Spurs (4) vs Mavericks (3) – Que venham as semifinais!

119×96

A primeira série do time neste ano durou mais do que todos esperavam, mas, enfim, deu San Antonio Spurs. Neste domingo (4), disputando o jogo 7 em casa, a equipe texana venceu o Dallas Mavericks por 119 a 97 e finalmente fechou o confronto, válido pela primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste, se classificando para enfrentar o Portland TrailBlazers na próxima fase. Confira, a seguir, os principais pontos da partida decisiva.

Parker foi o destaque da partida (NBAE/Getty Images)

Mercy, Parker!

O Spurs, que não teve facilidade em nenhum outro jogo da série, conseguiu atropelar o Mavs no duelo derradeiro. O que mudou? A princípio, a postura de Tony Parker neste domingo. Agressivo desde o princípio, o armador não deu chances para os jogadores mais pesados da equipe de Dallas quando aconteciam trocas na marcação e abusou as infiltrações, batendo Samuel Dalembert e Dirk Nowitzki no drible e até mesmo discutindo com o ex-companheiro DeJuan Blair após converter uma cesta. O francês deixou a quadra como cestinha da partida ao marcar 32 pontos, além de ter anotado quatro assistências e quatro rebotes.

Caçado próximo à cesta, Manu foi bem (NBAE/Getty Images)

O Big Three vive

Boa parte da estratégia relativamente bem sucedida do Mavs na série se concentrava em tirar os arremessos de três pontos dos coadjuvantes do Spurs e fazer com que os astros da equipe texana se virassem no mano a mano contra bons defensores, como Shawn Marion e Samuel Dalembert. Deu certo em algumas partidas, mas não na deste domingo. Além de Tony Parker, cestinha do embate, Manu Ginobili obteve 20 pontos, seis roubos de bola, cinco assistências e três rebotes, e Tim Duncan deixou a quadra com 15 pontos, oito rebotes e dois tocos.

Os coadjuvantes

Se nos seis primeiros jogos o sofrimento do Big Three do Spurs se deu por falta de ajuda dos coadjuvantes, dessa vez não há do que reclamar. Ao menos três tiveram desempenho importante na partida deste domingo. Kawhi Leonard foi bem no terceiro quarto, quando o Mavs ameaçava reagir, e deixou a quadra com 15 pontos e seis rebotes.

Danny Green, enfim calibrado, converteu quatro das seis bolas de três que tentou ao longo da partida, anotando 16 pontos e três rebotes. E Boris Diaw teve atuação completa, com oito pontos, sete rebotes e cinco assistências e boa defesa sobre Nowitzki. Aí sim!

Sem respirar

A fácil vitória deste domingo sobre o Mavs fez com que Gregg Popovich  pudesse descansar o elenco, terminando o jogo com quinteto formado por Cory Joseph, Marco Belinelli, Matt Bonner, Jeff Ayres e Aron Baynes. Ação importante do técnico, já que o Spurs começa a enfrentar o Blazers, pela semifinal da Conferência Oeste, já na terça-feira, em San Antonio.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 32 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Manu Ginobili – 20 pontos, 6 roubos de bola, 5 assistências e 3 rebotes

Danny Green – 16 pontos e 3 rebotes

Tim Duncan – 15 pontos, 8 rebotes e 2 tocos

Kawhi Leonard – 15 pontos e 6 rebotes

Dallas Mavericks

Dirk Nowitzki – 22 pontos e 9 rebotes

Devin Harris – 17 pontos e 3 assistências

Monta Ellis – 12 pontos

Vince Carter – 10 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 04/05/2014, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 9 Comentários.

  1. Isso ae, GO SPURS, que venham os Blazers!!!

  2. lucas ccouto

    ,Muito foda a serie a serie. e que venha os blazers!
    tomar cuidado com lillard e la marcus estao voando.

  3. boa!
    o time resolveu jogar como Spurs.
    Não que portland seja simples, mas foi bom não pegar os rockets.
    Vamos para cima deles! se abrirmos um 2-0 em casa ficaremos bem na fita.
    E que okc e e o clippers se matem!

  4. Será que mais alguém percebeu que DeJuan Blair parecia nervosinho e apelou contra Tony Parker e Manu Ginobili? Acho que isso mostra que eles não tinham um bom relacionamento em San Antonio. Mesmo assim, só poderia esperar esse tipo de atitude de um jogador fraco como ele. O importante é que agora estamos classificados, mas devemos abrir o olho pois se jogarmos como foi contra o Dallas, corremos risco de sermos eliminados.

    • danilovboas

      Ele bateu a série toda. Bateu no Duncan, bateu no Tiago, bateu no Parker, bateu no Green e bateu no Manu. Isso só de jogadas que eu consigo lembrar, fora outras que não lembro ou que não vi. E tem o thrash talk que toda hora ele jogava na mente dos caras. Achei que o Diaw ia dar na cara dele, tava evidente o thrash talk dele com o francês no começo do jogo. Fora o esporro que ele tomou do Vince Carter pra parar de tagarelar e começar e jogar bola. Ele só jogou tanto tempo porque o elenco do Mavs é limitado (apesar de muito esforçado) e não tinha opção. No Spurs ele era fim de banco mesmo, quem manda ser folgado e não cuidar do físico? Ele é tecnicamente fraco, péssimo fisicamente e um mau companheiro. Deve ser um lixo no vestiário.

  5. danilovboas

    San Antonio apareceu pra jogar, enfim? Já tava na hora.
    Uma pena o Dallas ter enfrentado o Spurs logo na primeira rodada. Com esse jogo eles poderiam ir longe. Tá certo que San Antonio perdeu pra si mesmo em pelo menos dois jogos da série, que deveria ter terminado muito antes. Mas foi um ótimo teste, esse time do Mavs é guerreiro e agora o Spurs entrou em ritmo de playoffs.
    Agora vamos ver se LaMarcus Aldridge é realmente esse carrasco do Spurs ou se é outro que vai sumir debaixo da marcação do Splitter.

  6. Parabéns pelo acompanhamento da série. Adorei.

  7. goldenspurs

    Eu diria que o nosso Spurs mostrou ao Dallas nesse jogo 7 com quantos paus se faz uma canoa. Esse ano vamos ser campeões.

  1. Pingback: Spurs (1) vs Blazers (0) – Semifinais de Conferência | Spurs Brasil

Deixe uma resposta para lucas ccouto Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s