim Duncan e Kawhi Leonard) atuou mais que 20 minutos. Além disso, atletas que não vêm atuando tanto, como Jeff Ayres e Kyle Anderson, ficaram mais tempo em quadra, ganhando mais ritmo de jogo.

Mostrando serviço

Antes do início do campeonato, havia certa desconfiança sobre quanto Cory Joseph poderia ajudar a equipe. Passados dez jogos, o armador vem mostrando maior maturidade, representando bem o machucado Patty Mills. O australiano, que foi importante peça para o título texano na temporada passada, obteve médias de 10,2 pontos, 2,1 rebotes, 1,8 assistências e 46.4% de arremessos certos, com 18,9 minutos por jogo na fase regular passada.

Até agora, nas dez partidas em que atuou, o canadense, por sua vez, tem médias de 8,4 pontos, 2,2 rebotes, 1,9 assistências e 49,2% nos arremessos, com 18,5 minutos por jogo.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Matt Bonner – 18 pontos e 3 assistências

Cory Joseph – 14 pontos e 5 rebotes

Aron Baynes – 12 pontos e 9 rebotes

Danny Green – 11 pontos e 4 assistências

Tim Duncan – 10 pontos e 9 rebotes

Philadelphia Sixers

Michael Carter-Williams – 16 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Luc Mbah a Moute – 13 pontos e 4 rebotes

Henry Sims – 9 pontos e 8 rebotes