Arquivo diário: 25/10/2014

Richards vai jogar na Hungria

De acordo com reportagem do site americano Project Spurs, Ryan Richards, prospecto ligado ao San Antonio Spurs, já encontrou sua casa nova. Segundo o site inglês Hoopsfix, o ala-pivô britânico, de 23 anos de idade e 2,13m de altura, vai jogar no Kormend, da Hungria.

Richards em ação pelo BC Zepter Vienna (Michael Filippovits/DIENER)

O acerto veio poucos dias depois de Richards ser dispensado pelo BC Zepter Vienna, da Áustria, após entrar em conflito com o técnico da equipe. O britânico chegou a disputar cinco partidas pelo time antes da rescisão, apresentando médias de 20,2 pontos (51,7% FG, 29,2% 3 PT, 69,6% FT) e 6,8 rebotes em 31,6 minutos por exibição.

Richards foi selecionado pelo San Antonio Spurs na 49ª escolha do Draft de 2010 e, desde então, tem seus direitos presos à franquia texana. Neste ano, esteve com a equipe alvinegra na Summer League de Las Vegas, mas não chegou a entrar em quadra.

Spurs dispensa Green e ‘reforços relâmpago’

Neste sábado (25), o San Antonio Spurs anunciou as dispensas do ala-pivô JaMychal Green e dos alas Fuquan Edwin e Robert Vaden. Os dois últimos haviam sido contratados na sexta-feira. Com isso, o elenco finalmente chegou a 15 jogadores, o máximo permitido pela NBA para a temporada regular, e está pronto para o início do campeonato.

Green foi dispensado pelo Spurs (Reprodução/rantsports.com)

As “contratações relâmpago” de Edwin e Vaden, que passaram apenas um dia como jogadores do Spurs, se justificam por uma regra contratual envolvendo a liga americana de basquete. Uma franquia da D-League tem prioridade para assinar com os três últimos cortes que sua afiliada da NBA faz após a pré-temporada. Com isso, o destino dos dois alas, assim como o de Green, deve ser o Austin Spurs, antigo Austin Toros.

Fuquan Edwin, de 23 anos de idade e 1,98m de altura, passou em branco no Draft deste ano após apresentar médias de 14,4 pontos e 3,4 rebotes em 29,9 minutos por exibição pela Seton Hall University na última edição da NCAA. Vaden, por sua vez, tem 29 anos de idade e 1,96m de altura. Seu clube mais recente foi o  Belfius Mons-Hainaut, da Bélgica, no qual o ala anotou nove pontos e 1,6 rebotes em 27 minutos por exibição na temporada passada.

Por fim, Green disputou cinco dos sete jogos que o Spurs fez nesta pré-temporada e obteve, em média, 5,3 pontos e 2,7 rebotes em 8,5 minutos por exibição.

Spurs (2-5) @ Rockets (6-2) – Ainda devendo

assinatura SA Br''

87×96

O San Antonio Spurs foi derrotado pelo Houston Rockets por 96 a 87, em jogo realizado na noite desta sexta-feira (24) no Toyota Center, casa do adversário. Com o quinto revés em sete jogos, o atual campeão da NBA encerrou a sua participação na pré-temporada. Contrariando as prévias, os dois treinadores colocaram o que tinham de melhor em quadra e quem acabou decidindo, mais uma vez, foi James Harden. Vamos aos destaques da partida:

Mais uma vez, Harden decidiu a favor dos donos da casa (NBA/E Getty Images)

Big 3 em ação, pouca pontaria

Gregg Popovich contrariou quem esperava descanso para os velhinhos do Big Three, mantendo os três em quadra por mais de 25 minutos. Tim Duncan atuou por 26 e alcançou o double-double ao anotar 11 pontos e pegar dez ressaltos. Já Tony Parker passou perto da marca, com oito pontos e dez assistências. Entretanto, os dois terminaram com um baixo aproveitamento nos arremessos: 4-12 e 2-7, respectivamente. Manu Ginobili foi outro que amassou o aro, convertendo apenas dois arremessos de quadra. O argentino fechou o jogo com oito pontos, cinco assistências e quatro rebotes em 25 minutos.

Mas a falta de pontaria não afetou apenas os três. Com uma boa marcação, o time de Houston impôs aos visitantes um baixo aproveitamento de 40,6% nos arremessos (28/69). No fim do primeiro tempo, por exemplo, o Spurs desperdiçou seus últimos sete chutes, dando aos mandantes uma liderança folgada. Além disso, os turnovers foram outra vez uma pedra no sapato do alvinegro, que cometeu 13 só no primeiro tempo e 16 na partida inteira.

Parker fez só oito pontos (Reprodução/nba.com/spurs)

Esquentando

Indo de encontro a boa parte resto do time, Marco Belinelli e Danny Green estavam mais calibrados e foram os únicos, além de Duncan, que alcançaram dígitos duplos de pontuação. O italiano, que começou no time titular, foi o cestinha do time com 19 pontos, enquanto Green somou 14.

De novo ele

Carrasco do Spurs desde os tempos de Oklahoma City Thunder, James Harden voltou a fazer a diferença no jogo desta sexta-feira. Após terminar o primeiro tempo com apenas dois disparos convertidos em nove tentados, o “barba do capeta” acertou quase tudo que tentou e somou 20 pontos após voltar dos vestiários. Junto com o armador Isaiah Canaan, que trouxe 18 pontos do banco e anotou os últimos sete do duelo, Harden ajudou a brecar a reação da equipe de San Antonio, que chegou a diminuir a diferença para dois pontos no início do quarto derradeiro.

Falta de interesse?

Após a partida, Gregg Popovich reconheceu o mal desempenho da equipe e chegou a questionar o foco dos jogadores no duelo.

“Nossa apresentação foi muito pobre. Parecia que nós não estávamos muito interessados. Claro que (nesses jogos) olhamos para os jogadores visando o encaixe. Nós obviamente não queremos que eles joguem isso fora”, cutucou o comandante, à CBS.

Já o francês Tony Parker minimizou a derrota e o desempenho ruim nos amistoso.

“Foi a pré-temporada, isso não significa nada. Eu mal posso esperar até a temporada regular começar”, disse o armador francês, depois do confronto.

Foco na terça que vem

Com o elenco praticamente fechado com os jogadores que estiveram no título da última temporada – pouquíssimo provável que JaMychal Green, após outro jogo no garbage team, vença a concorrência de Aron Baynes e Jeff Ayres – o Spurs volta suas atenções para o início da temporada regular, que começa na próxima terça-feira, diante do rival Dallas Mavericks, no AT&T Center. Antes da partida, se dará a cerimônia de entrega dos anéis e o içamento do novo banner de campeão da temporada 2013/2014.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Marco Belinelli – 19 pontos

Danny Green – 14 pontos e 3 rebotes

Tim Duncan – 11 pontos, 10 rebotes e 2 tocos

Tony Parker – 8 pontos e 10 assistências e 4 rebotes

Manu Ginobili – 8 pontos, 5 assistências, 4 rebotes e 2 tocos.

Houston Rockets

James Harden – 25 pontos e 4 rebotes

Isaiah Canaan – 18 pontos e 5 rebotes

Terrence Jones – 11 pontos e 13 rebotes