Spurs (2) vs Blazers (0) – Dever de casa cumprido

114×97

O San Antonio Spurs cumpriu o seu dever de casa e voltou a vencer o Portland Trail Blazers, nesta quinta-feira (8), no AT&T Center, abrindo 2 a 0 na semifinal da Conferência Oeste. Com um segundo quarto arrasador, os texanos abriram ampla vantagem e dominaram a partida até o fim, apesar dos esforços do adversário, que mesmo sem se dar por vencido sofreu nova derrota por placar elástico: 114 a 97. Vamos aos destaques do confronto.

Retrato de uma torcida feliz com o que viu (Foto: NBAE/Getty Images)

Atropelou

No jogo 1, o Spurs mostrou amplo domínio já desde o primeiro quarto. Desta vez, a equipe deslanchou um pouco mais tarde, no início do segundo período. Com o Blazers sem rumo no ataque, os donos da casa encaixaram uma sequência de cestas que resultou em uma corrida de 18 a 2 ainda nos minutos iniciais. Com isso, a equipe venceu o quarto por 41 a 25 e foi para o intervalo com 19 pontos de vantagem no marcador: 70 a 51.

Com a diferença posta no placar, o ritmo caiu e os adversários até ameaçaram uma reação, chegando a reduzir a vantagem para apenas oito pontos após cesta de três pontos de Nicolas Batum, restando 5:37 por jogar. Mas, no lance seguinte, Boris Diaw devolveu na mesma moeda, com outro tiro de longa distância certeiro, e jogou um balde de água fria no oponente.

It’s me, Mario!

Depois de fracassar de maneira retumbante na série contra o Dallas Mavericks, quando chegou a zerar em três das sete partidas (média de 3,1 pontos por jogo no duelo), Marco Belinelli recuperou a pontaria e a confiança. Pela segunda partida consecutiva, ele pontuou em dígitos duplos (foram 19 pontos no jogo 1) ao somar 13 tentos em 22 minutos, convertendo dois dos seus três tiros de longa distância. O Super Mário está de volta!

Kawhi teve atuação quase perfeita (Foto: NBAE/Getty Images)

Kawhi teve atuação quase perfeita (Foto: NBAE/Getty Images)

KaWoW!

O principal nome dos Spurs no confronto desta quinta foi Kawhi Leonard. Iluminado, o jovem – apenas 22 anos de idade, vale salientar – demonstrou frieza e encestou todos os quatro arremessos de três pontos que efetuou, e oito em nove tiros de quadra no geral. Terminou como cestinha texano, com 20 pontos, sendo 12 deles no primeiro quarto, demonstrando que. mais que a fenomenal capacidade defensiva, também é uma arma confiável para o ataque do alvinegro.

Team is Everything

Não é à toa que o basquete jogado pelo Spurs encanta a muitos. O sistema implantado pelo técnico Gregg Popovich privilegia a coletividade de tal forma que sete jogadores somaram dez ou mais pontos. Além dos já citados Kawhi Leonard (20 pontos) e Marco Belinelli (13), Tony Parker (16), Manu Ginobili (16), Boris Diaw (12), Tim Duncan (10) e Tiago Splitter (10) alcançaram a marca no duelo desta quinta-feira.

Além disso, dos 48 arremessos de quadra convertidos, 27 tiveram origem diretamente no passe de um companheiro, um índice de assistências de 56,2%. Para efeito de comparação, os Blazers tiveram 15 assistências em 40 cestas anotadas, 37,5%.

Marcação

Outro ponto importante a se ressaltar foi o grande trabalho defensivo executado, mais uma vez, sobre LaMarcus Aldridge. O ala-pivô até conseguiu a encaixar uma ou duas de suas jogadas típicas sobre Boris Diaw, mas, na batalha contra Tiago Splitter, levou quase sempre a pior. Frustrado, chegou a perder duas enterradas levando o famoso “toco do aro”, e terminou com apenas seis acertos em 23 arremessos disparados ao longo do confronto.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 20 pontos e 5 rebotes

Tony Parker – 16 pontos e 10 assistências

Manu Ginobili – 16 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Tiago Splitter – 10 pontos e 10 rebotes

Portland Trail Blazers

Nicolas Batum – 21 pontos e 9 rebotes

Damian Lillard – 19 pontos, 5 rebotes e 5 assistências

LaMarcus Aldridge – 16 pontos e 10 rebotes

Anúncios

Sobre Victor Moraes

Formado em Jornalismo no ano de 2012 pela Universidade Metodista de São Paulo. Fanático por esportes, sobretudo o basquete, passou pela redação do Diário Lance!, trabalhou na Liga Nacional de Basquete e no extinto Basketeria. Se orgulha de fazer parte da equipe do Spurs Brasil desde a criação em 2007.

Publicado em 09/05/2014, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. O nosso jogo encaixa com o deles.
    Agora é tranquilidade para jogar em portland.
    E se ficar na frente no último tempo, a torcida deles vai se desesperar

  2. O que nao caiu contra o dallas esta caindo contra portland.

  1. Pingback: Spurs (2) vs Blazers (0) – Semifinais de Conferência | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (3) @ Blazers (0) – Semifinais de Conferência | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (3) @ Blazers (1) – Semifinais de Conferência | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s