Arquivo diário: 28/05/2014

Spurs (2) @ Thunder (2) – Ibaka não é o problema

92×105

Na noite dessa terça-feira (27), o San Antonio Spurs enfrentou o Oklahoma City Thunder pelo quarto jogo da final da Conferência Oeste e acabou derrotado. Com atuações perfeitas de Kevin Durant e Russel Westbrook, e, principalmente, com a falta de calma dos jogadores da equipe texana, os comandados do técnico Gregg Popovich foram massacrados pelos de Scott Brooks. Vamos, a seguir, aos principais destaques do confronto:

Titulares e Gregg Popovich ainda não encontraram a maneira certa de lidar com o Thunder (NBAE/Getty Images)

Bola pouco rodada

Com início avassalador, os visitantes abriram logo 8 a 0 no início da partida. Isso se deu ao fato da equipe de preto e prata girar bem a bola entre seus jogadores e encontrar o melhor jogador na melhor posição para o arremesso. Porém, após sofrer alguns pontos do Thunder, o time foi perdendo a calma e esse tipo de jogada foi cada vez mais raro pelo lado texano.

Splitter pouco ajuda devido ao esquema tático adversário (NBAE/Getty Images)

Derrota desde o terceiro quarto

A partir da metade do terceiro quarto, o Spurs entregou as pontas. O jogo estava tão complicado que o técnico Gregg Popovich sacou todos os titulares e deixou uma equipe totalmente reserva em quadra. Com 27 pontos atrás do placar, faltando pouco menos de cinco minutos para finalizar o período, o treinador do time texano não hesitou em colocar um time formado por Cory Joseph, Marco Belinelli, Matt Bonner, Boris Diaw e Aron Baynes em quadra.

Titulares apagados (novamente)

Dos 92 pontos marcados pela equipe texana no duelo desta terça com o Thunder, 53 foram feitos pelos jogadores do banco de reservas – ou seja, mais da metade. Muito por conta da marcação mais relaxada realizada pela equipe de Oklahoma, porém muito por conta da vontade dos jogadores vindos do banco de quererem mostrar serviço – eles não tiveram medo de atacar a cesta e giraram muito bem a bola.

Mudança de atitude… e talvez de time

Infelizmente Danny Green caiu de produção verticalmente, e o mesmo ocorre com Tiago Splitter. O ala-armador não consegue mais marcar bem e nem anotar seus pontos, além de perder bolas muito bobas e ficar muito afobado quando está pressionado. Já o brasileiro não vem comprometendo, mas há a necessidade de se forçar um pouco mais e com um pouco mais de inteligência o garrafão adversário. Talvez substituições de Danny Green por Marco Belinelli e de Tiago Splitter por Boris Diaw (que ainda tem a capacidade de sair para o perímetro e acertar boas bolas dos três pontos) possa ser uma solução para a equipe. Outra alteração que poderia ser feita seria, no lugar de Patrick Mills, a princípio testar Cory Joseph para defender os ataques de Westbrook quando Tony Parker estiver descansando.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 14 pontos e 4 assistências

Boris Diaw – 14 pontos e 10 rebotes

Cory Joseph – 11 pontos

Kawhi Leonard – 10 pontos e 5 rebotes

Oklahoma City Thunder

Russel Westbrook – 40 pontos e 10 assistências e 5 rebotes

Kevin Durant – 31 pontos, 5 rebotes e 5 assistências

Anúncios