Arquivo mensal: junho 2014

Spurs (3) vs Heat (1) – Final da NBA

San Antonio Spurs vs Miami Heat – Final da NBA

Data: 15/05/2014

Horário: 21h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Na TV: ESPN

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,04 (favorito) vs Heat 10,00

Chegou a hora de gritar “é campeão”? Neste domingo, o San Antonio Spurs, vencedor da NBA em 1999, 2003, 2005 e 2007, recebe o Miami Heat na primeira das três oportunidades que terá para garantir o pentacampeonato da liga profissional americana. A série volta para o Texas após dois verdadeiros atropelamentos na Flórida. Será que existe a chance de ser o último dia em que veremos Manu Ginobili, Tim Duncan e/ou Gregg Popovich defendendo as cores da franquia que aprendemos a amar? Dia de muitas emoções para os torcedores…

Confrontos na série (3-1)

05/06/2014 – Spurs 110 vs 95 Heat

No jogo que ficou famoso por conta da falha no ar condicionado do AT&T Center, o Spurs aproveitou-se da situação física de LeBron James, que deixou o jogo no quarto período após sentir cãibras, para deslanchar no fim e abrir 1 a 0 na série. Tim Duncan, com 21 pontos e dez rebotes, foi o destaque do time texano.

08/06/2014 – Spurs 96 vs 98 Heat

Após ouvir críticas e piadas por conta do incidente ocorrido no jogo 1, LeBron James mostrou que não veio até a final para brincar. Com 35 pontos e dez rebotes, The King deu show e ajudou o Heat a vencer em pleno AT&T Center. Pelo Spurs, destaque para Tony Parker, com 21 pontos e sete assistências.

10/06/2014 – Spurs 111 @ 92 Heat

Com uma atuação memorável, especialmente no primeiro tempo, o Spurs atropelou o Heat no primeiro jogo da série disputado na Flórida e recuperou o mando de quadra. Destaque da partida, Kawhi Leonard deixou a quadra com 29 pontos e quatro rebotes, sua melhor atuação ofensiva desde os tempos de colegial.

12/06/2014 – Spurs 107 @ 86 Heat

Mais um jogo na Flórida e, acredite ou não, mais um atropelamento do Spurs. Dessa vez, o Heat nem sequer chegou a esboçar uma reação, como fez durante o terceiro período do jogo 3. Novamente Kawhi Leonard, agora com 20 pontos, 14 rebotes, três assistências, três roubos de bola e três tocos, foi o destaque do Spurs.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Boris Diaw

C – Tim Duncan

Fique de Olho – Cestinha do Spurs em dois dos quatro jogos disputados na série até agora e, ainda por cima, responsável por marcar ninguém mais, ninguém menos do que LeBron James do outro lado da quadra, Kawhi Leonard desponta como favorito ao prêmio de MVP das finais caso o time texano seja campeão neste domingo. Até aqui, o ala do alvinegro tem médias de 16,8 pontos e 5,5 rebotes em 33,3 minutos por exibição no confronto.

PG – Mario Chalmers

SG – Dwyane Wade

SF – LeBron James

PF – Rashard Lewis

C – Chris Bosh

Fique de Olho – Até aqui, a série mostra que quanto mais Chris Bosh fica de lado no ataque, mais chances o Spurs tem de vencer. Nas finais, o ala-pivô apresenta médias de 14,3 pontos e 4,8 rebotes em 35,7 minutos por exibição. Nos últimos dois jogos, esses números caíram para 10,5 pontos e 3,5 rebotes em 36,5 minutos por partida.

Warriors e Jazz têm interesse em contratar Engelland

De acordo com reportagem do site americano Spurs Nation, uma peça-chave da comissão técnica do San Antonio Spurs está na mira de outras franquias. Duas equipes teriam interesse em levar Chip Engelland, especialista em arremessos do time texano – segundo Marc Stein, jornalista da ESPN americana, as franquias são o Golden State Warriors e o Utah Jazz.

Engelland ao lado de Leonard (USATSI)

Ainda de acordo com o Spurs Nation, o Spurs foi bem sucedido no passado ao segurar Engelland apesar do assédio de outras franquias. Steve Kerr tentou contratá-lo em 2008 quando era General Manager do Phoenix Suns. O ex-armador, campeão da NBA em 2003 pelo Spurs, acaba de ser contratado como novo técnico do Warriors.

