Spurs (2) @ Thunder (2) – Ibaka não é o problema

92×105

Na noite dessa terça-feira (27), o San Antonio Spurs enfrentou o Oklahoma City Thunder pelo quarto jogo da final da Conferência Oeste e acabou derrotado. Com atuações perfeitas de Kevin Durant e Russel Westbrook, e, principalmente, com a falta de calma dos jogadores da equipe texana, os comandados do técnico Gregg Popovich foram massacrados pelos de Scott Brooks. Vamos, a seguir, aos principais destaques do confronto:

Titulares e Gregg Popovich ainda não encontraram a maneira certa de lidar com o Thunder (NBAE/Getty Images)

Bola pouco rodada

Com início avassalador, os visitantes abriram logo 8 a 0 no início da partida. Isso se deu ao fato da equipe de preto e prata girar bem a bola entre seus jogadores e encontrar o melhor jogador na melhor posição para o arremesso. Porém, após sofrer alguns pontos do Thunder, o time foi perdendo a calma e esse tipo de jogada foi cada vez mais raro pelo lado texano.

Splitter pouco ajuda devido ao esquema tático adversário (NBAE/Getty Images)

Derrota desde o terceiro quarto

A partir da metade do terceiro quarto, o Spurs entregou as pontas. O jogo estava tão complicado que o técnico Gregg Popovich sacou todos os titulares e deixou uma equipe totalmente reserva em quadra. Com 27 pontos atrás do placar, faltando pouco menos de cinco minutos para finalizar o período, o treinador do time texano não hesitou em colocar um time formado por Cory Joseph, Marco Belinelli, Matt Bonner, Boris Diaw e Aron Baynes em quadra.

Titulares apagados (novamente)

Dos 92 pontos marcados pela equipe texana no duelo desta terça com o Thunder, 53 foram feitos pelos jogadores do banco de reservas – ou seja, mais da metade. Muito por conta da marcação mais relaxada realizada pela equipe de Oklahoma, porém muito por conta da vontade dos jogadores vindos do banco de quererem mostrar serviço – eles não tiveram medo de atacar a cesta e giraram muito bem a bola.

Mudança de atitude… e talvez de time

Infelizmente Danny Green caiu de produção verticalmente, e o mesmo ocorre com Tiago Splitter. O ala-armador não consegue mais marcar bem e nem anotar seus pontos, além de perder bolas muito bobas e ficar muito afobado quando está pressionado. Já o brasileiro não vem comprometendo, mas há a necessidade de se forçar um pouco mais e com um pouco mais de inteligência o garrafão adversário. Talvez substituições de Danny Green por Marco Belinelli e de Tiago Splitter por Boris Diaw (que ainda tem a capacidade de sair para o perímetro e acertar boas bolas dos três pontos) possa ser uma solução para a equipe. Outra alteração que poderia ser feita seria, no lugar de Patrick Mills, a princípio testar Cory Joseph para defender os ataques de Westbrook quando Tony Parker estiver descansando.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 14 pontos e 4 assistências

Boris Diaw – 14 pontos e 10 rebotes

Cory Joseph – 11 pontos

Kawhi Leonard – 10 pontos e 5 rebotes

Oklahoma City Thunder

Russel Westbrook – 40 pontos e 10 assistências e 5 rebotes

Kevin Durant – 31 pontos, 5 rebotes e 5 assistências

Anúncios

Sobre Vinicius Nordi Esperança

Mestrando da UFSCar. Desenvolvedor web. Spursnático e Palmeirense sofredor. email: viniciusnordiesperanca@gmail.com

Publicado em 28/05/2014, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. alison dezzottti

    Spurs jogou muito mal…okc jogou muito bem…sua correria é absurda..mas é inevitável não falar da arbitragem..revi alguns lances e pudi reafirmar o favorecimento dos árbitros.Duas roubadas do westbrook no Parker, ele quase levou a mão dele junto, perkins deu um toco no ginobili onde a bola ja estava dentro…e fora as infiltrações do thunder que são marcadas falta. Não é a primeira, e enquanto o thunder não ser campeão,a arbitragem continuara sendo caseira para os caras.

  2. Spurs, parecia que não estava jogando uma final de conferencia, parecia que esta jogando uma partida de pré temporada, time conseguiu vitorias sobre vitorias graças ao perímetro bolas de três pontos de Belinelli e do senhor Danny Green, e o que eu vejo esses jogadores com medo de chutar. Se não mudarem essas atitudes nem precisa ter o próximo confronto.

  3. Parece que não conseguimos ganhar em Oklahoma. Vamos lá ganhar o jogo 5 e demonstrar que isto não é como em 2012!

  4. infelizmente tá com a cara de 2012, só que mais cruel dessa vez.

  1. Pingback: NBA multa Splitter por simulação | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (3) @ Thunder (2) – Finais de conferência | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s