Holt e Popovich lamentam caso de racismo

No sábado (26), o site americano TMZ publicou um áudio que seria de Donald Sterling, dono do Los Angeles Clippers. Em conversa telefônica com sua namorada, o dirigente teria se manifestado de maneira racista, pedindo para que ela não levasse negros para os jogos de sua franquia e que não postasse fotos com eles em seu Instagram. Peter Holt, proprietário do San Antonio Spurs, e Gregg Popovich, treinador da franquia texana, comentaram o ocorrido.

‘Nojento’: palavra usada por Pop contra o racismo (NBAE/Getty Images)

Holt adotou cautela ao falar sobre o caso, já que a NBA informou que conduz uma investigação para ter certeza de que a voz do áudio era mesmo de Sterling.

“Quero ser muito cuidadoso. A liga está fazendo sua própria investigação e eu não quero me precipitar. Não sei o contexto, mas o que eu ouvi não soou nada bem e não é como se fosse a primeira vez para ele”, disse Holt, de acordo com reportagem do site americano Spurs Nation, lembrando que Sterling já enfrentou outras denúncias de racismo.

Porém, o dono do Spurs disse que o caso é lamentável por colocar em segundo plano o bom desempenho esportivo do Clippers na temporada. A equipe angelina terminou a temporada regular com a terceira colocação na Conferência Oeste e está vencendo a série da primeira rodada dos playoffs contra o Golden State Warriors por 2 a 1.

“Eles têm um grande time e o problema com isso para ele, na minha opinião – esqueça a NBA – é que isso tira a atenção do sucesso do time e o foco do time, o que é infeliz. É onde o foco deveria estar, na minha opinião. Esse é meu problema com qualquer proprietário, quando ele tira a atenção do que é real, que são os jogos, os playoffs, o time, o trabalho duro que o time fez e onde eles estão hoje, da maneira que for, negativamente ou positivamente, e coloca os holofotes sobre ele mesmo”, declarou o dirigente da franquia de San Antonio.

“Eu só acho que os holofotes precisam estar aonde devem estar, nos times e nos jogos. É nisso que nossos fãs estão interessados. Alguns donos acreditam que os fãs estão interessados nos donos. Eu não acredito nisso, pessoalmente, e por estar na liga por 18 anos, acho que entendo um pouco disso”, completou o proprietário.

Já Pop, ao seu estilo, foi bem mais direto do que o dono do Spurs ao falar sobre o caso.

“Os comentários são obviamente nojentos”, declarou o treinador da equipe alvinegra.

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 27/04/2014, em Notícias. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s