Engelland ajudou a remodelar a mecânica de vários jogadores do Spurs – como o arremesso de Tony Parker, o tiro de três pontos de Kawhi Leonard e o lance livre de Tiago Splitter – e é apontado por muitos como uma das razões do sucesso da equipe texana no fundamento.

Spurs (3) @ Heat (1) – História foi escrita

107×86

Na noite desta quinta-feira (12), o San Antonio Spurs enfrentou o Miami Heat pelo quarto jogo das finais da NBA, e deu um passo muito importante para a conquista do título. Com atuações irretocáveis de Tony Parker, Kawhi Leonard, Boris Diaw e Tim Duncan, os comandados do técnico Gregg Popovich não deram chances aos comandados de Erik Spoelstra, chegando assim, à terceira vitória na série, contra uma dos rivais. Vamos aos destaques do confronto:

Kawhi Leonard vem se dando melhor no duelo com LeBron James (NBAE/Getty Images)

Kawhi Leonard vem se dando melhor no duelo com LeBron James (NBAE/Getty Images)

Maior da história

Símbolo de um  Spurs vitorioso, Tim Duncan fez história. O ala-pivô, por muitos considerado o melhor de sua posição de todos os tempos na NBA, anotou novamente um double-double (dez pontos e 11 rebotes), somando 158 em toda sua história em playoffs, e, enfim, ultrapassou Magic Johnson (157), tornando-se o jogador com o maior número de jogos com dígitos duplos em dois fundamentos em toda história da pós-temporada da liga profissional americana

Tim Duncan atingiu marca história (NBAE/Getty Images)

História sendo escrita

Quando, no Draft de 2011, Gregg Popovich e R. C. Buford trocaram o até então menino de ouro, George Hill, pela décima quinta escolha, com o Indiana Pacers, grande parte da torcida acreditou que ambos estivessem loucos. Um garoto tímido, que aparentava ter talento, mas ainda um desconhecido, mostrou para que veio. Logo em sua temporada de estréia, Kawhi Leonard virou titular na concorridíssima equipe texana, e não saiu mais. Após duas primeiras partidas fracas nas finais, perto do que ele pode apresentar, o ala acordou no terceiro jogo anotando seu career high, e no quarto literalmente voou. Lapidado como uma pedra preciosa, tende a se tornar um All-Star logo menos, e, quem sabe, o principal jogador da franquia.

Francês ‘discreto’

Tony Parker, mesmo não sendo o centro das atenções nas finais (muito pelas atuações de outros jogadores), vem sendo um dos, senão o jogador mais consistente da equipe preto e prata.

O armador, que não vem apresentando números explosivos, vem organizando a equipe dentro de quadra com maestria. Tanto que, que em uma das conversas do treinador Gregg Popovich com ele, dentro do jogo 3, o próprio treinador admitiu isso.

Pivôs também sabem armar!

Se existe uma peça que pode ser considerada a cereja do bolo para o Spurs, ela é Boris Diaw. O ala-pivô vem fazendo, desde a série contra o Oklahoma City Thunder, partidas excepcionais, e mudando a história dessas finais de playoffs. Contra nossos rivais de conferência, o famoso “Zé Colméia” foi a arma secreta para afastar Serge Ibaka da cesta, facilitando um pouco as infiltrações, além de ser um bom arremessador da linha dos três pontos. Porém, o francês não para só por ai. Ótimo passador de bola, consegue assistência que dificilmente um jogador de sua posição tem capacidade para fazer. O jogo desta quinta mostrou mais uma vez isso. Em um jogo em que a equipe anotou 25 assistências, nove foram do ótimo ala-pivô.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 20 pontos, 14 rebotes, 3 assistências, 3 roubos de bola e 3 tocos

