Arquivo mensal: novembro 2014

Spurs (11-4) @ Celtics (4-9) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Boston Celtics – Temporada Regular

Data: 30/11/2014

Horário: 16h00 (Horário de Brasília)

Local: TD Garden

Na TV: SPORTS+

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,31 (favorito) @ Celtics 3,52

Na tarde deste domingo, o San Antonio Spurs, que vem de seis vitórias seguidas, tenta manter a boa fase em visita ao Boston Celtics, que não faz boa temporada até aqui. A equipe texana segue desfalcada de Patrick Mills e Tiago Splitter, lesionado – o brasileiro não tem previsão de volta, enquanto o retorno do australiano é projetado para o meio de janeiro. Os donos da casa, por sua vez, têm Vitor Faverani como baixa e Marcus Smart como dúvida.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Boris Diaw

C – Tim Duncan

Fique de Olho – Depois de perder o começo da temporada por conta de uma infecção no olho, Kawhi Leonard já se transformou na segunda maior arma ofensiva do Spurs. Com 14,5 pontos por exibição, só perde para Tony Parker, que tem 17,8.

PG – Rajon Rondo

SG – Avery Bradley

SF – Jeff Green

PF – Jared Sullinger

C – Kelly Olynyk

Fique de Olho – Em temporada marcada por lesões de jogadores importantes como Rajon Rondo e Marcus Smart, Jeff Green se firmou como a referência do ataque do Celtics. Até aqui, o ala tem médias de 17,8 pontos e cinco rebotes em 34,5 minutos por exibição.

Anúncios

Spurs (11-4) vs Kings (9-7) – De volta ao normal

112×104

O San Antonio Spurs enfrentou na noite desta sexta-feira (28), novamente, o Sacramento Kings, dessa vez no Texas. Após derrota no primeiro confronto, o segundo foi marcado por uma vitória tranquila por parte do time alvinegro. Vamos as destaques do duelo:

Tony Parker foi o destaque da partida anotando 27 pontos (Reprodução: nba.com/spurs)

Tony Parker foi o destaque da partida anotando 27 pontos (Reprodução/nba.com/spurs)

Francês on fire

Tony Parker vem mostrando todo seu potencial nos últimos jogos. Após um começo de campeonato inconstante, o francês parece que acertou a mão. Nos últimos quatro jogos, o armador tem médias 24,5 pontos e 6,5 assistências por exibição, contra Minnesota Timberwolves, Brooklyn Nets, Indiana Pacers e Sacramento Kings. Ainda que Kawhi Leonard tenha sido o MVP das finais na temporada passada e Tim Duncan e Manu Ginobili joguem bem, o principal jogador da equipe é o camisa #9, e tê-lo saudável e com boas apresentações é meio caminho para vitórias da equipe de San Antonio.

Messina vem dando conta do recado (Reprodução/nba.com/spurs)

Panela velha é que faz comida boa

Incansáveis: essa é a palavra. Jogadores que não cansam de vencer, e mesmo estando velhos e com muitos títulos, se esforçam ao máximo. Tim Duncan, com 38 anos, apresentando médias de 14 pontos, 10,1 rebotes, 2,7 assistências e 30,2 minutos por jogo. Manu Ginobili, com 36 anos, apresentando médias de 11 pontos, 4,2 assistências, 2,4 rebotes e 24,4 minutos por jogo. Por mais que a equipe tenha Tony Parker e Kawhi Leonard, sem os dois veteranos as coisas ficariam complicadas. Infelizmente, a aposentadoria está próxima, e Gregg Popovich terá que tirar mais coelhos da cartola, pois será tarefa quase impossível substituir ambos os craques à altura.

Monstro

Kawhi Leonard novamente deu mostras da sua capacidade. Um monstro defensivamente, com quatro tocos e três roubos de bola, e ofensivamente, vem mostrando que jogadas não precisam ser desenhadas para ele, pois ele vai e resolve sozinho.

Com 19 pontos, foi o segundo cestinha do time, contra um time que tem o ótimo Rudy Gay.

