Spurs (1-3) vs Heat (2-4) – Mais uma derrota

108×111

Na noite deste sábado (18), o San Antonio Spurs recebeu o Miami Heat no AT&T Center, em seu primeiro jogo como mandante na pré-temporada, e sofreu a terceira derrota em quatro partidas nesta fase de preparação, a segunda em dois duelos contra times de NBA. O confronto foi decidido na prorrogação. Confira os principais pontos do embate:

Duncan ficou pouco tempo em quadra (Reprodução/nba.com/spurs)

Muitos desfalques

Para enfrentar o Heat na reedição das duas últimas finais da NBA, o Spurs não contou com Patrick Mills, que se recupera após cirurgia no ombro direito, Kawhi Leonard, com uma infecção no olho direito, e Tiago Splitter, com uma lesão na panturrilha direita. Além disso, Tony Parker foi poupado por Gregg Popovich. Com isso, Cory Joseph, Kyle Anderson e Matt Bonner foram titulares. Do outro lado, o técnico Erik Spoelstra também decidiu preservar jogadores, como Dwyane Wade, Luol Deng, Chris Bosh e Chris Andersen, que não pisaram na quadra. Esse tipo de experiência feita pelos dois comandantes faz com que a série de derrotas na pré-temporada não seja preocupante.

Anderson se destacou (Reprodução/nba.com/spurs)

Novatos abusados

Aproveitando nova chance de começar como titular por conta do problema no olho de Kawhi Leonard, Kyle Anderson fez sua melhor partida na pré-temporada até aqui. Mostrando um pouco de seu estilo característico, o ala deixou a quadra com 17 pontos (4-9 FG, 2-3 3 PT, 7-8 FT), sete rebotes e quatro assistências em 32:12 minutos, saindo com apenas um ponto a menos do que Marco Belinelli, cestinha do Spurs no confronto.

Do outro lado, o também novato Shabazz Napier mostrou que, se Mario Chalmers e Norris Cole não abrirem o olho, pode até mesmo se tornar o armador titular do Heat durante a temporada regular. Jogando contra o Spurs, o camisa #13 da equipe de Miami anotou 25 pontos (6-13 FG, 1-4 3 PT, 12-14 FT), quatro assistências e duas roubadas de bola em 32:26 minutos, sendo o cestinha do duelo.

Afiando a pontaria

Cestinha do Spurs no jogo com 18 pontos, Marco Belinelli ainda não mostrou a pontaria calibrada que o fez cair rapidamente nas graças da torcida do time texano. Apesar da pontuação alta, o ala-armador italiano converteu apenas três dos sete arremessos de três pontos que tentou. Austin Daye, com dois acertos em sete tentativas de longa distância, foi outro com desempenho abaixo da média. Danny Green (2-4) e Matt Bonner (1-1), outros especialistas, mostraram que já estão mais afiados.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Marco Belinelli – 18 pontos e 3 assistências

Kyle Anderson – 17 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Cory Joseph – 14 pontos, 5 rebotes e 3 assistências

Tim Duncan – 11 pontos e 6 rebotes

JaMychal Green – 11 pontos e 5 rebotes

Austin Daye – 10 pontos

Miami Heat

Shabazz Napier – 25 pontos, 4 assistências e 2 roubos de bola

Tyler Johnson – 17 pontos, 4 rebotes e 3 roubos de bola

Andre Dawkins – 16 pontos e 2 roubos de bola

Danny Granger – 11 pontos e 3 assistências

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 19/10/2014, em Pré-Temporada, Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s