Tony Parker – 19 pontos

Patty Mills – 14 pontos

Tim Duncan – 10 pontos e 11 rebotes

Boris Diaw – 8 pontos, 9 rebotes e 9 assistências

Miami Heat

Lebron James – 28 pontos e 8 rebotes

Chris Bosh – 12 pontos e 4 rebotes

James Jones – 11 pontos

Dwyane Wade – 10 pontos, 4 assistências e 4 roubos de bolas

Spurs (2) @ Heat (1) – Final da NBA

San Antonio Spurs @ Miami Heat – Final da NBA

Data: 12/06/2014

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: American Airlines Arena

Na TV: ESPN

Cotação no Apostas Online: Spurs 2,86 @ Heat 1,43 (favorito)

Após três partidas na série, são duas vitórias para o San Antonio Spurs e uma para o Miami Heat. Em confrontos muito equilibrados, com só o terceiro destoando um pouco, as duas melhores equipes da NBA vêm travando duelos de tirar o fôlego. Nesta quinta-feira, uma vitória dos texanos pode dar certa tranquilidade na busca pelo tão sonhado quinto anel. Em contrapartida, o time da Flórida vem com a faca nos dentes, querendo fazer valer seu mando de quadra e botar mais fogo ainda na série.

Confrontos na série (2-1)

05/06/2014 – Spurs 110 vs 95 Heat

O primeiro jogo da série foi marcado pela alta temperatura dentro do AT&T Center, graças a um problema no sistema de ar condicionado. Apesar dos 22 turnovers, o Spurs conseguiu o resultado positivo após um último quarto impecável, quando LeBron James sofreu cãibras (causadas supostamente pelo forte calor) e foi obrigado a deixar a quadra nos minutos finais. Tim Duncan e Manu Ginobili foram os destaques dos texanos.

08/06/2014 – Spurs 96 x 98 Heat

LeBron James se recuperou das dores e voltou com tudo para cima do Spurs. Com 35 impressionantes pontos, o ala conseguiu deixar o seu time em vantagem. A equipe de San Antonio pecou nos lances livres e com erros nos minutos finais.

10/06/2014 – Spurs 111 @ 92 Heat

Com partida memorável de Kawhi Leonard, o Spurs não deu espaços para os adversários, e ainda converteu mais 75.8% (24 de 32) dos arremessos tentados no primeiro tempo. A partida marcou também a recuperação do mando de quadra para a equipe texana.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Boris Diaw

C – Tim Duncan

Fique de Olho: Peça chave na série contra o Oklahoma City Thunder, Boris Diaw, o famoso “Zé Colméia”, vem sendo importante nas finais. Com habilidade para, além de jogar dentro do garrafão, dar bons passes, e também para arremessar da linha dos três pontos, o francês pode ser decisivo para abrir espaços para as infiltrações de Tony Parker.

PG – Mario Chalmers

SG – Dwyane Wade

SF – LeBron James

PF – Rashard Lewis

C – Chris Bosh

Fique de Olho: Com altos e baixos dentro da série, e mesmo dentro das partidas, Dwyane Wade precisa mostrar mais serviço caso queira que seu time seja mais uma vez campeão. Sabendo que LeBron James fará de qualquer maneira seus pontos, o ala-armador precisa achar uma maneira de ser também decisivo, assim como o companheiro.

Buford nega que Spurs esteja contratando Messina

General Manager do San Antonio Spurs, R.C. Buford negou que a franquia texana esteja contratando o treinador italiano Ettore Messina para sua comissão técnica. De acordo com reportagem do site americano Spurs Nation, o dirigente afirmou que não pretende negociar com ninguém enquanto não existirem vagas na equipe de Gregg Popovich.

Messina: reforço para o Spurs? (Reprodução/tuttosport.com)

“Alguém está deixando nossa comissão técnica e eu não sei? Nós não conversamos com ninguém a respeito de um emprego na comissão para a próxima temporada”, disse Buford.

A informação da negociação de Messina com o Spurs foi publicada pelo jornal italiano Corrieri di Bologna e confirmada pelo site Sportando, do mesmo país.

Messina é treinador desde 1989 e tem quatro títulos da Euroliga em seu currículo. Entre 2000 e 2002, ele foi comandante de Manu Ginobili no Virtus Bologna e, juntos, os dois venceram uma Euroliga, um Campeonato Italiano e duas Copas da Itália. O técnico está atualmente no CSKA e, pelo time russo, perdeu para o Spurs por apenas 95 a 93 na última pré-temporada.