Bom começo

Ettore Messina vem substituindo o comandante Gregg Popovich, afastado por conta de uma cirurgia, e vem fazendo bonito. Mostrando muita energia e mantendo o esquema de jogo do “chefe”, já conduziu a equipe com duas vitórias em dois jogos. O italiano, cotado para ser o próximo treinador dos texanos assim que Pop se aposentar, mostra que está entendendo muito bem o funcionamento de equipe e da NBA.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 27 pontos e 8 assistências

Kawhi Leonard – 19 pontos, 4 rebotes, 2 assistências, 3 roubos de bola e 4 tocos

Tim Duncan – 18 pontos e 8 rebotes

Danny Green – 11 pontos

Aron Baynes – 10 pontos

Sacramento Kings

Rudy Gay – 23 pontos e 8 assistências

Ryan Hollins – 15 pontos e 6 rebotes

Darren Collison – 15 pontos

Ben McLemore – 14 pontos

Carl Landry – 12 pontos

Spurs (10-4) vs Kings (9-6) – Temporada regular

San Antonio Spurs vs Sacramento Kings – Temporada regular

Data: 28/11/2014

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center, San Antonio, Texas

O San Antonio Spurs enfrenta, nesta sexta-feira, novamente o Sacramento Kings, adversário da Conferência Oeste. O primeiro duelo entre as equipes na temporada não teve desfecho favorável para o alvinegro. Com DeMarcus Cousins dominando o garrafão, o time da Califórnia venceu em seus domínios. A segunda partida entre os times será disputada no Texas. Assim, espera-se uma vitória dos comandados de Gregg Popovich, que seguem desfalcados de Patrick Mills e Tiago Splitter, enquanto Cory Joseph será avaliado momentos antes da partida. Os visitantes, por sua vez, têm Darren Collison e Rudy Gay como dúvidas.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (0-1)

15/11/2014 – Spurs 91 @ 94 Kings

Encerrando uma série de quatro partidas consecutivas na Califórnia, o Spurs, que havia vencido seus três compromissos anteriores, acabou caindo diante do Kings. Manu Ginobili, com 21 pontos e cinco assistências, foi o destaque dos texanos no confronto.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Boris Diaw

C – Tim Duncan

Fique de Olho: Tim Duncan parece nunca envelhecer. Com seus já 38 anos, o ala-pivô vem mostrando que idade não é documento. Nessa temporada, nos 13 jogos em que atuou, apresenta média de double-double, com 13,7 pontos e 10,3 rebotes por partida. Contra um forte garrafão, nada melhor que a experiência do astro para guiar o time à vitória.

PG – Ramon Sessionns

SG – Ben McLemore

SF – Omri Caspi

PF – Jason Thompson

C – DeMarcus Cousins

Fique de Olho: Muito melhor técnicamente e psicologicamente, DeMarcus Cousins vem sendo o sinônimo do sucesso do Kings essa temporada. Com a cabeça mais no lugar, sendo mais responsável, vem liderando a equipe nesse impressionante começo de temporada. O pivô, que atualmente é um dos melhores na liga, dará muita dor de cabeça ao alvinegro.

Spurs (10-4) vs Pacers (6-9) – À lá Bologna

106×100

Com Ettore Messina como treinador principal e Manu Ginobili como destaque da partida, o San Antonio Spurs venceu o Indiana Pacers por 106 a 100, em jogo disputado nesta quarta-feira (26), no AT&T Center. O técnico e o ala-armador argentino retomaram a parceria que resultou em um título da Euroliga, dois do Campeonato Italiano e um da Copa da Itália pelo Bologna, clube em que trabalharam juntos entre 2000 e 2002. Vamos aos destaques do duelo:

Ginobili foi o destaque do jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

História no banco

Gregg Popovich não foi ao jogo. Segundo comunicado divulgado pelo Spurs, o treinador foi poupado depois de passar por um “procedimento médico de pequenas proporções”. Assim, Ettore Messina se tornou o primeiro europeu sem cidadania americana a comandar uma equipe de NBA. Além disso, Becky Hammon foi acionada para integrar a equipe de técnicos que integra a comissão durante as partidas e é a primeira mulher da história na função.

