Spurs (3) @ Heat (1) – História foi escrita

107×86

Na noite desta quinta-feira (12), o San Antonio Spurs enfrentou o Miami Heat pelo quarto jogo das finais da NBA, e deu um passo muito importante para a conquista do título. Com atuações irretocáveis de Tony Parker, Kawhi Leonard, Boris Diaw e Tim Duncan, os comandados do técnico Gregg Popovich não deram chances aos comandados de Erik Spoelstra, chegando assim, à terceira vitória na série, contra uma dos rivais. Vamos aos destaques do confronto:

Kawhi Leonard vem se dando melhor no duelo com LeBron James (NBAE/Getty Images)

Kawhi Leonard vem se dando melhor no duelo com LeBron James (NBAE/Getty Images)

Maior da história

Símbolo de um  Spurs vitorioso, Tim Duncan fez história. O ala-pivô, por muitos considerado o melhor de sua posição de todos os tempos na NBA, anotou novamente um double-double (dez pontos e 11 rebotes), somando 158 em toda sua história em playoffs, e, enfim, ultrapassou Magic Johnson (157), tornando-se o jogador com o maior número de jogos com dígitos duplos em dois fundamentos em toda história da pós-temporada da liga profissional americana

Tim Duncan atingiu marca história (NBAE/Getty Images)

História sendo escrita

Quando, no Draft de 2011, Gregg Popovich e R. C. Buford trocaram o até então menino de ouro, George Hill, pela décima quinta escolha, com o Indiana Pacers, grande parte da torcida acreditou que ambos estivessem loucos. Um garoto tímido, que aparentava ter talento, mas ainda um desconhecido, mostrou para que veio. Logo em sua temporada de estréia, Kawhi Leonard virou titular na concorridíssima equipe texana, e não saiu mais. Após duas primeiras partidas fracas nas finais, perto do que ele pode apresentar, o ala acordou no terceiro jogo anotando seu career high, e no quarto literalmente voou. Lapidado como uma pedra preciosa, tende a se tornar um All-Star logo menos, e, quem sabe, o principal jogador da franquia.

Francês ‘discreto’

Tony Parker, mesmo não sendo o centro das atenções nas finais (muito pelas atuações de outros jogadores), vem sendo um dos, senão o jogador mais consistente da equipe preto e prata.

O armador, que não vem apresentando números explosivos, vem organizando a equipe dentro de quadra com maestria. Tanto que, que em uma das conversas do treinador Gregg Popovich com ele, dentro do jogo 3, o próprio treinador admitiu isso.

Pivôs também sabem armar!

Se existe uma peça que pode ser considerada a cereja do bolo para o Spurs, ela é Boris Diaw. O ala-pivô vem fazendo, desde a série contra o Oklahoma City Thunder, partidas excepcionais, e mudando a história dessas finais de playoffs. Contra nossos rivais de conferência, o famoso “Zé Colméia” foi a arma secreta para afastar Serge Ibaka da cesta, facilitando um pouco as infiltrações, além de ser um bom arremessador da linha dos três pontos. Porém, o francês não para só por ai. Ótimo passador de bola, consegue assistência que dificilmente um jogador de sua posição tem capacidade para fazer. O jogo desta quinta mostrou mais uma vez isso. Em um jogo em que a equipe anotou 25 assistências, nove foram do ótimo ala-pivô.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 20 pontos, 14 rebotes, 3 assistências, 3 roubos de bola e 3 tocos

Tony Parker – 19 pontos

Patty Mills – 14 pontos

Tim Duncan – 10 pontos e 11 rebotes

Boris Diaw – 8 pontos, 9 rebotes e 9 assistências

Miami Heat

Lebron James – 28 pontos e 8 rebotes

Chris Bosh – 12 pontos e 4 rebotes

James Jones – 11 pontos

Dwyane Wade – 10 pontos, 4 assistências e 4 roubos de bolas

Anúncios

Sobre Vinicius Nordi Esperança

Mestrando da UFSCar. Desenvolvedor web. Spursnático e Palmeirense sofredor. email: viniciusnordiesperanca@gmail.com

Publicado em 13/06/2014, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. Grande partida do Spurs, que time maravilhoso, não me canso de elogiar, com todos jogando bem desse jeito fica difícil pro Miami.

    Gostei de ver o Diaw, quase anotou um TD

    Outro detalhe é que Tiago Splitter ta aprendendo a soltar a bola, ontem deu passes importantissimos.

    Essa é a melhor EQUIPE – no real sentido da palavra – de todos os tempos, basquetebol é um jogo coletivo e eles deram um banho no individualismo de South Beach.

    GO SPURS, RUMO AO PENTA!!!

  2. Caras… que jogo!

    Ontem, Zé Colméia tirou cada coelho da cartola! E o que falar do Kawhi?! Foi monstro! Em minha humilde opinião foi o seu melhor jogo.
    Duncan sendo Duncan! Mito!
    Parker, Ginobilli, Splitter, Green, etc…

    Parabéns a todos e que domingo seja o último jogo desta série!

    Go Spurs!

  3. vencer uma fora já me deixava feliz.
    As duas então….
    Agora é fazer o dever de casa que o penta vem!

  4. Caio Rosso

    se for pra escolher o MVP das FINALS eu escolho o time todo do SPURS

  5. Fernando Raposo

    Realmente temos que valorizar o Diaw que vem jogando muito nessa reta final. O Mills vem sendo uma grande surpresa, está ajudando muito. Sem contar o nosso grande treinador, o melhor disparado da NBA. E a galera de Miami deve estar tendo pesadelos com o Leonard para nossa alegria.. kkkkkkkkkkk.

  1. Pingback: Spurs (3) vs Heat (1) – Final da NBA | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s