Messina fez história no banco (Reprodução/nba.com/spurs)

Argentino em alta

Com Messina no banco, seu velho conhecido, Manu Ginobili, resolveu assumir a bronca e levar o Spurs à vitória. Saindo do banco de reservas, o ala-armador argentino deixou a quadra com 28 pontos, convertendo dez dos 18 arremessos de quadra que tentou, além de contribuir com mais quatro assistências, três rebotes e duas roubadas de bola. Os torcedores do Bologna devem ter ficado orgulhosos!

Fantastic Four

Além de Manu, os outros três astros do Spurs também tiveram participação fundamental na vitória sobre o Pacers. Kawhi Leonard conseguiu mais um duplo-duplo: foram 21 pontos e 13 rebotes para o ala. O armador Tony Parker também anotou 21 pontos, e ainda contribuiu com seis assistências e quatro rebotes. Por fim, Tim Duncan deixou a quadra com 17 pontos, seis rebotes, três assistências e dois tocos.

E o banco?

Ao longo da última temporada, que terminou com o pentacampeonato, o Spurs ficou conhecido por rodar bastante seu elenco e por ter um banco de reservas forte. Neste ano, no entanto, os desfalques estão impedindo que o processo se repita. Contra o Pacers, problemas físicos tiraram Patrick Mills, Cory Joseph e Tiago Splitter do jogo. Com isso, Boris Diaw foi titular, e apenas Manu Ginobili, Marco Belinelli, Matt Bonner e Aron Baynes foram acionados.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 28 pontos, 4 assistências, 3 rebotes e 2 roubos de bola

Kawhi Leonard – 21 pontos e 13 rebotes

Tony Parker – 21 pontos, 6 assistências e 4 rebotes

Tim Duncan – 17 pontos, 6 rebotes, 3 assistências e 2 tocos

Indiana Pacers

Rodney Stuckey – 22 pontos, 4 assistências, 4 rebotes e 2 roubos de bola

Luis Scola – 13 pontos e 6 rebotes

Chris Copeland – 12 pontos e 3 rebotes

A.J. Price – 11 pontos e 5 assistências

Spurs (9-4) vs Pacers (6-8) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Indiana Pacers – Temporada Regular

Data: 26/11/2014

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Na noite desta quarta-feira, o San Antonio Spurs, que vem de quatro vitórias seguidas na temporada, recebe o Indiana Pacers para tentar manter a boa fase e atingir a marca de dez triunfos no campeonato. O time texano, porém, continua desfalcado dos lesionados Patrick Mills e Tiago Splitter. Cory Joseph e Matt Bonner, por sua vez, são dúvidas. Já os visitantes, que têm o astro Paul George se recuperando de fratura na perna, ainda veem George Hill como baixa e C.J. Watson, David West e Roy Hibbert como dúvidas.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard/Kyle Anderson

PF – Boris Diaw

C – Tim Duncan

Fique de Olho – Com os desfalques de Patrick Mills e Cory Joseph, Kyle Anderson pode jogar como point-forward, função que ele já exerceu na universidade, da segunda unidade. E o ala vem com moral, já que, no domingo, estreou pelo Austin Spurs com 18 pontos, 11 rebotes e seis assistências na vitória por 110 a 105 sobre o Santa Cruz Warriors. Pelo time de San Antonio, disputou sete jogos no campeonato, obtendo, em média, 0,9 pontos, 2,4 rebotes e uma assistência em 13,1 minutos por exibição.

PG – Donald Sloan

SG – Rodney Stuckey

SF – Solomon Hill

PF – Luis Scola

C – Ian Mahinmi

Fique de Olho – Selecionado pelo Spurs na 56ª escolha do Draft de 2002, Luis Scola talvez seja o único caso de má gestão da franquia texana na era Gregg Popovich, uma vez que desavenças o impediram de defender a camisa alvinegra. Até aqui, na temporada, o ala-pivô argentino tem médias de 8,6 pontos e 7,6 rebotes em 24,5 minutos por exibição.